“Podem ser lidos, mas não há debate”. Documentos do Novo Banco são quase todos confidenciais

António Pedro Santos / Lusa

O presidente do Novo Banco, António Ramalho, intervém durante a sua audição na comissão de Orçamento e Finanças.

Cerca de 90% dos documentos que os deputados da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) ao Novo Banco têm para consultar tem o selo de “confidencial”. A revelação é feita pelo presidente da CPI, Fernando Negrão. Esta circunstância causa limitações à actuação dos deputados.

A CPI ao Novo Banco recebeu “18.447 ficheiros classificados como confidenciais e 2379 ficheiros de acesso ilimitado”, revela ao Público o deputado Duarte Pacheco, coordenador da bancada do PSD na referida comissão.

O presidente da CPI, Fernando Negrão, confirma ao mesmo jornal que “cerca de 90%” dos documentos têm o selo de “confidencial”.

“Os documentos chegam, podem ser lidos, mas não há debate público“, refere ao mesmo diário a deputada Mariana Mortágua, coordenadora do Bloco de Esquerda (BE) na CPI, realçando que “é o debate que permite o escrutínio público”.

Assim, a actuação dos deputados fica limitada, especialmente nas reuniões à porta aberta, onde não podem citar fontes nas inquirições. Mortágua lamenta que, deste modo, ficam dúvidas por esclarecer junto das personalidades ouvidas na CPI.

Só deputados credenciados podem ler os documentos por via digital e estão obrigados ao “dever de segredo”.

“Os deputados podem usar a informação sem restrições se a reunião ocorrer à porta fechada, ou sem lhe fazer nenhuma referência explícita se a reunião ocorrer à porta aberta”, nota Duarte Pacheco ao Público.

O deputado do PSD refere que “a vantagem de os documentos serem públicos é a de poder haver mais pessoas a analisar uma quantidade tão grande de informação“.

E Fernando Negrão admite que “o facto de estarem a coberto de segredo bancário, ou outro, poderá, porventura, condicionar a forma como algumas perguntas serão formuladas nas audições”.

Por outro lado, o deputado João Paulo Correia, coordenador do PS na CPI, não vê limitações nos procedimentos. “Os deputados podem colocar livremente as questões relacionadas com a documentação confidencial à porta fechada nas reuniões e depois as informações são públicas no relatório, relevante nas conclusões do inquérito”, considera no referido jornal.

Também Negrão vinca que “o conteúdo desses documentos nunca será omitido, uma vez que será utilizado nas perguntas e constará no relatório final, embora sem revelar a respectiva origem”.

Os trabalhos da CPI ao Novo Banco estão suspensos até 17 de Fevereiro devido à pandemia. Esta suspensão deverá atrasar a saída das conclusões do inquérito parlamentar para Maio.

 

ZAP ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. OK ,sao confidenciais ! entao paguem do vosso bolso ! o contribuinte pagador nao tem direito a saber para onde vao as suas suadas contribuiçoes ,Afinal que Democracia e esta

RESPONDER

Em 1925, "O Isolador" prometia bloquear qualquer tipo de distração

Procrastinar foi, é e sempre será um passatempo irresistível. Por isso, nos anos 20, houve quem apresentasse uma solução radical para evitar este problema: "O Isolador". De acordo com o site IFLScience, o chamado "Isolador" foi …

Seca no México revela uma igreja submersa há 40 anos

Uma igreja no estado de Guanajuato, no México, sobrevive entre a água e os peixes, como única testemunha de um povoado inundado por uma barragem há mais de 40 anos. Agora, devido à seca que …

Neymar prolonga contrato com o Paris Saint-Germain até 2025

O avançado internacional brasileiro Neymar renovou contrato com o Paris Saint-Germain até 30 de junho de 2025, informou hoje o tricampeão francês e vice-campeão europeu de futebol. “O Paris Saint-Germain tem o prazer de anunciar que …

Países usaram modelo do queijo suíço para conter a covid-19. Na Índia, alguns "buracos" eram demasiado grandes

A grande maioria dos países adotou a estratégia do queijo suíço para responder à pandemia. Na Índia, os "buracos" eram demasiado grandes em três das camadas mais importantes. Para responder à crise sanitária desencadeada pela covid-19, …

Primeira-ministra da Escócia declara que "haverá maioria pró-independência" no parlamento

A primeira-ministra da Escócia, Nicola Sturgeon, declarou hoje vitória nas eleições regionais, afirmando que "haverá uma maioria pró-independência" no parlamento escocês. Com as projeções a indicarem que o Partido Nacional Escocês (SNP), que lidera, foi o …

SOS Rio Paiva pede que se limite o número de visitantes à ponte e Passadiços do Paiva

A associação SOS Rio Paiva manifestou-se preocupada com o aumento da pressão turística e com a poluição, na sequência da inauguração da ponte suspensa em Arouca, e pediu que se limite o número de visitantes. A …

O seu antigo número de telemóvel pode ser usado para pirateá-lo

O seu antigo número de telemóvel pode ser usado para pirateá-lo, caso este ainda esteja associado a contas em sites ou redes sociais. Embora milhões de números de telemóvel sejam desconectados todos os anos, um novo …

Ataque à bomba contra escola feminina em Cabul faz 30 mortos e 79 feridos

A explosão de uma bomba junto a uma escola secundária para raparigas na zona ocidental de Cabul fez hoje pelo menos 30 mortos e 79 feridos, segundo um novo balanço feito pelas autoridades afegãs. “O número …

Tamám Shud. Exumação de corpo pode resolver um estranho mistério com 70 anos

As autoridades da Austrália aprovaram uma exumação do corpo de Tamám Shud - ou "Homem de Somerton" - e, em breve, o mistério de 70 anos pode estar resolvido. Em 30 de novembro de 1948, vários …

Costa, Von der Leyen na Cimeira Social no Porto

Vacinação no bom caminho com 25% da população da UE vacina

A Comissão Europeia anunciou este sábado que 200 milhões de doses de vacinas anticovid-19 chegaram já à União Europeia (UE) e 160 milhões de europeus já receberem a primeira dose, levando a que a vacinação …