Pichardo campeão olímpico

Ben Stansall / AFP

Pedro Pichardo campeão olímpico

Primeira medalha de ouro para Portugal nos Jogos Olímpicos de Tóquio, a quinta em toda a história do evento – e todas no atletismo.

5 de agosto, 5 medalhas de ouro para Portugal na história dos Jogos Olímpicos. Pedro Pablo Pichardo é o novo campeão olímpico do triplo salto. A primeira medalha de ouro para Portugal, nos Jogos Olímpicos de Tóquio, foi alcançada na madrugada desta quinta-feira, com a marca de 17.98 metros.

O atleta nascido em Cuba liderou sempre a final. A partir do momento em que realizou o seu primeiro salto, passou para a frente. A primeira marca de 17.61 metros até seria suficiente para bater a concorrência. Curiosamente, o segundo salto registou também 17.61 metros.

Ao terceiro salto, recorde nacional e título confirmado: 17.98 metros. E esse foi o último salto que contou.

O quarto foi nulo – Pichardo apercebeu-se logo e nem chegou a saltar para a caixa de areia. O campeão olímpico, depois de conversar com os juízes, dispensou o quinto salto. E o sexto, quando já se sabia quem era o vencedor, também foi nulo.

A margem para os restantes atletas foi clara: o segundo classificado, o chinês Yaming Zhu, ficou-se pelos 17.57 metros, quase meio metro de diferença. A medalha de bronze fica com o outro grande candidato ao título (além de Pedro Pichardo): Fabrice Zango, o atleta do Burquina Faso que chegou aos 17.47 metros. Logo a seguir, na quarta posição, ficou outro dos melhores atletas da atualidade, o norte-americano Will Claye, com a marca de 17.44 metros.

Pedro Pablo Pichardo tem 28 anos, naturalizou-se português em 2018, e este é o seu primeiro grande título internacional ao ar livre, enquanto sénior.

Melhor Portugal olímpico de sempre

Está assim confirmada a melhor prestação de sempre de Portugal em Jogos Olímpicos, no que diz respeito a número de medalhas: são agora quatro subidas ao pódio, depois da medalha de bronze de Jorge Fonseca, da prata de Patrícia Mamona e do bronze de Fernando Pimenta. O melhor registo anterior era de três medalhas numa edição: Los Angeles 1984 e Atenas 2004.

Pichardo é o quinto campeão olímpico português. Carlos Lopes, Rosa Mota, Fernanda Ribeiro e Nélson Évora foram os seus antecessores – todos no atletismo.

Fica também a novidade: a maratona era a única especialidade com duas medalhas de ouro para Portugal no currículo (Carlos Lopes e Rosa Mota), mas agora o triplo salto junta-se a essa lista restrita, graças aos dois últimos títulos – Nélson Évora em Pequim 2008 e Pedro Pichardo em Tóquio 2020.

Esta é a 27.ª medalha na história portuguesa nos Jogos Olímpicos: cinco de ouro, nove de prata e 13 de bronze.

Nuno Teixeira, ZAP //

PARTILHAR

7 COMENTÁRIOS

  1. Uma medalha importada de Cuba. Para Portugal também vale. Não tira o mérito ao Pichardo.
    Mas tira o mérito a Portugal, pois aqui faz-se muito pouco pelos atletas, poucas ou nenhumas condições para treino e pouco ou nenhum investimento.
    Só se investe nos políticos, que cada vez mais nos proporcionam menos qualidade governativa.

      • O Benfica é que foi contratá-lo à Alemanha, onde permanecia após competição representando o seu país, Cuba, ao qual se recusou a regressar, por comportamento político miserável do seu governo comunista.

      • Ou não… se calhar ele não é daqueles que fica à espera de milagres caídos do céu – como alguns “portugueses rafeiros” que nunca vão ganhar nada na vida…

  2. É conhecida a história de vida de Pichardo antes de da chegada a Portugal. A forma como chegou é um monumento à inteligência de um conjunto de pessoas, do Benfica, principalmente, da Federação e, seguramente, das autoridades desportivas do país. Mas há pormenores divertidos, por exemplo, Nelson Évora foi o principal responsável, sem querer, pela “captura” de Pichardo, quando por “melhores condições”, isto é, mais dinheiro, resolveu trocar o SLB pelo SCP. Esta parte da história não é muito conhecida, nada conveniente, mas explica a azia de Évora para com Pichardo.
    O recrutamento de Pichardo, nenhuma dúvida, envolveu um significativo esforço financeiro e que só fazia sentido se o moço pudesse competir por Portugal e só o poderia fazer sendo nacional do país, se o não fosse, nas competições internacionais continuaria a competir por Cuba e isso aconteceu, mesmo sendo já português.
    Em Tóquio, Pichardo demonstrou o óbvio do acerto da aposta desportiva e financeira de Portugal, um investimento com retorno garantido e como, ironicamente afirmou depois da medalha, “que estava escrito que seria Portugal a receber o melhor dele”. um ex-cubano que paga as suas dívidas. E, Tóquio poderia ter sido um momento único para o atletismo mundial, Pichardo estava em super forma, se tivesse tido a concorrência do melhor Taylor, o recordo do mundo poderia ter sido ultrapassado, tal a facilidade com que o cubano-português atingiu os 17,98 ao fim de três saltos. Pichardo fez os dois primeiros saltos a 17,61 e no terceiro acrescentou 37 centímetros. Com motivação e concorrência, sabe-se lá onde teria chegado, naquele momento tinha na cabeça e nas pernas o recorde do mundo. Ou perto da marca.

RESPONDER

As máquinas estão "muito longe" de serem mais inteligentes (mas muito perto de agir como pessoas)

A especialista em inteligência artificial Daniela Braga considera que as máquinas estão "muito longe" de substituírem totalmente os humanos ou serem mais inteligentes, mas estão "muito perto" de interagirem como as pessoas. "Acho que estamos muito …

Secreto e lucrativo, o mercado de venda de "fezes de cachalote" pode também ser violento

O âmbar cinza é altamente raro, mas também altamente valioso. Usada na indústria dos perfumes, o mercado deste material pode ser muito perigoso. Deixa na pele uma resina oleosa e tem um cheiro a tabaco, madeira, …

Empresa norueguesa garante que pode "parar" furacões antes que estes se tornam destrutivos

Especialistas ambientais advertem que o sistema de "cortina de bolhas" proposto pela empresa pode provocar efeitos indesejados. A OceanTherm, uma startup norueguesa, assegura que a sua nova tecnologia pode evitar que as tempestades tropicais se tornem …

Afeganistão: Familiares consideram "insuficientes" pedido de desculpas dos EUA

Familiares dos civis afegãos mortos por "engano" durante um ataque de um avião não tripulado 'drone' norte-americano no final de agosto em Cabul consideraram este sábado "insuficiente" o pedido de desculpas de Washington, numa entrevista …

Descoberta de pegadas fossilizadas em Espanha revela a existência de um "berçário" de elefantes

Pegadas fossilizadas foram encontradas numa praia no sul da Espanha e mostram o que pode ter sido o berçário de uma espécie extinta de elefantes. O local costeiro, situado na região de Huelva, estava normalmente coberto …

Morreu aos 98 anos o historiador, sociólogo e crítico de arte José-Augusto França

O historiador, sociólogo e crítico de arte José-Augusto França morreu este sábado, aos 98 anos, na casa de saúde de Jarzé, perto da cidade francesa de Angers, disse à Lusa a pintora Emília Nadal, sua …

Ventura: "Não vejo outra possibilidade senão a ministra da Saúde ou pedir desculpa ou ser afastada"

O Chega vai questionar formalmente o Governo pelo “facto de a ministra da Saúde ter utilizado um carro do Estado” para ir a uma ação de campanha no Porto na sexta-feira, anunciou este sábado André …

Ouvir 30 segundos de uma sonata de Mozart pode reduzir ataques de epilepsia

Ouvir a Sonata para Dois Pianos em Ré Maior (K448), de Wolfgang Amadeus Mozart, durante pelo menos 30 segundos, ajuda a reduzir a atividade elétrica cerebral associada à epilepsia resistente a medicação. Os resultados também sugerem …

Astrónomos resolvem mistério cósmico com 900 anos

Um mistério cósmico com 900 anos, em torno das origens de uma famosa supernova observada pela primeira vez na China no ano 1181, foi finalmente resolvido. Uma nova investigação, publicada dia 15 de setembro no The …

Bons hábitos alimentares podem reduzir a probabilidade de contrair covid-19

Um novo estudo indica que as pessoas que comem muitas frutas e vegetais podem ter menos probabilidades de contrair covid-19. Num pesquisa que envolveu 590 mil adultos, os investigadores descobriram que as pessoas que eram adeptas …