/

Pfizer diz que vacina é “segura” para crianças dos cinco aos 11 anos

1

Abir Sultan / EPA

A Pfizer/BioNTech anunciaram, esta segunda-feira, que a vacina é segura e parece gerar uma resposta imunitária robusta nas crianças dos cinco aos 11 anos.

Depois de um estudo com 2.268 participantes, a Pfizer/BioNTech anunciaram que a sua vacina contra a covid-19 é eficaz nas crianças dos cinco aos 11 anos.

Foi verificado “um perfil de segurança favorável e respostas robustas de anticorpos neutralizantes em crianças entre os cinco e os 11 anos de idade”, que receberam duas doses da vacina com 21 dias de intervalo, informa o comunicado.

A dose testada foi muito mais fraca do que a usada para pessoas com 12 anos ou mais – um terço da quantidade de cada injeção. No entanto, após a segunda dose, as crianças dos cinco aos 11 anos desenvolveram níveis de anticorpos ao coronavírus tão fortes como os adolescentes e adultos jovens.

De acordo com o Expresso, os resultados ainda não foram revistos por pares nem publicados numa revista científica, e devem ainda ser revistos pela Food and Drug Administration (FDA) antes de as crianças poderem ser inoculadas.

A Pfizer e a BioNTech tencionam pedir à FDA autorização para utilizar a vacina nas crianças destas faixas etárias ainda este mês.

Há muitos países à espera de evidências científicas para vacinar menores de 12 anos. Enquanto isso, Cuba tornou-se o primeiro país a vacinar as crianças mais novas, logo a partir dos dois anos, para tentar combater o aumento do número de casos de doença covid-19 grave e morte entre crianças.

  Liliana Malainho, ZAP //

1 Comment

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE