Linguagem anti-animal. PETA quer acabar com o pau e atirar o peixe ao gato

E se fosse proibido dizer “agarrar o touro pelos cornos”? A associação de defesa dos animais PETA quer eliminar da linguagem quotidiana expressões que ofendem várias espécies, dando alternativas de expressões pet-friendly.

Há várias expressões que envolvem animais usadas, muitas vezes inconscientemente, no nosso quotidiano. “Agarrar o touro pelos cornos” ou “matar dois coelhos de uma cajadada só” são exemplos comuns de como invocamos expressões animalescas em vão. Será um pecado?

Para a associação não-governamental para a defesa dos animais, sim. A PETA considera que este tipo de expressões e ditados são pouco simpáticos para os animais e, por esse motivo, pretende acabar com eles – ou matá-los de uma cajadada só.

A organização partilhou a sua intenção no Twitter, sublinhando que “as palavras importam” e que a linguagem também deve evoluir, acompanhando a evolução da compreensão da justiça social. Por esse motivo, a associação apresentou algumas alternativas a expressões comuns em inglês para evitar usar “linguagem anti-animal”.

“As palavras importam. E à medida que o nosso entendimento de justiça social evolui, a nossa linguagem evolui também. Vejamos como podemos remover o especissismo das nossas conversas diárias”, escreveu a PETA num tweet que rapidamente se tornou viral, dividindo as reações em três extremos: contestação, humor e manifestações de apoio.

Há alguns ditados que têm correspondência para português. A PETA sugere que em vez de se dizer “pegar o touro pelos cornos”, se diga “pegar nas flores pelos espinhos“, por exemplo. Além disso, em vez de se “matar dois pássaros [o equivalente aos coelhos em português] de uma cajadada só”, a PETA pede a substituição desta expressão por “alimentar dois pássaros com um scone“.

Segundo o Público, aproveitando a boleia, podemos adaptar uma infinidade de frases comuns na língua portuguesa. É o caso de “gato escaldado”, que poderá ser substituído por “gato esfriado”.

No entanto, esta alteração de expressões não é recente, nem sequer em Portugal. Pelo mesmo motivo que a associação invoca, já foram criadas alternativas a algumas músicas infantis. Para o popular “atirei um pau ao gato”, sugere-se que se atire um peixe ao felino.

Será o peixe a solução pet-friendly para esta popular música ou será um exagero considerar que o “pau” torna esta letra numa linguagem anti-animal? Nas redes sociais, o assunto já está a ser debatido. Por aqui, ficamos com a certeza de que, pelo menos nesta versão da música, o gato não passa fome.

LM, ZAP //

PARTILHAR

8 COMENTÁRIOS

  1. Respeito pelos animais, sem dúvida! SEMPRE!

    Mas mudar expressões linguísticas com séculos de existência, faz-me rir. Evidentemente já não têm mais nada para fazer em defesa do s animais….

  2. Vergonhoso a nova ditadura dos que fingem ser pessoas de bem mas umas , pessoas maldosas e invejosas , que tudo querem destruir, doa a quem doer. Tenham vergonha e percam tempo com outras coisas, olhem , vão semear batatas, vão roçar mato, ajudem as as pessoas frágeis. Tenham juizo !!!

  3. Por acaso eu e os meus amigos sempre aprendemos uma letra diferente que era de resto aquela que cantávamos. Em vez de gato considerávamos jafo. O resto era igual.

  4. colectivismo em acção….

    quanto mais se permite a esta gentinha mais querem.

    daqui a pouco não há linguagem, não poderemos comunicar uns com os outros….

    é uma mistura de “1984” e “admirável mundo novo”.

RESPONDER

Este casaco foi desenhado para nos ajudar a dormir em qualquer lado

A britânica Vollebak lançou um casaco, inspirado nos astronautas, que facilita a ideia de poder dormir, literalmente, em qualquer lado. A pensar em todas aquelas pessoas que gostam de fazer uma sesta ou outra, independentemente do …

DJ Juice WRLD morre aos 21 anos

A estrela do hip-hop norte-americano Juice WRLD faleceu este domingo (8), depois de sofrer convulsões no Aeroporto de Midway, em Chicago, avança o TMZ. O rapper tinha feito 21 anos a 2 de dezembro. De acordo …

"A Favorita" arrebata prémios do cinema europeu

O filme "A Favorita", do realizador grego Yorgos Lanthimos, arrecadou oito prémios da Academia de Cinema Europeu, numa cerimónia realizada em Berlim. "A Favorita" conquistou, entre outros, os prémios de Melhor Filme Europeu, Melhor Comédia, Realização …

Belenenses 1-1 Porto | "Dragão" escorrega e deixa fugir líder

O FC Porto não foi além de um empate na visita ao Jamor, ante o Belenenses. André Santos abriu as “hostilidades” e Alex Telles, na marcação de uma grande penalidade, fixou o resultado final. Com esta …

Caligrafia desleixada de Isabel I denuncia-a como a tradutora anónima de um livro romano

A rainha Isabel I de Inglaterra foi identificada como a tradutora anónima do livro "Anais" de Tácito. As idiossincrasias da sua caligrafia acabaram por ser fundamentais para a descoberta. Na análise a uma tradução de século …

Hashtags políticas como #MeToo tornam as pessoas menos propensas a acreditar em notícias

Tendem a passarem despercebidas, mas as hashtags são mais importantes do que julgamos. A questão que se impõe é: serão benéficas para a saúde democrática da Internet? Uma hashtag (#) é uma marca funcional, amplamente usada …

Sporting 1-0 Moreirense | "Leão" resolve à cabeçada

O Sporting regressou às vitórias na Liga NOS, embora não sem sentir algumas dificuldades, em especial no ataque. Os "leões" bateram o Moreirense por 1-0, numa partida em que remataram muito (28, máximo na Liga até …

Orçamento do Estado. "Sentido de voto do BE está completamente em aberto"

A coordenadora do BE afirmou, este domingo, que o sentido de voto do partido sobre o Orçamento do Estado para 2020 está "completamente em aberto", desejando que o Governo socialista atenda às reivindicações bloquistas. "Fizemos uma …

João Cotrim Figueiredo eleito presidente da Iniciativa Liberal com 96% dos votos

João Cotrim Figueiredo foi eleito, este domingo, presidente da Comissão Executiva da Iniciativa Liberal, uma candidatura única que recolheu 96% dos votos na III Convenção Nacional do partido. A III Convenção Nacional do partido decorre hoje …

Inteligência artificial decifra manuscrito que pode mudar história da Austrália

A Terra Australis Incognita, hoje conhecida como Austrália, foi descrita por um jesuíta espanhol quase cem anos antes da descoberta em 1770 pelo marinheiro britânico James Cook, segundo um manuscrito decifrado através de inteligência artificial. A …