65 anos depois, Portugal assume a responsabilidade pelo Massacre de Batepá

Miguel A. Lopes / Lusa

65 anos depois, é a primeira vez que um Presidente da República de Portugal visita o local onde 400 pessoas morreram, numa revolta instigada pelo ex-Governador-geral português, Carlos Gorgulho.

Naquele local, mais de 400 pessoas morreram às mãos de um português. O ex-Governador-geral, coronel Carlos Gorgulho, instigou os portugueses proprietários de terras em São Tomé a desencadearem uma onda de violência contra os africanos nativos.

O objetivo seria angariar mão-de-obra barata, ou até mesmo gratuita, para o seu programa de obras públicas mas, para esconder as suas verdadeiras intenções, Gorgulho forjou uma conspiração de africanos contra portugueses, que desencadeou a violenta repressão.

Nos autos de “confissão” dos presos, obtidos pelas forças de segurança coloniais, o engenheiro agrónomo Salustino da Graça do Espírito Santo era dado como o “chefe da revolução, seu instigador, preparador e futuro Rei da Ilha”.

Passaram-se 65 anos desde aquele fevereiro de 1953 em que as rusgas a casas eram constantes, as lojas incendiadas, e um campo de trabalho forçado, em Fernão Dias – o mesmo local onde está agora o memorial, com os mais 400 nomes inscritos. E nunca antes um Presidente da República de Portugal tinha visitado o local, segundo o Público.

Marcelo Rebelo de Sousa levou consigo um ramo de flores e um minuto de silêncio em homenagem a “todos os que lutaram pela liberdade e em particular todos os que morreram pela liberdade faz agora precisamente 65 anos”.

“Portugal assume a sua história naquilo que tem de bom e de mau, e assume nomeadamente, neste instante e neste memorial, aquilo que foi o sacrifício da vida e o desrespeito da dignidade de pessoas e comunidades. Assume essa responsabilidade olhando para o passado, mas ao mesmo tempo para o presente e o futuro”.

O Presidente da República não pediu desculpa, mas considerou o massacre “intolerável e condenável”: “Nem o facto de ter sido noutros tempos, com outras visões, nos isenta de reconhecermos todo o peso intolerável e condenável de sacrifício de pessoas e comunidades”. E no mesmo passo evocou, “com respeito e admiração, os que lutaram pela liberdade e os que perderam a vida nessa luta”.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

YouTube remove vídeos que vinculam falsamente a Covid-19 ao 5G

A onda de teorias falsas que ligam a pandemia da COVID-19 ao 5G levou a uma série de incidentes, incluindo ameaças a engenheiros. Agora, o YouTube está a reprimir essa desinformação. O YouTube informou que removerá …

Engenheiros construiram um ventilador caseiro. Pode servir como "último recurso"

Uma equipa de engenheiros da Universidade de Vanderbilt, nos Estados Unidos, construiu um ventilador caseiro que pode ser usado como último recurso. A pandemia de covid-19 continua a desafiar as comunidades médicas e uma das ameaças …

Sepultura de genocídio encontrada no Ruanda pode conter 30 mil corpos

No Ruanda, foi encontrada uma sepultura que pode conter 30 mil vítimas do genocídio no país em 1994. Cerca de 800 mil tutsis e hutus moderados foram assassinados. Mais de 25 anos depois de um genocídio …

Belenenses SAD entra parcialmente em lay-off

"A indústria do futebol está entre as mais atingidas pelos efeitos da pandemia", que provocou a suspensão de praticamente todas as provas futebolísticas, destaca o Belenenses SAD. O Belenenses SAD, da I Liga de futebol, entrou …

Dois milhões de máscaras furtadas em Espanha podem ter sido vendidas em Portugal

O equipamento médico e sanitário furtado está avaliado em cinco milhões de euros e terá sido adquirido por uma empresa portuguesa que conhecia a proveniência do material. Um empresário de Santiago de Compostela foi detido por, …

Facebook terá tentado comprar um software de espionagem em 2017

O Facebook tem estado envolvido em vários escândalos e o mais recente está relacionado com a alegada compra da ferramenta Pegasus, usada para hackear iPhones. A empresa de segurança informática NSO Group, responsável pela Pegasus, alega …

Primeiro-ministro espanhol diz que coronavírus desafia o futuro da UE. E fá-lo em sete idiomas

O primeiro-ministro espanhol Pedro Sánchez publicou no domingo um artigo em sete idiomas europeus, argumentando que o coronavírus pode ser a ruína da União europeia (UE) caso não sejam tomadas medidas mais drásticas para lidar …

Viseiras de Leiria despertam cobiça. Bélgica e EUA queriam comprar toda a produção

Várias empresas de moldes e plásticos da região de Leiria estão a fabricar viseiras de protecção contra a Covid-19. Uma adaptação em tempos de pandemia que está a levantar atenção no estrangeiro, com EUA e …

Apple vai começar a produzir um milhão de máscaras por semana

O presidente da Apple, Tim Cook, anunciou que a empresa poderá produzir um milhão de máscaras por semana a partir do próximo fim de semana. Tim Cook explicou, na sua conta da rede social Twitter, que …

Robert Weighton é o homem mais velho do mundo. Tem 112 anos

Com 112 anos completados no dia 29 de março, o britânico Robert Weighton tornou-se o homem mais velho do mundo. Robert Weighton nasceu no dia 29 de março de 1908, em Kingston-Upon-Hull, no Yorkshire. Ao longo …