Pequim está a afundar-se (literalmente)

A capital chinesa, Pequim, é mais conhecida pelo seu absurdo nível de poluição atmosférica e por ocasionais tempestades de areia. Mas a sua maior ameaça ambiental encontra-se na realidade no subsolo: a cidade está a afundar-se.

A excessiva extracção de água dos lençóis subterrâneos de Pequim está a provocar um colapso geológico do subsolo da cidade, cuja secagem está a provocar a compactação e abatimento do terreno urbano.

A situação é agravada pela excessiva construção de arranha-céus, cuja magnitude e número começam a fazer sentir o seu peso no solo da cidade, que assiste a um boom imobiliário desde a década de 90.

Segundo o jornal britânico The Guardian, toda a cidade está a afundar-se, mas o efeito é mais significativo em Chaoyang, o bairro financeiro da capital chinesa, que está a afundar 11 cm por ano.

O fenómeno, que coloca em risco os mais de 20 milhões de habitantes da cidade, foi descrito num estudo publicado este mês na revista científica Remote Sensing,

A equipa de investigadores usou dados do InSAR, um sistema especial de radar que usa imagens de satélite para avaliar os níveis de deformação da superfície terrestre e monitorizar possíveis desastres naturais como terramotos e deslizamentos de terras.

O engenheiro espanhol Roberto Tomas e os cientistas chineses Li Xiaojuan e Chen Mi, três dos autores do estudo, explicaram ao The Guardian que Pequim está localizada sobre uma planície seca, cujo lençol freático se acumulou ao longo de milénios.

“À medida que a água é bombeada, o lençol freático diminui e o solo comprime-se, diminuindo de volume, como se fosse uma esponja seca“, explicam os cientistas.

“Estamos agora a fazer uma análise detalhada do impacto do afundamento do solo na planície de Pequim — por exemplo, na infra-estrutura ferroviária crítica da cidade”, adiantam os investigadores.

Segundo o jornal espanhol El Mundo, o afundamento de Pequim foi documentado pela primeira vez em 1935, e desde então diversos estudos relacionaram o colapso das terras com a bombagem de água do subsolo.

Um desses estudos, em 2015, recomendava mesmo que mesmo que, para evitar possíveis impactos dramáticos – como descarrilamentos de comboios – fosse proibida a construção de poços de água nas proximidades das linhas de caminho de ferro.

Mas essa é uma recomendação muito difícil de implementar numa região que atravessa uma grave crise hídrica e cuja população sofre com a escassez do precioso líquido que corre sob os seus pés.

AJB, ZAP

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. A China, pagará um preço muito elevado, por toda a poluição que tem causado, quer ao nível gasoso, quer sólido, como é bem conhecido. E assim certamente acontecerá.

  2. A estupidez de se construírem cidades monstras em vez de se distribuir a população pelo território, pelo menos parecem ter sido inteligentes no controlo da população pois o planeta não poderá suportar um aumento constante da mesma sob a pena de extinção da humanidade se se continuar pelo mesmo caminho trilhado até aqui.

RESPONDER

Enfermeiros querem angariar um total de 700 mil euros para financiar greve

Na greve em curso, os enfermeiros angariaram 300 mil euros, conseguindo mesmo ultrapassar o objetivo ao recolherem 360 mil euros até 22 de novembro. Para uma nova greve estabeleceram a meta de 400 mil euros …

Roménia quer adotar o euro até 2024

A Roménia espera adotar o euro até 2024 e pretende contribuir durante a sua presidência da União Europeia, que começa a 1 de janeiro, para reduzir as distâncias entre antigos e novos membros. "O nosso objetivo …

Há risco de irrealismo no preço das casas em Lisboa e Porto, alerta a Moody's

A Moody's prevê que os preços das casas continuem a subir em Portugal, mas adianta que em algumas zonas os aumentos não foram normais. De acordo com a agência de rating Moody's, os preços das casas …

PSD quer cortar metade do IRS dos senhorios nos contratos com mais de 10 anos

O PSD leva esta quinta-feira à Assembleia da República dez projetos-lei sobre habitação e arredamento. Um dos projetos que vai a votos propõe que se reduza a taxa de IRS para senhorios em metade nos …

Antiga Feira Popular dá "jackpot" à Câmara de Lisboa. Medina quer gastar em casas acessíveis

A Câmara de Lisboa arrecadou esta quarta-feira mais 85,5 milhões do que estimava no leilão dos terrenos de Entrecampos, dinheiro que será investido em habitação a custos acessíveis, adiantou o presidente, Fernando Medina "O resultado desta …

Um cometa verde vai passar pela Terra na segunda-feira (e qualquer pessoa vai poder vê-lo)

A cada 5,4 anos, o cometa 46P/Wirtanen orbita o Sol, passando pelos céus da Terra durante o caminho. Este ano, a sua visita é este mês. Geralmente, o cometa 46P/Wirtanen está demasiado longe para o podermos …

May consegue adiar a sua queda, mas não tira o Brexit da corda bamba

Mais de treze horas de incerteza em que o coração de Theresa May voltou a bater depressa demais. A primeira-ministra sobreviveu à moção de censura, mas tem pela frente mais um osso duro de roer: …

Ministra da Saúde reage às demissões no D. Estefânia (e acaba por criticar a sua secretária de Estado)

A ministra da Saúde, Marta Temido, assumiu esta quarta-feira que o Hospital pediátrico D. Estefânia é “uma das jóias da coroa” e não pode ser desfalcado, mas lembrou que “não abundam pediatras no país” e …

Sócios do Sporting vão decidir em AG se Bruno de Carvalho continua suspenso

Os sócios do Sporting vão decidir no sábado em Assembleia Geral se Bruno de Carvalho vai permanecer suspenso, na apreciação do recurso do ex-presidente do clube. Da ordem de trabalho para a reunião magna, marcada para …

CDS cola Governo de Costa a Sócrates. "Um país a cair aos pedaços"

O CDS-PP "colou" nesta quarta-feira vários ministros de António Costa ao Governo de José Sócrates, responsabilizando-os pelos problemas financeiros que dificultam a recuperação de infraestruturas de "um país a cair aos pedaços". "As infraestruturas públicas estão, …