Pirâmide misteriosa encontrada no fundo do mar graças ao Google Earth

Pirâmide misteriosa no fundo do mar

Um argentino encontrou aquela que está a ser definida como a “pirâmide perfeita” no fundo do mar, enquanto usava a aplicação Google Earth. A descoberta misteriosa está a levantar especulações de que pode ser uma nave extraterrestre.

O estranho objecto, detectado no fundo do Oceano Pacífico, na costa do México, está a alimentar discussões entre os apaixonados da ovnilogia e das teorias da conspiração, que acreditam que se trata de uma nave extraterrestre ou até de uma base que terá sido usada por alienígenas para aterrar na Terra.

Mas também há quem sugira que podem ser vestígios da mítica Atlântida  de uma construção Maia ou Asteca.

Já os mais cépticos apontam para a possibilidade de ser uma mera montanha subaquática.

Para o argentino que fez o achado, o investigador e ovnilogista Marcelo Irazusta, a versão extraterrestre é a mais plausível, conforme tenta comprovar através de um vídeo que foi partilhado na Internet.

O pesquisador de OVNIs Scott Waring defende também a versão extraterrestre, considerando, em declarações ao The Daily Express, que “os humanos nunca podiam ter feito tal construção”.

“Apenas extraterrestres poderiam conseguir fazer uma estrutura tão massiva”, diz.

Waring nota que se trata de “uma pirâmide perfeita que mede mais de 14 km de cada lado da sua base” e diz que também pode ser obra de uma civilização antiga, até por estar perto do local onde se situam as antigas pirâmides Maias e Astecas, no México.

“Mesmo que não seja um óvni que aterrou no oceano que seria usado como base alienígena, ainda assim é uma descoberta monumental”, sustenta Waring.

É a maior pirâmide que o mundo já conheceu“, salienta.

O objecto está também visível no Google Maps, mas quem preferir usar o próprio Google Earth para confirmar esta descoberta, as coordenadas são as seguintes:

12°8’1.49″N 119°35’26.39″W

SV, ZAP

PARTILHAR

8 COMENTÁRIOS

  1. Esta notícia é completamente ridícula, tal como as pretensões do “descobridor” de tal construção. Para além da batimetria do Google ter pouca definição, o que se vê na imagem é uma montanha submarina de forma cónica e não uma pirâmide. Trata-se de um vulcão submarino, tal como muitos milhares de outros que podem ser encontrados por todos os fundos oceânicos. A sombra clara devará corresponder a duas crateras no topo do vulcão.

    José Madeira, Professor de Geologia na Universidade de Lisboa

    • Sim, essa seria a primeira hipótese que colocaria, em vez da estrutura extraterrestre… Basta pensar um bocadinho, apesar de acreditar nisso tudo.
      Já o NatGeo não devia censurar achados importantíssimos, tais como as estruturas subquáticas de Cuba, que demorariam cerca de 50.000anos para ficarem submersas naquela profundidade.
      Prometeram aos descobridores a divulgação de TUDO, até agora, nicles.

    • Caro amigo isto é só o inicio da agenda da treta extraterrestre.. Até o vaticano anda a palrrar sobre a parvoíce. Segundo parece é assim que a elite vai arrebatar o povo mundial para a nova(velha) (des)ordem mundial. Até o zap não poderia deixar de ser obrigado a participar na agenda pois como muito bem se sabe o zap agora é uma rameira do conglomerado judaico internacional (é só investigar)

Responder a ZAP Cancelar resposta

Eduardo Cabrita diz que polícias compram equipamento "porque querem"

O ministro da Administração Interna afirmou que os agentes policiais que compram equipamento de proteção do seu próprio bolso fazem-no porque o querem. Numa entrevista ao Diário de Notícias e à TSF, divulgada este fim-de-semana, o …

Chuva deixa Austrália entre incêndios e cheias. Número de mortos sobe para 29

A chuva trouxe algum alívio aos bombeiros e habitantes do leste da Austrália, mas também causou cheias e novos problemas. As equipas ainda combatem cerca 100 focos de incêndio na região e o número de …

Sem Joacine, nova direção do Livre foi eleita com 95 votos a favor e 15 brancos

Este domingo, no segundo dia do IX congresso do Livre, a nova direção do partido foi eleita com 95 votos a favor e 15 brancos (e não conta com a deputada Joacine Katar Moreira). No final …

Juiz pede escusa do caso dos emails por ser adepto do Benfica

O juiz desembargador apresenta vários motivos para pedir escusa do processo, nomeadamente por ser "sócio do Benfica desde 1968". De acordo com o jornal Público, Eduardo Pires, juiz desembargador do Tribunal da Relação do Porto (TRP), …

Afinal, Irão já não vai pedir ajuda para analisar caixas negras do avião

O Irão recuou na intenção de enviar para análise as gravações da caixa negra do avião ucraniano, que abateu acidentalmente na semana passada, para que sejam sujeitas a análises adicionais, revelou a agência noticiosa iraniana. Citado …

Bruno Fialho sucede a Marinho e Pinto na liderança do PDR

Bruno Fialho é o novo presidente do Partido Democrático Republicano (PDR), ao obter 75% dos votos na eleição deste sábado para escolher o sucessor de António Marinho e Pinto, que anunciou o abandono do cargo …

Legislador russo culpa "arma climática" dos EUA pelo inverno quente de Moscovo

Alexei Zhuravlyov, membro da câmara baixa do Parlamento da Rússia (Duma), culpou uma alegada "arma climática" secreta dos Estados Unidos pelas anómalas temperaturas que se fizeram sentir este inverno em Moscovo.  Em declarações à estação de …

Nova espécie de louva-a-deus empala as suas presas como se fossem fondue

O Carrikerella simpira, uma nova espécie de louva-a-deus, caça as suas presas perfurando-as de um lado ao outro com as suas patas em forma de tridente. Cientistas descobriram uma nova espécie de louva-a-deus com uma característica …

Astrónomos descobrem que o fósforo foi gerado na formação de estrelas

Astrónomos descobriram que o fósforo, elemento químico essencial à vida, se constituiu durante a formação de estrelas e sugerem que chegou à Terra através de cometas. Uma equipa de astrónomos detetou monóxido de fósforo na região …

Nova máquina repara e mantém fígados vivos fora do corpo humano durante uma semana

Um novo sistema consegue manter um fígado humano vivo fora do corpo durante sete dias, período no qual o órgão danificado pode ser reparado e preparado para o transplante. As tecnologias convencionais conseguem sustentar um fígado …