Perda de habitat pode aumentar doenças que passam de animais para humanos, prevê ONU

Um novo relatório da Organização das Nações Unidas (ONU) alertou que podem surgir mais doenças que passam de animais para humanos, como a covid-19, à medida que os habitats são devastados pela exploração da vida selvagem, práticas agrícolas insustentáveis ​​e mudanças climáticas.

Esses agentes patogénicos, conhecidos como doenças zoonóticas – como o ébola, o MERS, o VIH e o vírus do Nilo Ocidental -, têm aumentado devido à ação dos humanos sob os habitats naturais, de acordo com o relatório do Programa Ambiental da ONU (PNUMA), divulgado na segunda-feira e citado pela NPR.

“Intensificamos a agricultura, expandimos a infraestrutura e extraímos recursos às custas dos nossos espaços selvagens”, indicou o diretor executivo do PNUMA, Inger Andersen. A ciência mostra “que, se continuarmos a explorar a vida selvagem e a destruir os nossos ecossistemas, podemos esperar um fluxo constante dessas doenças que passam de animais para humanos nos próximos anos”.

Investir na pesquisa de doenças zoonóticas, continuou Inger Andersen, permitiria ao mundo “avançar no jogo, impedindo o tipo de paralisação global que vimos”.

O novo relatório recomenda que os governos adotem uma abordagem coordenada de “Saúde Única”, reunindo especialistas em saúde pública, veterinária e ambiental para combater os surtos de doenças zoonóticas.

“As pessoas olham para a pandemia de gripe de 1918 e pensam que esses surtos de doenças ocorrem apenas uma vez num século”, disse Maarten Kappelle, chefe de avaliações científicas do PNUMA. “Mas não é verdade. Se não restabelecermos o equilíbrio entre o mundo natural e o humano, os surtos se tornarão cada vez mais predominantes”.

A demanda global por carne aumentou 260% no último meio século, exacerbando o problema, referiu Andersen.

Alguns animais, como roedores, morcegos, carnívoros e primatas não humanos, são mais propensos a abrigar doenças zoonóticas, com o gado a agir como uma ponte para a transmissão entre os hospedeiros e os humanos, apontou o relatório.

Enquanto isso, em algumas das regiões mais pobres do mundo, as doenças zoonóticas endémicas associadas ao gado causam mais de dois milhões de mortes por ano. No entanto, África – que respondeu com sucesso a uma série de epidemias zoonóticas, como o ébola -, pode ser um local para encontrar soluções de controle de surtos de doenças homem-animal no futuro, acrescentou o documento.

“Para evitar surtos futuros, os países precisam conservar os habitats selvagens, promover a agricultura sustentável, fortalecer os padrões de segurança alimentar, monitorizar e regular os mercados de alimentos, investir em tecnologia para identificar riscos e conter o comércio ilegal de animais selvagens”, frisou o secretário-geral da ONU, António Guterres.

  ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

A praia de Katoku, no Japão.

Praia intocada no Japão é uma das últimas do país. A sua pureza está a ser violada

A praia em Katoku, no Japão, é parte do Património Mundial da UNESCO. A construção de um paredão está a dividir a população local. Nesta praia cercada por montanhas em Katoku, no Japão, quase não há …

"Amazónia está próxima do ponto de não retorno", alerta ex-ministra brasileira

Ex-ministra brasileira do Meio Ambiente alertou, este sábado, para a aproximação da Amazónia de uma catástrofe ambiental de proporções planetárias, durante um evento da Universidade Estadual da Califórnia, Santa Bárbara (UCSB). "A Amazónia já está próxima …

Estátuas usadas num jardim eram, afinal, relíquias egípcias com milhares de anos

Duas estátuas de pedra, usadas durante muito tempo como simples decoração de jardim, foram vendidas por cerca de 230 mil euros, depois de se ter chegado à conclusão que eram, afinal, relíquias egípcias com milhares …

Pandora Papers são "embaraço também para Portugal". Caso vai ser analisado pelo Fisco

O secretário de Estado dos Assuntos Fiscais garantiu que, tal como já aconteceu noutros casos deste género, os Pandora Papers vão ser analisados pela Autoridade Tributária. No início de outubro, uma nova investigação do Consórcio Internacional …

Gonçalo Esteves, Sporting

"Gonçalo Esteves é o futuro do Sporting". Adeptos rendidos ao ex-portista de 17 anos

O lateral-direito Gonçalo Esteves, de apenas 17 anos, estreou-se na equipa principal do Sporting, no jogo da Taça de Portugal contra o Belenenses, e o treinador Ruben Amorim diz que é "o futuro" do clube. …

Portugal regista mais 10 mortes e 612 novos casos de covid-19

Portugal registou, este sábado, mais 10 mortes e 612 casos de infeção pelo novo coronavírus, segundo o último boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). De acordo com o último boletim da DGS, dos 612 novos …

Toda a herança de Rendeiro foi para o "rei dos táxis". MP investiga presidente da ANTRAL e o filho motorista

O Ministério Público está a investigar o ex-motorista de João Rendeiro e o seu pai, o presidente da ANTRAL, a maior associação de táxis portuguesa. Em causa estão suspeitas de lavagem de dinheiro quando se …

Depois do polémico golo de Mbappé, UEFA pondera mudar regra do fora de jogo

A UEFA defendeu uma reformulação da regra do fora de jogo, depois do polémico golo de Kylian Mbappé que, no último domingo, deu a vitória a França na final da Liga das Nações. Apesar da polémica, …

Nova deputada do PSD condenada por falsificação de documento

A nova deputada do PSD, que toma posse na Assembleia da República na próxima terça-feira, já foi condenada por falsificação de documento há dois anos. Segundo avança o Jornal de Notícias, Eugénia Duarte vai substituir Carla …

Presidente avisou partidos sobre cenário de eleições antecipadas: "Se tiver de ser, é"

Em caso de chumbo do Orçamento do Estado para 2022 (OE2022), o Presidente da República prefere não perder tempo e "matar o mal pela raiz". Findas as audiências com os partidos no Palácio de Belém, a …