Penalties são uma questão de sorte? Estudo português diz que não

Miguel A. Lopes / Lusa

Rui Patrício defendeu o penalty que deu o apuramento de Portugal para as meias-finais do Euro 2016 frente à Polónia

Rui Patrício defendeu o penalty que deu o apuramento de Portugal para as meias-finais do Euro 2016 frente à Polónia

Cristiano Ronaldo coloca a bola na marca fatal e distancia-se da bola, o guarda-redes não sabe para onde é que o craque vai chutar. Ou será que sabe? Um grupo de investigadores portugueses garante ter desenvolvido um algoritmo que acaba com o mito de que os penalties são uma questão de sorte.

O projeto de inteligência competitiva no desporto, que ainda não tem nome, começou a ser testado durante a Taça das Confederações – competição na qual a seleção portuguesa foi eliminada nas meias-finais pelo Chile, precisamente nos penalties – para aperfeiçoar o algoritmo, e até agora “deu resultados muito bons”, disse à EFE o coordenador do estudo, Alexandre Real.

A ideia surgiu durante o Euro 2016, disputado em França, no qual o investigador, especialista em liderança e gestão de equipas, trabalhou como comentador num programa de rádio, durante o jogo dos quartos-de-final em que Portugal derrotou a Polónia na disputa de penalties.

O investigador começou a perguntar-se sobre como os técnicos preparavam as equipas para esta parte do jogo: “Era feito através do ‘chutómetro’, com vídeos e a intuição do guarda-redes”, explica Real.

A partir daí, o investigador decidiu realizar um projeto para desenvolver uma ferramenta que, com base científica, permitiria aos técnicos preparar os seus guarda-redes para melhorar a eficiência nesse quesito.

Com a coordenação científica de João Fialho, professor da American University of Middle East, o grupo de investigadores reuniu milhares de vídeos de penalties numa base de dados para criar um algoritmo que permitisse prever o comportamento dos jogadores nesses lances.

“Agora mesmo está em 80%, antes do final do ano vai estar desenvolvido a 100%”, detalhou Real, garantindo que até ao momento não existia nenhum algoritmo deste tipo no mundo do futebol.

O projeto conta com dados das principais competições, como a Liga dos Campeões, o Mundial, o Euro e os campeonatos nacionais de países como Espanha, Portugal, Inglaterra e Itália, e já permitiu obter resultados concretos.

“Chegámos à conclusão de que Cristiano Ronaldo é mais eficiente do que Messi nos penalties, ainda que tenha um ponto fraco: bater no meio da baliza”, revelou o coordenador do projeto.

O atacante português converte 83% das penalidades máximas que tenta: 89% à direita do guarda-redes e 85% à esquerda, mas apenas 58% dos chutos são no meio da baliza.

Há sempre um conjunto de vícios que todos os jogadores têm conforme o lado em que batem o penalti. Por exemplo, há um jogador da seleção do Chile que faz sempre um certo tipo de simulação quando vai bater no lado direito e outra diferente quando vai para o esquerdo”, apontou Real, sem revelar o nome do jogador.

O algoritmo tem sempre associada uma margem de erro que depende do jogador e do contexto da jogada.

O projeto deverá começar a ser comercializado a partir de dezembro aos “principais clubes do futebol europeu”, ainda que com uma regra básica: só uma equipa por país e por competição.

“A informação que damos é tão precisa que se a oferecermos a mais de um clube por país, anula o benefício do serviço“, defendeu o coordenador, que estima que uma equipa pode ter entre três e 12 pontos a mais por temporada graças a este estudo.

Além disso, o grupo descarta oferecer o serviço a outros mercados complementares, como sites de apostas esportivas ou estatísticas dirigidas aos meios de comunicação. O grupo ainda revela que a iniciativa não ficará só pela marcação de penalties.

“Identificámos oportunidades de desenvolvimento de mais algoritmos, principalmente no caso de jogadas de bola parada, como faltas e cantos“, concluiu.

EFE ZAP // EFE

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Mas alguma vez alguem no seu perfeito juizo achou que era sorte ?????
    Era o mesmo que eu dizer que o ronaldo marca mais golos do que eu… por sorte
    Tem calhado

RESPONDER

Sporting 2-2 Belenenses SAD | Líder salva virgindade nos descontos

A Belenenses SAD esteve a segundos de cumprir a promessa de Petit, que na antevisão da partida apontava para a primeira derrota do Sporting. Os “azuis” estiveram a vencer por 2-0, graças a uma eficácia …

Quatro anos depois, Danny recuperou a sua prancha. Estava a 2700 quilómetros

Um surfista australiano recuperou a sua prancha quatro anos depois de a ter perdido. Estava a 2700 quilómetros do sítio onde a tinha visto pela última vez. Danny Griffiths, um surfista habituado a ondas grandes, perdeu …

Os astronautas precisam de um frigorífico. Engenheiros trabalham num que funciona de "cabeça para baixo"

Para que os astronautas façam longas missões à Lua ou a Marte, precisam de um frigorífico, mas estes eletrodomésticos não são projetados para funcionar em gravidade zero. Os astronautas precisam de frigoríficos para as missões prolongadas …

A maior "cidade-fantasma" da China voltou a florescer (graças à educação)

Kangbashi, na Mongólia Interior, é considerada há muitos anos a maior "cidade-fantasma" da China. Agora, tem muito a agradecer a uma jogada inesperada, mas muito eficaz: o setor da Educação. Há alguns anos que Kangbashi, uma …

Carro da Tesla ajuda o FBI a capturar homem suspeito de atear fogo em igreja

As câmaras de um Tesla ajudaram as autoridades a prender um homem suspeito de atear fogo numa igreja na cidade de Springfield, no estado de Massachusetts. A congregação foi atacada mais de uma vez em …

Destemida e aventureira. Com apenas 18 anos, Simone Segouin ajudou a França a derrotar os nazis

Quando tinha apenas 18 anos, Simone Segouin juntou-se à Resistência Francesa para capturar as tropas nazis, sabotar os planos alemães e lutar contra o fascismo no seu país. Apesar de ter abandonado a escola bastante cedo, …

Orgulho e ciúmes. Corrida armamentista entre Coreias coloca ambiente de paz em risco

A relação entre a Coreia do Norte e a Coreia do Sul é conhecida por ser bastante conturbada, sendo que nos últimos anos já ocorreram alguns incidentes entre os países. Agora, as duas nações peninsulares …

"Estória mal contada": a saída de João Marques do Famalicão

Perto do final do campeonato feminino de futebol, o treinador das candidatas ao título abandona o emblema minhoto. Provavelmente porque vai liderar outra equipa minhota. Adeptos não gostaram. A Liga BPI, a primeira divisão nacional feminina …

Livre cede lugares à IL e ao Volt. Vasco Lourenço fala em "chicana política"

O Livre cedeu, esta quarta-feira, quatro lugares da sua comitiva no desfile que assinala o 25 de Abril à Iniciativa Liberal e ao Volt Portugal, depois da comissão promotora os ter informado de que não …

Pena de morte diminuiu. Execuções globais atingem o número mais baixo numa década

Globalmente, foram executadas 483 pessoas em 2020, o número mais baixo registado pela Amnistia Internacional (AI) numa década, marcando uma redução de 26% em relação a 2019 e 70% comparativamente a 2015. Segundo um artigo da …