Planetas que orbitam estrela anã podem ter mais água do que a Terra

ESO / M. Kornmesser)

Escala dos planetas do sistema TRAPPIST-1 comparada com a Terra

Alguns dos sete planetas extrassolares que orbitam a estrela anã vermelha TRAPPIST-1 poderão ter potencialmente mais água do que a Terra, indicou o Observatório Europeu do Sul, organização astronómica da qual Portugal faz parte.

O sistema planetário, cuja descoberta foi anunciada há cerca de um ano e para a qual contribuíram as observações registadas pela astrónoma portuguesa Catarina Fernandes, é o que tem o maior número de planetas do tamanho da Terra, sendo constituídos, de acordo com as conclusões de um novo estudo, principalmente por rochas.

Segundo um comunicado do OES, as densidades dos planetas, calculadas com maior precisão através de um modelo computacional, sugerem que “alguns destes corpos podem ter até 5% da sua massa sob a forma de água“, isto é, quase 250 vezes mais água do que os oceanos da Terra.

Por comparação, salienta o OES, o ‘planeta azul’ tem apenas cerca de 0,02% de água relativamente à sua massa. A água é um elemento fundamental para a vida tal como se conhece.

“Embora nos deem importantes pistas sobre a composição dos planetas, as densidades não nos dizem nada sobre a sua habitabilidade. Apesar disso, o nosso estudo constitui um importante passo para determinarmos se estes planetas poderão suportar vida”, defendeu, citado pelo OES, um dos coautores do estudo, Brice-Olivier Demory, da Universidade de Berna, na Suíça.

Dos sete planetas, o quarto a contar da estrela é o mais parecido com a Terra em termos de tamanho, densidade e radiação recebida e tem “potencial para ter água líquida à sua superfície”. De todos, é o mais rochoso, o que, para a equipa internacional de astrónomos que conduziu o estudo, continua a ser um mistério.

O Observatório Europeu do Sul, do qual dois telescópios, o TRAPPIST-South e o Telescópio Muito Grande (VLT, Very Large Telescope), permitiram detetar o sistema planetário, assinala que os cientistas “ficaram surpreendidos” por o quarto planeta ser o único “ligeiramente mais denso do que a Terra“, indiciando que “possa ter um núcleo de ferro mais denso” e não necessariamente uma atmosfera espessa, um oceano ou uma camada de gelo.

De acordo com a investigação, que descreve a natureza do sistema planetário TRAPPIST-1 e que será publicada na revista da especialidade Astronomy & Astrophysics, os planetas que estão mais perto da estrela e, por isso, são mais quentes terão atmosferas densas de vapor.

Em contrapartida, os mais distantes da estrela, que é extremamente fria quando comparada com outras estrelas, terão superfícies de gelo.

Os dois planetas mais interiores, ou seja, mais próximos da estrela-hospedeira, terão núcleos rochosos e estarão rodeados por “atmosferas muito mais espessas do que a da Terra”. O terceiro planeta é o mais leve de todos, com cerca de 30 por cento da massa da Terra.

Para o novo estudo contribuíram observações feitas através de telescópios terrestres, incluindo o ‘caçador’ de exoplanetas SPECULOOS, do OES, e telescópios espaciais, como o Spitzer e o Kepler, operados pela agência espacial norte-americana NASA.

A TRAPPIST-1 é uma estrela mais pequena do que o Sol e está situada a 40 anos-luz de distância da Terra. A descoberta dos sete planetas, com os intermédios em condições mais favoráveis de ter água líquida à superfície, segundo um estudo anterior, foi anunciada a 22 de fevereiro de 2017.

Meses antes, em agosto, uma outra equipa de astrónomos anunciara a descoberta de um planeta extrassolar a orbitar a estrela mais próxima do Sol, a Próxima de Centauro, também uma anã vermelha e relativamente fria, mas localizada mais perto da Terra, a 4,22 anos-luz.

O planeta, o Próxima b, o mais perto da Terra, tem uma temperatura adequada para ter água líquida à sua superfície, pelo menos nas regiões mais quentes. Contudo, tem uma massa 1,3 vezes maior do que o ‘planeta azul’.

// Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Cientistas criaram o som mais alto de sempre

O som foi produzido debaixo de água ao fazer colidir minúsculos jatos de água com pulsos de raio-X. O barulho gerado é superior ao do lançamento de um foguete. A experiência foi realizada como parte de …

Plutão pode esconder um oceano líquido debaixo de uma camada de gás

Uma das características mais marcantes de Plutão é o seu coração, também conhecido como Tombaugh Regio, uma grande região de cor clara de aproximadamente 1.590 quilómetros de diâmetro. O seu lobo esquerdo, o Sputnik Planitia, é …

Selfies estão a destruir muralha romana considerada Património Mundial da UNESCO

Uma parte da antiga Muralha de Adriano, no Reino Unido, está a colapsar por causa dos turistas que procuram o local para tirar selfies. O monumento, que em 1987 foi considerado Património Mundial da UNESCO, inspirou …

Carros vão mudar mais numa década do que aquilo que mudaram num século

Embora a aparência dos carros tenha mudado nos últimos cem anos, a maneira como os conduzimos pouco ou nada mudou. Contudo, acredita-se que na próxima década, além da forma como se movimentam ser diferente, também …

São Francisco lidera ranking das cidades onde se recebe melhor

O American Dream está claramente destacado no ranking das cidades onde se recebe melhor, mas há alguns "intrusos" no meio desta lista. Das dez cidades eleitas, há apenas quatro europeias. Apenas três continentes estão representados no …

Em 30 anos, Amazónia perdeu 953 mil hectares de áreas protegidas

Nos últimos 30 anos, a Amazónia perdeu 953 mil hectares em áreas pertencentes a unidades de conservação e terras indígenas que deveriam estar preservadas. A Amazónia brasileira perdeu 953 mil quilómetros em áreas que foram desflorestadas …

Mulheres e meninas norte-coreanas forçadas a prostituir-se e a casar-se na China

Mulheres e meninas norte-coreanas são coagidas, vendidas ou raptadas na China ou traficadas diretamente da Coreia do Norte, denuncia a Korea Future Initiative. As mulheres são forçadas a casar-se, violadas e sujeitas a outros tipos …

Trump corta financiamento para centros de investigação de saúde infantil

A administração de Trump está a terminar o financiamento para uma rede de centro de investigação focados em ameaças ambientais para crianças, colocando em risco vários estudos de longa data sobre os efeitos dos poluentes …

PJ detém ex-diretor da Santa Casa de Ponte de Sor

Um antigo diretor e contabilista de uma Santa Casa da Misericórdia do distrito de Portalegre foi esta quarta-feira detido pela Polícia Judiciária (PJ) por suspeitas dos crimes de peculato e participação económica em negócio, foi …

Costa diz que só soube do memorando de Tancos no dia da demissão de Azeredo

O primeiro-ministro, António Costa, diz que só soube do memorando da Polícia Judiciária Militar (PJM) sobre o assalto a Tancos no dia em que o então ministro da Defesa, Azeredo Lopes, apresentou a sua demissão. A …