Sim, as pessoas ficam mais bonitas quando estamos bêbados

Uma investigação acaba de provar a teoria dos “óculos de cerveja”: depois de ingerirmos álcool, as outras pessoas tornam-se mais atraentes para nós.

Uma equipa de investigadores da Edge Hill University, no Reino Unido, resolveu investigar o peculiar fenómeno dos “óculos de cerveja” e descobriu que o efeito é mesmo real.

Para a investigação, cujos resultados foram recentemente publicados na Psychology of Addictive Behaviors, os cientistas pediram a clientes de um bar perto da universidade britânica para avaliar fotografias de diferentes pessoas, umas consideradas mais atraentes do que outras.

O estudo revelou que os voluntários sóbrios salientavam as fotografias das pessoas mais atraentes, enquanto que os participantes bêbados revelavam o mesmo interesse por todo o tipo de pessoas.

Rebecca Monk, principal autora do estudo, citada pelo IFL Science, apontou que a grande maioria das investigações sobre os efeitos do álcool é realizada em laboratórios que não são “o mundo real”, o que pode afetar os resultados.

“Pesquisas anteriores sobre o fenómeno dos ‘óculos de cerveja’ produziram resultados inconsistentes e limitaram-se a perguntar diretamente às pessoas o quão atrativo consideravam os outros”, disse.

“Os rostos atraentes são capazes de desviar a atenção da tarefa em questão, mas a nossa pesquisa sugere que o álcool tem a capacidade de diminuir esse efeito”, prosseguiu a investigadora. Os cientistas ressaltam o facto de, na mais recente investigação, os participantes estarem levemente bêbados, “o que sugere que um baixo nível de álcool é o suficiente para que as pessoas coloquem os ‘óculos de cerveja'”.

“A maioria das pessoas já ouviu falar do efeito ‘óculos de cerveja’, e a nossa pesquisa soma-se ao conjunto de evidências que mostram que existe alguma verdade nesta sabedoria anedótica”, acrescentou o co-autor do estudo, Derek Heim.

Estudos anteriores já haviam comprovado que, quando bebemos álcool, a nossa inibição diminui, ajudando-nos a relaxar. As mesmas pesquisas também sugeriram que o álcool reduz a habilidade de identificar assimetria nos rostos dos outros, tornando-nos assim menos exigentes quanto ao aspeto físico.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

As máquinas estão "muito longe" de serem mais inteligentes (mas muito perto de agir como pessoas)

A especialista em inteligência artificial Daniela Braga considera que as máquinas estão "muito longe" de substituírem totalmente os humanos ou serem mais inteligentes, mas estão "muito perto" de interagirem como as pessoas. "Acho que estamos muito …

Secreto e lucrativo, o mercado de venda de "fezes de cachalote" pode também ser violento

O âmbar cinza é altamente raro, mas também altamente valioso. Usada na indústria dos perfumes, o mercado deste material pode ser muito perigoso. Deixa na pele uma resina oleosa e tem um cheiro a tabaco, madeira, …

Empresa norueguesa garante que pode "parar" furacões antes que estes se tornam destrutivos

Especialistas ambientais advertem que o sistema de "cortina de bolhas" proposto pela empresa pode provocar efeitos indesejados. A OceanTherm, uma startup norueguesa, assegura que a sua nova tecnologia pode evitar que as tempestades tropicais se tornem …

Afeganistão: Familiares consideram "insuficientes" pedido de desculpas dos EUA

Familiares dos civis afegãos mortos por "engano" durante um ataque de um avião não tripulado 'drone' norte-americano no final de agosto em Cabul consideraram este sábado "insuficiente" o pedido de desculpas de Washington, numa entrevista …

Descoberta de pegadas fossilizadas em Espanha revela a existência de um "berçário" de elefantes

Pegadas fossilizadas foram encontradas numa praia no sul da Espanha e mostram o que pode ter sido o berçário de uma espécie extinta de elefantes. O local costeiro, situado na região de Huelva, estava normalmente coberto …

Morreu aos 98 anos o historiador, sociólogo e crítico de arte José-Augusto França

O historiador, sociólogo e crítico de arte José-Augusto França morreu este sábado, aos 98 anos, na casa de saúde de Jarzé, perto da cidade francesa de Angers, disse à Lusa a pintora Emília Nadal, sua …

Ventura: "Não vejo outra possibilidade senão a ministra da Saúde ou pedir desculpa ou ser afastada"

O Chega vai questionar formalmente o Governo pelo “facto de a ministra da Saúde ter utilizado um carro do Estado” para ir a uma ação de campanha no Porto na sexta-feira, anunciou este sábado André …

Ouvir 30 segundos de uma sonata de Mozart pode reduzir ataques de epilepsia

Ouvir a Sonata para Dois Pianos em Ré Maior (K448), de Wolfgang Amadeus Mozart, durante pelo menos 30 segundos, ajuda a reduzir a atividade elétrica cerebral associada à epilepsia resistente a medicação. Os resultados também sugerem …

Astrónomos resolvem mistério cósmico com 900 anos

Um mistério cósmico com 900 anos, em torno das origens de uma famosa supernova observada pela primeira vez na China no ano 1181, foi finalmente resolvido. Uma nova investigação, publicada dia 15 de setembro no The …

Bons hábitos alimentares podem reduzir a probabilidade de contrair covid-19

Um novo estudo indica que as pessoas que comem muitas frutas e vegetais podem ter menos probabilidades de contrair covid-19. Num pesquisa que envolveu 590 mil adultos, os investigadores descobriram que as pessoas que eram adeptas …