Penalties são uma questão de sorte? Estudo português diz que não

Miguel A. Lopes / Lusa

Rui Patrício defendeu o penalty que deu o apuramento de Portugal para as meias-finais do Euro 2016 frente à Polónia

Rui Patrício defendeu o penalty que deu o apuramento de Portugal para as meias-finais do Euro 2016 frente à Polónia

Cristiano Ronaldo coloca a bola na marca fatal e distancia-se da bola, o guarda-redes não sabe para onde é que o craque vai chutar. Ou será que sabe? Um grupo de investigadores portugueses garante ter desenvolvido um algoritmo que acaba com o mito de que os penalties são uma questão de sorte.

O projeto de inteligência competitiva no desporto, que ainda não tem nome, começou a ser testado durante a Taça das Confederações – competição na qual a seleção portuguesa foi eliminada nas meias-finais pelo Chile, precisamente nos penalties – para aperfeiçoar o algoritmo, e até agora “deu resultados muito bons”, disse à EFE o coordenador do estudo, Alexandre Real.

A ideia surgiu durante o Euro 2016, disputado em França, no qual o investigador, especialista em liderança e gestão de equipas, trabalhou como comentador num programa de rádio, durante o jogo dos quartos-de-final em que Portugal derrotou a Polónia na disputa de penalties.

O investigador começou a perguntar-se sobre como os técnicos preparavam as equipas para esta parte do jogo: “Era feito através do ‘chutómetro’, com vídeos e a intuição do guarda-redes”, explica Real.

A partir daí, o investigador decidiu realizar um projeto para desenvolver uma ferramenta que, com base científica, permitiria aos técnicos preparar os seus guarda-redes para melhorar a eficiência nesse quesito.

Com a coordenação científica de João Fialho, professor da American University of Middle East, o grupo de investigadores reuniu milhares de vídeos de penalties numa base de dados para criar um algoritmo que permitisse prever o comportamento dos jogadores nesses lances.

“Agora mesmo está em 80%, antes do final do ano vai estar desenvolvido a 100%”, detalhou Real, garantindo que até ao momento não existia nenhum algoritmo deste tipo no mundo do futebol.

O projeto conta com dados das principais competições, como a Liga dos Campeões, o Mundial, o Euro e os campeonatos nacionais de países como Espanha, Portugal, Inglaterra e Itália, e já permitiu obter resultados concretos.

“Chegámos à conclusão de que Cristiano Ronaldo é mais eficiente do que Messi nos penalties, ainda que tenha um ponto fraco: bater no meio da baliza”, revelou o coordenador do projeto.

O atacante português converte 83% das penalidades máximas que tenta: 89% à direita do guarda-redes e 85% à esquerda, mas apenas 58% dos chutos são no meio da baliza.

Há sempre um conjunto de vícios que todos os jogadores têm conforme o lado em que batem o penalti. Por exemplo, há um jogador da seleção do Chile que faz sempre um certo tipo de simulação quando vai bater no lado direito e outra diferente quando vai para o esquerdo”, apontou Real, sem revelar o nome do jogador.

O algoritmo tem sempre associada uma margem de erro que depende do jogador e do contexto da jogada.

O projeto deverá começar a ser comercializado a partir de dezembro aos “principais clubes do futebol europeu”, ainda que com uma regra básica: só uma equipa por país e por competição.

“A informação que damos é tão precisa que se a oferecermos a mais de um clube por país, anula o benefício do serviço“, defendeu o coordenador, que estima que uma equipa pode ter entre três e 12 pontos a mais por temporada graças a este estudo.

Além disso, o grupo descarta oferecer o serviço a outros mercados complementares, como sites de apostas esportivas ou estatísticas dirigidas aos meios de comunicação. O grupo ainda revela que a iniciativa não ficará só pela marcação de penalties.

“Identificámos oportunidades de desenvolvimento de mais algoritmos, principalmente no caso de jogadas de bola parada, como faltas e cantos“, concluiu.

ZAP // EFE

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Mas alguma vez alguem no seu perfeito juizo achou que era sorte ?????
    Era o mesmo que eu dizer que o ronaldo marca mais golos do que eu… por sorte
    Tem calhado

RESPONDER

Criada para prevenir a guerra, a ONU enfrenta um mundo profundamente polarizado

Criada após a Segunda Guerra Mundial para evitar novos conflitos, a Organização das Nações Unidas (ONU) comemora esta segunda-feira o 75.º aniversário, num mundo polarizado que enfrenta uma pandemia, conflitos regionais, uma economia em declínio …

Mulher cai de carro em movimento enquanto grava vídeo para o Snapchat

Uma mulher, que ocupava o lugar do passageiro de um carro em movimento, caiu numa auto-estrada enquanto filmava um vídeo para a rede social Snapchat, no Reino Unido. Segundo a CNN, a mulher estava pendurada na …

Nos Estados Unidos, a venda de discos em vinil ultrapassou a de CD pela primeira vez desde 1986

Pela primeira vez desde 1986, as vendas de discos de vinil ultrapassaram as vendas de CD nos Estados Unidos em 2020. Os números foram apresentados na semana passada pela Associação Americana da Indústria de Gravação, …

Mourinho espera ganhar sem jogar

Tottenham iria defrontar o Leyton Orient mas também no Reino Unido há jogos de futebol em causa por causa do coronavírus. O encontro entre Leyton Orient e Tottenham, relativo à terceira eliminatória da Taça da Liga …

A máfia italiana tem uma nova arma de recrutamento: o TikTok

Os jovens membros da Camorra, organização criminosa aliada à máfia siciliana, estão a recorrer ao TikTok para divulgar o seu estilo de vida e recrutar novos membros. Em maio, um vídeo foi publicado no TikTok que …

Os três segredos para ter um bom sistema imunológico são gratuitos, avisa Fauci

Manter o sistema imunológico saudável é um dos fatores-chave para lidar com a covid-19, o que não implica necessariamente a toma de suplementos vitamínicos. Há uns tempos, quando confrontado com o facto de a atriz Jennifer …

Pinguim encontrado morto no Brasil com uma máscara inteira no estômago

Um espécime de pinguim-de-Magalhães (Spheniscus magellanicus) foi encontrado morto numa popular praia brasileira e a autópsia ao corpo revelou que o animal tinha no seu estômago uma máscara de proteção facial N95. O animal foi …

Trump quer restabelecer sanções ao Irão. ONU rejeita apoiar posição norte-americana

O secretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU), António Guterres, disse que somente apoiará a restituição de sanções ao Irão, exigidas pelos Estados Unidos (EUA), se receber luz verde do Conselho de Segurança. Numa carta dirigida …

Designer holandês desenvolve "caixão vivo" feito com fibras de fungos

Um corpo humano pode demorar cerca de uma década a decompor-se dentro de um caixão. Com o Living Cocoon, o tempo é reduzido para dois ou três anos. Bob Hendrikx, biodesigner fundador da Loop, desenvolveu e …

Relógio em Nova Iorque mostra o tempo restante para reverter efeitos do aquecimento global

O Metronome, icónico relógio digital de Nova Iorque, deixou de mostrar o tempo do dia-a-dia e mostra agora o tempo restante que o nosso planeta tem para reverter os efeitos do aquecimento global. O relógio digital …