Pequim está a afundar-se (literalmente)

A capital chinesa, Pequim, é mais conhecida pelo seu absurdo nível de poluição atmosférica e por ocasionais tempestades de areia. Mas a sua maior ameaça ambiental encontra-se na realidade no subsolo: a cidade está a afundar-se.

A excessiva extracção de água dos lençóis subterrâneos de Pequim está a provocar um colapso geológico do subsolo da cidade, cuja secagem está a provocar a compactação e abatimento do terreno urbano.

A situação é agravada pela excessiva construção de arranha-céus, cuja magnitude e número começam a fazer sentir o seu peso no solo da cidade, que assiste a um boom imobiliário desde a década de 90.

Segundo o jornal britânico The Guardian, toda a cidade está a afundar-se, mas o efeito é mais significativo em Chaoyang, o bairro financeiro da capital chinesa, que está a afundar 11 cm por ano.

O fenómeno, que coloca em risco os mais de 20 milhões de habitantes da cidade, foi descrito num estudo publicado este mês na revista científica Remote Sensing,

A equipa de investigadores usou dados do InSAR, um sistema especial de radar que usa imagens de satélite para avaliar os níveis de deformação da superfície terrestre e monitorizar possíveis desastres naturais como terramotos e deslizamentos de terras.

O engenheiro espanhol Roberto Tomas e os cientistas chineses Li Xiaojuan e Chen Mi, três dos autores do estudo, explicaram ao The Guardian que Pequim está localizada sobre uma planície seca, cujo lençol freático se acumulou ao longo de milénios.

“À medida que a água é bombeada, o lençol freático diminui e o solo comprime-se, diminuindo de volume, como se fosse uma esponja seca“, explicam os cientistas.

“Estamos agora a fazer uma análise detalhada do impacto do afundamento do solo na planície de Pequim — por exemplo, na infra-estrutura ferroviária crítica da cidade”, adiantam os investigadores.

Segundo o jornal espanhol El Mundo, o afundamento de Pequim foi documentado pela primeira vez em 1935, e desde então diversos estudos relacionaram o colapso das terras com a bombagem de água do subsolo.

Um desses estudos, em 2015, recomendava mesmo que mesmo que, para evitar possíveis impactos dramáticos – como descarrilamentos de comboios – fosse proibida a construção de poços de água nas proximidades das linhas de caminho de ferro.

Mas essa é uma recomendação muito difícil de implementar numa região que atravessa uma grave crise hídrica e cuja população sofre com a escassez do precioso líquido que corre sob os seus pés.

AJB, ZAP

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. A China, pagará um preço muito elevado, por toda a poluição que tem causado, quer ao nível gasoso, quer sólido, como é bem conhecido. E assim certamente acontecerá.

  2. A estupidez de se construírem cidades monstras em vez de se distribuir a população pelo território, pelo menos parecem ter sido inteligentes no controlo da população pois o planeta não poderá suportar um aumento constante da mesma sob a pena de extinção da humanidade se se continuar pelo mesmo caminho trilhado até aqui.

RESPONDER

Adolescente italiana libertada depois de matar pai abusivo. Autoridades alegaram legítima defesa

Uma adolescente italiana que matou o seu pai abusivo foi libertada da prisão domiciliária que as autoridades lhe tinham imposto depois de os promotores considerarem que a jovem agiu em legítima defesa. De acordo com …

Asteróide gigante com lua própria vai passar muito próximo da Terra este sábado

Um asteróide com sua própria "lua" potencialmente perigoso passará este sábado no ponto mais próximo em relação ao nosso planeta pela primeira vez desde que foi descoberto em 1999. Segundo o portal Cnet, trata-se de um …

Adolescente encontra (por acaso) mandíbula de um mastodonte com 34 mil anos

Enquanto procurava relíquias do período neolítico, uma estudante fez uma descoberta surpreendente: encontrou uma mandíbula de um mastodonte com 34 mil anos. Uma adolescente do estado norte-americano de Iowa encontrou uma mandíbula de um mastodonte com …

Encontrado o navio que transportou os últimos escravos africanos para os EUA. Estava num rio

Afundado há 160 anos, um navio emergiu do fundo das águas de um rio do Alabama para contar a história dos últimos escravos africanos nos Estados Unidos. O Clotilda terá sido o último navio de sempre …

Banca. Aumento das comissões é "inevitável"

A diretora-geral da Associação Portuguesa de Bancos disse esta sexta-feira ser "inevitável" que se verifique um aumento do peso relativo das comissões no produto bancário, assinalando que o próprio Banco Central Europeu tem reconhecido …

Presidente do PSG indiciado por corrupção ativa

O presidente do Paris Saint-Germain, Nasser Al-Khelaïfi, foi indiciado por corrupção ativa num âmbito de um processo judicial que investiga suspeitas relativas à atribuição da organização dos Mundiais de Atletismo a Doha, no Qatar. De acordo com …

Incêndios: Governo decreta Situação de Alerta até 30 de maio

O território continental está desde as 20:00 desta sexta-feira e até às 23:59 de 30 de maio, quinta-feira, em Situação de Alerta, devido às previsões meteorológicas que “apontam para um significativo agravamento do risco de …

Vivia numa habitação social. De repente, herdou uma propriedade de 50 milhões

Um teste de ADN mudou a vida de Jordan Rogers para sempre. O britânico, de 31 anos, promete tentar ajudar outras pessoas que vivem na situação que ele próprio sentiu na pele. Jordan Rogers trabalhava como …

Terramoto no Bernabéu. Sergio Ramos pode estar de saída

Sergio Ramos, central e capitão do Real Madrid, pode estar prestes a abandonar emblema espanhol, avança a imprensa internacional esta sexta-feira. De acordo com a A Marca, na origem da eventual saída estará uma acesa discussão que …

Já há data para o lançamento do novo livro da saga A Guerra dos Tronos

A série terminou no passado fim-de-semana, mas o fenómeno de A Guerra dos Tronos continua a fervilhar. O autor da saga que inspirou a série, George R. R. Martin, revelou agora que o próximo livro …