Peregrinos em Meca proibidos de tocar ou beijar a Caaba por causa da covid-19

Os muçulmanos que vão participar na peregrinação a Meca não poderão tocar ou beijar a Caaba nem a “pedra negra”, presentes na Grande Mesquita, local considerado como um dos mais sagrados pelo Islão, informaram as autoridades da Arábia Saudita.

Além de evitar tocar ou beijar a Caaba – construção em forma de cubo que tem incrustada a “pedra negra”, que os muçulmanos consideram um pedaço retirado do paraíso -, os peregrinos encontrarão cercas e barreiras de segurança, de acordo com a agência de notícias SPA, citada pela agência Lusa.

Com essas medidas, o Centro Saudita de Controlo e Prevenção de Doenças tentará impedir que as pessoas se aproximem do local e mantenham uma distância de segurança de pelo menos um metro e meio enquanto circulam ao redor do cubo.

Também haverá postos de controlo em todas as entradas de Meca, incluindo nas paragens de autocarros e no pátio da mesquita, para medir a temperatura de todos os fiéis, que também precisam usar máscara durante o ritual.

Os “casos suspeitos” de covid-19 devem passar por uma avaliação médica antes que possam fazer a peregrinação, embora possam fazê-lo em grupos especiais. As autoridades também permitirão orações em grupo, sob rigorosas medidas preventivas, mas removerão todos os tapetes da Grande Mesquita de Meca para que cada fiel use o seu próprio tapete.

O governo da Arábia Saudita anunciou em 22 de junho que este ano apenas um número limitado de residentes do país poderá fazer a peregrinação a Meca, para que “o ritual seja seguro” e “cumpra as medidas preventivas”, pelo que os estrangeiros não poderão viajar para o país.

As autoridades sauditas estimam em “milhares” o número de peregrinos que irão a Meca para o “haje” – peregrinação a Meca, considerada como um dos cinco pilares do islamismo -, em comparação com quase 2,5 milhões que o fizeram no ano passado.

A Arábia Saudita tem mais de 209 mil casos registados e ainda mais de 1.900 óbitos causados pela covid-19. A pandemia já provocou mais de 531 mil mortos e infetou mais de 11,3 milhões de pessoas em 196 países e territórios, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

// Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

"A bitcoin vai criar a paz mundial"

A rainha das moedas digitais, se não construir a paz no planeta, vai ajudar na pacificação entre os seres humanos. É a opinião de Jack Dorsey. É o centro de atenções de muitos investidores, é o …

"Burrolandia". Parque temático de burros no México está a tentar salvar estes animais

Um parque temático de burros no México serve de santuário a estes animais que estão aos poucos a desaparecer no país. "O burro ajudou o homem por muito tempo. É hora de retribuirmos o favor", …

Uma mão robótica que joga Super Mario Bros na Nintendo? Sim, existe

Uma equipa de investigadores da Universidade de Maryland, nos Estados Unidos, imprimiu em 3D peças para criar uma mão robótica capaz de jogar Super Mario Bros na Nintendo.  A mão robótica é totalmente montada com circuitos …

"Narco Drones" apanhados a entregar drogas numa prisão chilena

Reclusos e cúmplices no exterior estão a usar drones para contrabandear droga para a prisão mais antiga do Chile. As autoridades chilenas descobriram que o esquema de contrabando tinha como objetivo transportar drogas para a Ex …

Erupção do vulcão Etna causa problemas económicos na Sicília

Nos últimos meses, o vulcão Etna tem estado em constante erupção e o custo de limpeza das cinzas está a deixar muitas cidades da Sicília à beira da falência. O vulcão Etna – um dos mais …

Argentina cria documento de identidade para pessoas não binárias

O Presidente da Argentina anunciou, esta semana, que o país tem um novo documento de identidade para incluir pessoas não binárias. É o primeiro país da América Latina a fazê-lo. De acordo com o chefe de …

Costa diz que Portugal vai ter "o dobro" de fundos comunitários para investir

O primeiro-ministro afirmou, este sábado, que Portugal vai contar, nos próximos sete anos, com "o dobro" de fundos comunitários para investimento, considerando que esta "é uma oportunidade única" que não pode ser desperdiçada. "Vamos ter a …

Chinesa morre após salvar a filha de deslizamento de terra. Bebé esteve 24 horas nos escombros

Uma mulher morreu após salvar o seu bebé quando um deslizamento de terra e uma forte inundação atingiram a sua casa na China, revelam as equipas de resgate. Como noticia a BBC, a bebé foi resgatada …

Caso Ihor. IGAI pede expulsão do ex-diretor de fronteiras do SEF

A Inspeção-Geral da Administração Interna (IGAI) já entregou ao ministro Eduardo Cabrita o relatório final do processo disciplinar contra o inspetor coordenador do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) António Sérgio Henriques, que propõe a …

Chuvas torrenciais fazem mais de uma centena de mortos na Índia

Pelo menos 136 pessoas morreram na Índia, em consequência de chuvas torrenciais que assolaram o país e causaram fortes enchentes e deslizamentos de terra, enterrando casas e submergindo ruas. Numa altura em que as alterações climáticas …