Pokémon Go poderá ter provocado 250 mortes em 148 dias

pokemongo.com

O Pokémon Go foi, durante algum tempo, um dos jogos mais falados em todo o mundo. Para a Niantic, a empresa criadora do jogo, foi uma fonte de rendimento. No entanto, o jogo revelou-se também causador de grandes prejuízos.

Segundo um estudo publicado por dois economistas da Universidade de Purdue, nos EUA, o jogo de realidade aumentada terá sido responsável por 7,3 mil milhões de dólares em prejuízos, resultado dos acidentes de viação causados por condutores que conduzem e caçam pokémons simultaneamente.

De acordo com o Alphr, os economistas Mara Faccio e John McConnel examinaram cerca de 12 mil relatórios de acidentes rodoviários em Tippecanoe County, no Indiana, entre 1 de março de 2015 e 20 de novembro de 2016, e registaram prejuízos entre os 5,2 milhões e os 25,5 milhões de dólares.

No primeiros 148 dias em que o jogo de realidade aumentada esteve disponível, verificou-se um aumento de 286 acidentes, sendo que 134 ocorreram perto de pokéstops – paragens que dão aos jogadores alguns bónus. Ao contrário da filosofia do Pokémon Go, alguns jogadores optam por fazer os trajetos de carro, provocando acidentes.

A conclusão do estudo apontou que os acidentes estavam relacionados com os utilizadores que conduziam ao mesmo tempo que jogavam Pokémon Go. Além disso, o valor dos prejuízos em acidentes de trânsito cresce de forma exponencial. Os dados apontam que o valor poderia variar entre os 2 mil milhões e os 7,3 mil milhões de dólares.

Os prejuízos espelham-se também nos 31 feridos e duas mortes registados. Segundos os economistas, “a pesquisa indica que estas duas mortes poderiam ter sido evitadas se o Pokémon Go não tivesse sido introduzido no trânsito”.

Apesar de o Pokémon Go ter provocado enormes prejuízos, a Niantic não poderá ser responsabilizada. A própria empresa criou um sistema de aviso caso o jogador se movimente rápido demais. Desta forma, o aviso é acionado se o utilizador estiver a jogar dentro de um carro em movimento – quer esteja a conduzir ou não.

Este estudo reforça, assim, que a segurança deve ser tida em conta na hora de jogar este tipo de jogos de realidade aumentada. O Pokémon Go é um jogo que se baseia em andar a pé. No carro, devemos apenas conduzir.

// Alphr

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Operação "Páscoa em Casa" já arrancou. Até segunda-feira, não pode sair do seu concelho de residência

Circulação proibida fora do concelho de residência e aeroportos encerrados. Arrancou à meia-noite desta quinta-feira a aplicação das medidas decretadas pelo Governo para o período pascal - 9 a 13 de abril -, visando reduzir …

Encontrado no fundo do mar um organismo "sobrenatural" tão grande como um prédio de 11 andares

Uma equipa de investigadores capturaram imagens de um organismo "sobrenatural" nas águas da costa da Austrália Ocidental. Uma equipa a bordo de RV Falkor, o navio de investigação principal do Schmidt Ocean Institute, localizou o organismo, …

Há 1.400 anos, uma estranha luz vermelha apareceu no Japão (e já sabemos o que era)

O registo mais antigo de um fenómeno astronómico observado no Japão deixou uma marca importante na história japonesa e na literatura clássica. O fenómeno data de 30 de dezembro de 620 e há séculos que …

Cientistas convertem água em combustível solar

Uma equipa de investigadores britânicos usou uma metodologia única que permite transformar água em combustível solar, que pode ser uma solução para energia renovável. Esta metodologia única utilizada por uma equipa de cientistas da Universidade de …

"Em Casa d’Amália": RTP comemora cententário da fadista

A Fundação Amália Rodrigues junta-se à RTP para assinalar o centenário da fadista. O programa Em Casa d’Amália tem estreia marcada para a próxima sexta-feira (10) e reúne várias figuras da música portuguesa da atualidade. O …

Desapareceram 21 milhões de números de telefone na China. Mas o mistério foi resolvido

O porta-voz de uma das três maiores operadoras chinesas confirmou o desaparecimento dos utilizadores, mas deu uma explicação para este mistério. Nos últimos dias, surgiram vários relatos de notícias que davam conta de que, entre janeiro …

Mercadona doa 20 mil quilos de chocolate aos profissionais de saúde e aos mais carenciados

A Mercadona anunciou, esta quarta-feira, a doação de 20 mil quilos de chocolate ao Banco Alimentar Contra a Fome do Porto. O objetivo é proporcionar uma Páscoa mais doce aos mais carenciados e aos que …

"Paciente 1" em Itália recupera (e dá as boas-vindas a Giulia, a sua filha recém-nascida)

Giulia, a filha recém-nascida do "paciente 1" de Itália, veio para trazer alguma esperança ao país, em plena pandemia de covid-19. Mattia, de 38 anos, foi internado no dia 20 de fevereiro no hospital de Codogno, …

Investigadores transformaram o coronavírus em música (e já o podemos ouvir)

Uma equipa de investigadores do Instituto de Tecnologia de Massachussets (MIT) conseguiu transformar em som a estrutura da proteína spike, que permite que o novo coronavírus adira às células para infetá-las. Até agora, já pudemos ver …

Autoeuropa quer recorrer ao lay-off (e retomar produção a 20 de abril)

A administração da Autoeuropa quer promover um regresso gradual ao trabalho a partir de 20 de abril, pretendendo recorrer ao lay-off simplificado para os trabalhadores que não regressem ao trabalho nessa data. “O regresso ao trabalho …