Pfizer vai entregar mais 10 milhões de doses da vacina à UE no 2.º trimestre

Abir Sultan / EPA

Ursula von der Leyen revelou esta terça-feira que a Pfizer/BioNTech vai assegurar uma entrega adicional de 10 milhões de doses da vacina contra a covid-19 no segundo trimestre deste ano.

A Comissão Europeia chegou a acordo com a Pfizer/BioNTech para garantir uma entrega adicional de 10 milhões de doses da vacina contra a covid-19 no segundo trimestre deste ano. No total, a fabricante vai fornecer 100 milhões de doses entre abril e junho.

A informação foi dada pela presidente da Comissão Europeia na rede social Twitter.

O acordo permite aos estados-membros ter uma maior margem de manobra e possivelmente vão poder “preencher lacunas nas entregas” das doses.

No total, entre abril e junho, a UE vai ter disponíveis 200 milhões de doses desta vacina.

Atualmente, são quatro as vacinas aprovadas pela Agência Europeia do Medicamento para uso em território europeu: BioNTech/Pfizer, Moderna, AstraZeneca e Janssen (grupo Johnson & Johnson).

De recordar que as autoridades de saúde portuguesas decidiram ontem suspender o uso da vacina da AstraZeneca contra a covid-19 por motivos de “precaução” e “saúde pública”.

Neste sentido, o processo de vacinação atrasa duas semanas e é interrompido o plano de vacinar professores e funcionários escolares já a partir deste fim de semana.

OMS discute vacina da AstraZeneca

Assim, o comité de especialistas da Organização Mundial da Saúde (OMS) para a segurança de vacinas reúne-se esta terça-feira para discutir a vacina.

O diretor-geral da OMS, Tedros Adhanom Ghebreyesus, disse na segunda-feira que o comité “está a rever os dados disponíveis” sobre a vacina AstraZeneca/Oxford e que assim se reunirá.

Esta reunião surge quando mais de uma dezena países europeus, incluindo Portugal, decidiram, por precaução, suspender a administração da vacina após relatos de aparecimento de coágulos sanguíneos e da morte de pessoas inoculadas.

Tedros Adhanom Ghebreyesu referiu que, apesar de não haver uma ligação entre a vacina e os casos reportados, “constitui boa prática investigá-los”, acrescentando que o comité de peritos da OMS para a segurança das vacinas “está em contacto estreito” com a Agência Europeia do Medicamento (EMA, na sigla em inglêss), que se reúne na quinta-feira para avaliar a vacina.

Na quinta-feira passada, o regulador europeu do medicamento indicou que não existem provas de um aumento de risco de coagulação sanguínea em pessoas vacinadas com este fármaco contra a covid-19.

Na segunda-feira, a EMA defendeu que “os benefícios” da vacina da AstraZeneca contra a covid-19 “superam os riscos de efeitos secundários”, garantindo ainda assim uma “análise rigorosa” às situações de formação de coágulos sanguíneos em vacinados.

“Enquanto a investigação está em curso, a EMA continua a considerar que os benefícios da vacina AstraZeneca na prevenção da covid-19, com o risco associado de hospitalização e morte [devido à pandemia], superam os riscos de efeitos secundários”, referiu o regulador europeu em nota de imprensa.

A OMS tem defendido que “não há razão para não usar esta vacina”.

O grupo farmacêutico anglo-sueco assegurou, por sua vez, não haver “qualquer prova da existência de um risco aumentado” de se verificarem coágulos sanguíneos causados pela sua vacina.

Ana Isabel Moura, ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Variante Lambda: o que saber sobre a nova mutação que preocupa as autoridades

Está a ter um foco mais circunscrito à América Latina, mas já houve dois casos desta mutação em Portugal. A OMS está atenta e de momento classifica a Lambda como uma variante de interesse. Foi inicialmente …

PSD força audição de Eduardo Cabrita sobre inquérito da IGAI

O PSD recorreu à figura da audição potestativa a que os partidos têm direito a usar regimentalmente para ouvir membros do Governo e entidades públicas.  O PSD requereu esta sexta-feira a audição parlamentar obrigatória do ministro …

Nuno Graciano "disponível" para acordo com Carlos Moedas

Nuno Graciano, candidato à Câmara Municipal de Lisboa pelo Chega, disse que há "condições" para conversar com Carlos Moedas, em caso de vitória do social-democrata. Em entrevista ao Diário de Notícias, Nuno Graciano, candidato do Chega …

Jogos Olímpicos: 4 modalidades estiveram em todas as edições

Curiosamente, em Tóquio também se vão estrear quatro modalidades (mais duas vertentes). Há desportos que só estiveram nos Jogos uma vez. Os Jogos Olímpicos Tóquio 2020 já arrancaram oficialmente. Depois do início de algumas modalidades, na …

Rússia "desconectada com sucesso" da Internet mundial em nova ronda de testes

A Rússia se "desconectou com sucesso" da rede mundial de Internet durante novos testes da sua tecnologia 'RuNet', informou o site de notícias RBC. De acordo com o site, que cita fontes não identificadas no setor …

Depois das cheias, Alemanha tem outra luta em mãos: limpar montanhas de lixo

Foram as cheias mais devastadoras da Alemanha nos últimos 60 anos, mas os problemas não acabaram com as chuvas. O país terá agora de lidar com montanhas de lixo, frigoríficos estragados e carros destruídos, amontoados …

Síndrome de Guillain-Barré apontada como efeito "muito raro" na vacina da Janssen

Infarmed justifica a decisão com os resultados da investigação feita pela Agência Europeia do Medicamento, iniciada após os reguladores norte-americanos terem dado o alerta para o "risco acrescido de se desenvolver uma condição neurológica rara …

Presidenciais. Tweets de Sara Sampaio e Barroco de Melo motivam abertura de inquérito no MP

Sara Sampaio e Eduardo Barroco de Melo fizeram publicações no Twitter, durante o período de reflexão para as últimas presidenciais, que serão agora investigadas pelo Ministério Público (MP). O Ministério Público (MP) abriu um inquérito para …

2,5% da população respondeu "não" ao SMS de agendamento

O coordenador do plano de vacinação contra a covid-19 revelou hoje que, no total, 2,5% da população respondeu ‘não’ à mensagem recebida para agendar a vacina e, quando houve mais filas, 2,7% faltaram à marcação. Henrique …

El Salvador pede prisão de ex-Presidente Salvador Sánchez Cerén por corrupção

Promotores de El Salvador emitiram um mandado de prisão contra o ex-Presidente Salvador Sánchez Cerén sob a acusação de peculato, lavagem de dinheiro e enriquecimento ilícito. O procurador-geral Rodolfo Delgado disse na quinta-feira que as acusações …