Pela primeira vez, um relógio atómico portátil foi usado para medir a gravidade

Os relógios atómicos são capazes das mais precisas medições físicas que a humanidade conseguiu fazer, mas por serem tão complexas, foram restringidas a uso em laboratório. Até agora.

Pela primeira vez, os cientistas desenvolveram uma versão portátil, e usaram-na para fazer medições da gravidade fora das configurações de um laboratório.

A tecnologia envolvida num relógio atómico é de cortar a respiração. Os cientistas acompanham a oscilação extremamente regular dos átomos presos por lasers para manter o tempo mais preciso possível, permitindo que o relógio meça até à 18ª casa decimal.

O relógio atómico mais preciso alguma vez construído usando átomos de estrôncio contido numa rede de lasers, conhecida como uma rede ótica de relógio atómico, não vai ganhar ou perder um único segundo durante 15 mil milhões de anos. O que é mais do que a atual idade do Universo.

Os átomos de estrôncio são resfriados a uma temperatura pouco acima do zero absoluto, preso pelo padrão de interferência de dois raios laser. O laser excita o átomo, causando nele oscilação.

O novo relógio atómico portátil, também uma rede ótica de relógio atómico desenvolvida por investigadores alemães, não é tão preciso como o quebrador de recordes de 2015: tem uma incerteza de 7.4 × 10−17.

No entanto, é suficientemente preciso para medir o deslocamento gravitacional, de acordo com a equipa de cientistas.

Sabemos que a gravidade afeta a matéria. Sabemos que também afeta a luz. E também sabemos que tem um efeito no tempo – onde a gravidade é mais forte, o tempo passa mais devagar.

Não seríamos capazes de detetar estas variações com um relógio comum, mas os relógios atómicos são tão precisos que podem ser usado para medir este efeito. Este campo é chamado geodésia relativista, porque, surpresa, foi prevista pela Teoria da Relatividade Geral de Einstein.

O deslocamento gravitacional também foi medido por relógios atómicos em configurações de laboratório anteriormente. Medi-lo com relógios atómicos portáteis não nos diz nada de novo sobre o deslocamento gravitacional, mas diz-nos se vale a pena insistir nos relógios atómicos portáteis.

A equipa levou o relógio para um reboque de temperatura estabilizada e amortecido de vibração para o Laboratório Subterrâneo de Modane francês, e comparou com as medidas realizadas no Instituto Nacional de Pesquisa Meteorológica em Torino, a 90 quilómetros de distância e a uma diferença de altura de 1.000 metros.

Uma ligação por fibra ótica e combinações de frequência permitiram que os dois relógios estivessem ligados e as suas leituras fossem comparadas com a máxima precisão.

Entretanto, as medidas também foram tiradas usando um relógio de fonte de césio de criogénico e um relógio de rede ótica de itérbio. Depois, os cientistas levaram o relógio até Torino para comparar com as medidas feitas naquele local.

As medidas foram consistentes, mas o relógio ainda precisa de ser trabalhado, segundo Andrew Ludlow, do Instituto Nacional de Standards e Tecnologia, que não participou na pesquisa.

“Como já seria de esperar neste esforço pioneiro, as medidas não foram perfeitas“, escreveu o cientista para a Nature Physics. “Havia períodos de tempo em que o relógio ótico portátil não funcionava, e a precisão das medidas estava limitada pela capacidade de relógios óticos”.

“E enquanto a medida geodésica relativista concordava com as medidas geodésicas convencionais, a sua precisão era duas ordens de magnitude abaixo das técnicas convencionais”.

No entanto, a experiência provou o princípio, representando um marco significativo para os relógios atómicos portáteis. No futuro, estes relógios poderão ser utilizados de formas muito mais flexíveis do que os atuais relógios atómicos ligados a laboratório.

Os resultados do estudo foram publicados na segunda-feira na revista Nature Physics.

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. a quantidade erros ortográficos e gramaticais deste texto é tanta que dificulta a sua leitura e entendimento. Incluisivé, alguns parágrafos estão tão mal redigidos, que nem têm anexo!
    Mais cuidado na escrita e revisão, por favor!

RESPONDER

Assassino da jornalista Daphne Caruana Galizia condenado a 15 anos de prisão

Vincent Muscat, um dos três homens acusados do assassínio, em outubro de 2017, da jornalista anticorrupção de Malta Daphne Caruana Galizia, foi condenado a uma pena de 15 anos de prisão pelo tribunal da La …

Venezuela avisa embaixadora da UE : tem 72 horas para abandonar o país

Isabel Brilhante Pedrosa, embaixadora da União Europeia, foi declarada persona non grata pelo Governo venezuelano e deverá abandonar o país. O Governo venezuelano notificou, esta quarta-feira, a embaixadora da União Europeia (UE), a portuguesa Isabel Brilhante …

Diplomacia da vacina. Israel doa doses à República Checa, que prometeu abrir representação diplomática em Jerusalém

A República Checa, que prometeu abrir representação diplomática em Jerusalém, já recebeu as vacinas de Israel. De acordo com o Público, Israel doou vacinas à República Checa, que prometeu abrir uma representação diplomática em Jerusalém; à …

Há uma "grande probabilidade" de variante de Manaus se tornar dominante em Portugal, diz Sociedade Brasileira de Virologia

A variante do SARS-CoV-2 detetada em dezembro em Manaus, no Brasil, pode vir a tornar-se dominante em Portugal, disse o presidente da Sociedade Brasileira de Virologia, Flávio Guimarães da Fonseca, apesar de no momento ainda ser …

Voo humanitário para o Brasil chegou a custar mais de 1.350 euros

O Público avança que o bilhete de um "voo humanitário" da TAP para o Brasil estava a ser vendido por 837 euros no início desta terça-feira. Horas depois, os "últimos lugares" estavam a ser disponibilizados …

Afinal, grupo de trabalho para a vacinação no Parlamento não vai existir

Afinal, ao contrário do que foi avançado esta terça-feira, o grupo de trabalho que devia coordenar o processo de vacinação dos deputados não vai existir. A Assembleia da República esclareceu esta tarde, em comunicado, que não …

Novo estudo indica que coronavírus pode sobreviver na roupa até 72 horas

De acordo com um estudo britânico, o novo coronavírus pode sobreviver na roupa ao longo de até 72 horas. Os especialistas alertam que pode ainda ser transferido da roupa para outras superfícies. Um estudo da universidade …

Polícia espanhola apreende 387 quilos de cocaína em navio chegado do Brasil

A polícia espanhola apreendeu 387 quilos de cocaína no porto de Santa Cruz de Tenerife, nas ilhas Canárias, numa inspeção feita a um camião que viajava num navio chegado do Brasil. O Ministério do Interior (Administração …

SEF detém suspeito de auxiliar pessoas a emigrar ilegalmente para a Irlanda

O Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) deteve, na segunda-feira, um cidadão europeu por suspeitas da prática do crime de auxílio à imigração ilegal. O Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) deteve, em Lisboa, um cidadão …

Afinal, primeira morte por covid-19 na Europa foi na Sérvia

Um trabalhador da construção civil morreu de covid-19 em fevereiro de 2020 em Belgrado, 10 dias antes de outra pessoa ter morrido em França, podendo ter sido afinal a primeira morte pela doença no continente, …