Pintores rupestres da Idade da Pedra eram obcecados por cavalos (e ninguém sabe porquê)

O arqueólogo George Sauvet notou que os pintores rupestres europeus da Idade da Pedra tinham um particular fascínio por cavalos. A comunidade científica ainda não sabe explicar porquê.

Por que razão os cavalos eram tantas vezes retratados em pinturas rupestres é uma incógnita para a comunidade científica. Principalmente porque durante a Idade da Pedra, os cavalos eram um animal relativamente raro. Um novo estudo tem uma teoria intrigante — mas questionável — que pode explicar este fenómeno.

De acordo com a NewScientist, desde os anos 90, Georges Sauvet, da Universidade de Toulouse-Jean Jaurès, tem compilado uma base de dados da arte europeia da Idade da Pedra. Com informações de mais de 4.700 desenhos de França e Espanha, verifica-se que quase um em cada três animais pintados eram cavalos.

Sauvet sugere que os humanos tinham uma espécie de sistema hierárquico para os animais e que o cavalo estava bem no topo. O investigador gaulês notou que os cavalos eram representados com bastante mais frequência do que os outros animais, apesar da sua raridade na altura.

Até mesmo através da interpretação da semiótica das pinturas rupestres, os cavalos eram figura de destaque, com um posicionamento central na pintura. Em muitas da pinturas europeias, os cavalos até assumiam o papel principal, destaca o Tekniikan Maailma. Por exemplo, numa pintura em que estão representados mamutes e rinocerontes, até o cavalo é maior do que estes animais.

Os resultados estão detalhados num artigo científico a ser publicado em dezembro, na revista científica Journal of Archaeological Science: Reports.

Sauvet notou que os humanos europeus da Idade da Pedra poder ter tido um sistema de crenças bastante avançado, no qual os animais eram considerados quase como divindades da Grécia Antiga. No entanto, isto não passa de uma suposição, ficando ainda por explicar o porquê de tamanha admiração pelos cavalos.

“Temos poucas ferramentas teóricas para interpretar isso. Estamos a lidar com as comunidades humanas da Idade da Pedra, não sabemos como é que elas organizaram o reino animal de acordo com o seu próprio sistema”, observou Randall White, investigador na Universidade de Nova Iorque.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Parker Solar Probe lança nova luz sobre o Sol

Em agosto de 2018, a Parker Solar Probe da NASA foi lançada para o espaço, tornando-se pouco tempo depois a sonda mais próxima do Sol. Com instrumentos científicos de ponta para medir o ambiente em …

Encontrado no mar das Malvinas navio alemão da I Guerra Mundial 105 anos depois de naufragar

O naufrágio de um cruzador alemão da I Guerra Mundial foi identificado nas Ilhas Malvinas, onde foi afundado pela Marinha britânica há 105 anos. O SMS Scharnhorst foi o principal ativo da esquadra alemã na Ásia …

Boavista 1-4 Benfica | Águia goleia no xadrez do Bessa

O Benfica deu o pontapé de saída da 13ª jornada com uma vitória competente na visita ao Boavista, por 4-1. Num jogo potencialmente perigoso para as aspirações “encarnadas”, frente a um adversário com somente uma derrota …

Cientistas desenvolvem técnica para determinar o humor através da caligrafia

Uma equipa de cientistas estudou a biomecânica dos movimentos das mãos a escrever e a desenhar, e desenvolveu um método para avaliar as propriedades individuais da velocidade de escrita e da pressão do lápis no …

Quase seis mil denúncias de agressões sexuais em viagens da Uber nos EUA

A plataforma de transporte de passageiros Uber divulgou na quinta-feira um relatório, revelando quase seis mil denúncias de agressões sexuais a utilizadores, motoristas e terceiros nos Estados Unidos (EUA), em 2017 e 2018. No relatório de …

Polícia de Los Angeles vai usar dispositivo "ao estilo Batman" para prender suspeitos

A polícia de Los Angeles, nos Estados Unidos, vai adotar, no início do próximo ano, um novo dispositivo, conhecido como BolaWrap 100, que dispara um cinto de fibra sintética a uma velocidade de 200 metros …

Corriere dello Sport defende-se das acusações e garante ser "inimigo do racismo"

O jornal desportivo italiano Corriere dello Sport afirmou esta sexta-feira ser “inimigo do racismo”, defendendo-se das críticas motivadas pela manchete de quinta-feira, com o título “Black Friday” e ilustrada com os futebolistas negros Romelu Lukaku …

Alisadores e tintas para cabelo podem aumentar o risco de cancro da mama

Alisadores e tintas para cabelo são dois produtos comummente utilizados por mulheres. Um novo estudo sugere que estes podem aumentar o risco de cancro da mama, especialmente em mulheres negras. Muitos produtos capilares contêm compostos que …

Black Friday. Marca de cosméticos oferece por engano desconto de 96% e perde 10 milhões em duas horas

Uma falha no site oficial da marca de produtos cosméticos Foreo fez com que o seu artigo mais caro fosse vendido com um desconto de 96%, fazendo com que a empresa sueca perdesse 10 milhões …

Camisola usada por Pelé no seu último jogo foi vendida por 30 mil euros em leilão

Uma camisola usada por Pelé no seu último jogo com a seleção brasileira foi vendida por 30 mil euros num prestigiado leilão de objetos desportivos, realizado na quinta-feira em Turim, Itália. A camisola com o número …