Pode haver planetas habitáveis em torno de pulsares

Amanda Smith / Universidade de Cambridge

Impressão de artista de um planeta habitável em torno de um pulsar (à direita)

Teoricamente, a existência de planetas habitáveis em torno de pulsares – estrelas de neutrões giratórias que emitem pulsos de radiação curtos e rápidos – é possível.

De acordo com uma nova investigação, tais planetas devem ter uma atmosfera enorme que converte os mortíferos raios-X e partículas altamente energéticas do pulsar em calor. Os resultados, por astrónomos da Universidade de Cambridge e da Universidade de Leiden, foram publicados na revista Astronomy & Astrophysics.

Os pulsares são conhecidos pelas suas condições extremas. São estrelas de neutrões de rápida rotação – o núcleo colapsado de uma estrela massiva que se tornou supernova no final da sua vida. Com apenas 10 a 30 km de diâmetro, os pulsares possuem enormes campos magnéticos, acretam matéria e produzem regularmente grandes rajadas de raios-X e partículas altamente energéticas.

Surpreendentemente, apesar deste ambiente hostil, sabemos que as estrelas de neutrões hospedam planetas em seu redor.

Os primeiros exoplanetas que os astrónomos descobriram orbitam o pulsar PSR B1257+12 – mas se estes planetas estavam originalmente em órbita da massiva estrela percursora e sobreviveram à explosão de supernova, ou se se formaram mais tarde, permanece uma questão em aberto. Tais planetas recebem pouca luz visível, mas são continuamente “atacados” por radiação energética e ventos estelares. Podem esses planetas abrigar vida?

Pela primeira vez, os astrónomos tentaram calcular as zonas “habitáveis” perto das estrelas de neutrões – a gama de órbitas em torno de uma estrela onde uma superfície planetária poderia, possivelmente, suportar água na forma líquida.

Os cálculos mostram que a zona habitável em torno de uma estrela de neutrões pode ser tão grande quanto a distância da Terra ao Sol. Uma premissa importante é que o planeta tem que ser uma super-Terra, com 1 a 10 vezes a massa da Terra.

Um planeta mais pequeno perderia a sua atmosfera em apenas alguns milhares de anos devido ao ataque constante dos ventos do pulsar. Para sobreviver a este bombardeamento, a atmosfera do planeta tem que ser um milhão de vezes mais espessa do que a do nosso planeta – as condições à superfície de um planeta que orbita um pulsar assemelham-se às condições do fundo do oceano da Terra.

Os astrónomos examinaram o pulsar PSR B1257+12 a cerca de 2300 anos-luz de distância como estudo de caso, usando o telescópio espacial de raios-X Chandra.

Dos três planetas em órbita do pulsar, dois são super-Terras com uma massa de quatro a cinco vezes a massa da Terra e orbitam suficientemente perto do pulsar para se aquecerem.

De acordo com o coautor Alessandro Patruno da Universidade de Leiden: “a temperatura dos planetas pode ser adequada à presença de água líquida à superfície. No entanto, ainda não sabemos se as duas super-Terras têm uma ideal atmosfera extremamente densa”.

No futuro, Patruno e o seu coautor Mihkel Kama do Instituto de Astronomia de Cambridge gostariam de observar o pulsar em mais detalhe e compará-lo a outros pulsares.

O Telescópio ALMA do ESO seria capaz de mostrar discos de poeira em torno de estrelas de neutrões, bons indícios de planetas. A Via Láctea contém cerca de mil milhões de estrelas de neutrões, das quais aproximadamente 200.000 são pulsares. Até agora, já foram estudados 3000 pulsares e só se encontraram planetas em cinco.

// CCVAlg

PARTILHAR

RESPONDER

Consumo de vinho aumentou "acentuadamente" durante confinamento

Um estudo europeu divulgado esta segunda-feira concluiu que a frequência do consumo de vinho "aumentou acentuadamente" em Espanha, França, Itália e Portugal com o confinamento e que as principais fontes de abastecimento foram os supermercados …

João Félix lesiona-se a poucos dias do regresso da La Liga

João Félix contraiu uma lesão no ligamento lateral interno do joelho esquerdo durante um treino, informou esta segunda-feira o Atlético de Madrid. "João Félix sofreu uma entorse do ligamento colateral medial de baixo grau do joelho …

"Agiu com responsabilidade, legalidade e integridade". Boris Johnson segura assessor

O primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, apoiou este domingo o seu principal conselheiro, Dominic Cummings, acusado de violar as regras de confinamento impostas para combater a pandemia covid-19, assegurando que o assessor agiu legalmente e com …

Dieselgate. Volkswagen condenada a indemnizar cliente

A justiça alemã condenou hoje a Volkswagen a indemnizar em parte um cliente que comprou um automóvel equipado com um motor diesel falsificado, numa sentença que deve influenciar dezenas de milhares de processos cinco anos …

Caso prazo das moratórias não seja alargado "terão de ser criadas outras medidas extraordinárias"

Caso as "as moratórias dos créditos não forem prolongadas, ou o Governo ou a Assembleia da República terão de criar outras medidas extraordinárias para as apoiar", disse a coordenadora do Gabinete de Proteção Financeira (GPF) …

Santuário de Fátima retoma no sábado celebrações com presença de peregrinos

O Santuário de Fátima vai retomar as celebrações com a presença de peregrinos a partir de sábado, garantindo as condições de segurança para o maior número de pessoas. O Santuário de Fátima, no concelho de Ourém, …

Ex-ministro da Saúde da Bolívia em prisão preventiva por suspeitas de corrupção

O ex-ministro da Saúde da Bolívia foi detido, na semana passada, por suspeita de corrupção na compra de ventiladores. O ex-ministro da Saúde da Bolívia, detido na última semana por suspeita de corrupção na compra a …

OMS considera cada vez mais improvável segunda grande vaga

A diretora do departamento de Saúde Pública da Organização Mundial de Saúde (OMS) afirmou hoje que é "cada vez mais" improvável uma segunda grande vaga do novo coronavírus, mas aconselhou muita prudência. Em entrevista à rádio …

Açores reabrem creches e jardins de infância. Aulas de 11.º e 12.º também em São Miguel

As respostas sociais, encerradas devido à pandemia, reabrem esta segunda-feira no Pico, Faial, Terceira e São Jorge, e na ilha de São Miguel são retomadas as aulas dos 11.º e 12.º anos para alunos inscritos …

"Há muita gente a passar fome" no sector das Artes (alguns artistas receberam 50 euros de apoio)

Não vai haver condições para abrir muitas salas de espectáculos a 1 de Junho, como está permitido, alerta-se no sector das Artes, onde há "há muita gente a passar fome". Alguns artistas só conseguiram receber …