Muitos dos peixes que comemos estão a consumir grandes quantidades de plástico

Milhões de microplásticos estão a flutuar nos oceanos. Essas partículas normalmente formam-se quando objetos maiores, como sacos de compras ou garrafas de refrigerante, se começam a degradar. Esta situação prejudica a sustentabilidade marinha, mas não só.

Os investigadores estão cada vez mais preocupados com a presença de microplásticos no oceano, uma vez que estes são consumidos pelos animais de forma acidental ou mesmo intencional.

A primeira observação científica de animais a ingerir plásticos surgiu depois de uma equipa ter analisado o estômago de uma ave marinha em 1969. Três anos depois, os cientistas mostraram que os peixes da costa do sul da Nova Inglaterra estavam a consumir minúsculas partículas de plástico.

Agora, uma nova pesquisa indica que os peixes estão a aumentar cada vez mais o consumo de plástico, com o número de espécies marinhas “contaminadas” a quadruplicar.

Os especialistas acreditam que existem dois fatores que reforçam esta tendência.

Uma das razões pode ser o facto das técnicas científicas de deteção de microplásticos terem melhorado substancialmente nos últimos anos. Muitos dos estudos anteriores podem não ter encontrado as substâncias porque os especialistas não conseguiam vê-las.

Por outro lado, também é provável que os peixes estejam a consumir mais plástico à medida que a poluição aumenta nos oceanos. Seguindo esta tendência, os cientistas acreditam que a situação pode piorar nos próximos anos.

Tendo em conta os dados da pesquisa, a equipa estima que cerca de 1 em cada 4 peixes continha plásticos no organismo, mas que, normalmente, tinham apenas um ou dois pedaços no estômago.

Peixes como tubarão, garoupa e atum, que sobrevivem a caçar outros peixes ou organismos marinhos para se alimentarem, são mais propensos a ingerir plástico. Consequentemente, as espécies mais altas na cadeia alimentar correm um maior risco, como é o caso dos seres humanos.

A quantidade de plástico que os peixes consomem também depende de quanta matéria há no seu meio ambiente. Espécies que vivem em regiões oceânicas conhecidas por terem muita poluição, como é o caso do Mar Mediterrâneo e as costas do Leste Asiático, têm mais plástico nos seus estômagos.

Segundo o The Conversation, esta situação é preocupante porque há evidências de que os microplásticos, e até mesmo as partículas menores – os nanoplásticos – podem mover-se do estômago de um peixe para o seu tecido muscular, que é a parte que os humanos normalmente comem.

Por isso, os investigadores destacam a necessidade de realizar mais estudos que analisem a frequência com que os plásticos são transferidos dos peixes para os humanos e quais são os seus potenciais efeitos no corpo humano.

Ana Isabel Moura Ana Isabel Moura, ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Grande carruagem cerimonial descoberta quase intacta em Pompeia

Uma grande carruagem cerimonial de quatro rodas, com elementos de ferro, decorações de bronze e estanho, restos de madeira mineralizada e vestígios de elementos orgânicos, como cordas, foi encontrada quase intacta na área arqueológica de …

FC Porto 0-0 Sporting | Nulo com sabor a vitória para o "leão"

O “clássico” do Dragão, entre FC Porto e Sporting, terminou sem golos, sem grande futebol, e com um “leão” cada vez mais perto do título, apesar de ainda faltar muito campeonato.  A igualdade permite à formação …

Adolesceste entusiasta por pirotecnia construiu o seu próprio simulador profissional de fogos de artifício

O FWsim foi lançado pela primeira vez em 2010 como um software de planeamento de fogos de artifício, voltado para profissionais de pirotecnia e entusiastas de fogos de artifício. Em 2006, conta o Vice, Lukas Trötzmüller …

Pela primeira vez em 45 anos, uma casa vitoriana "flutuou" pelas ruas de San Francisco

A manhã de 21 de fevereiro em San Francisco, nos Estados Unidos, foi um pouco diferente do normal: uma casa vitoriana passou a "flutuar" pelas ruas da cidade. De acordo com o BuzzFeed News, uma equipa …

Nação Cherokee pede à Jeep que deixe de usar o nome da tribo nos seus carros

"É hora de a Jeep reconsiderar chamar os seus SUVs Cherokee e Grand Cherokee". Pela primeira vez, a tribo norte-americana Nação Cherokee pediu diretamente à Jeep para parar de usar o seu nome nos seus …

PCP quer apoios a 100% para pais "imediatamente e com efeitos retroativos"

O secretário-geral do PCP pediu ao Governo, este sábado, apoios a 100% para os trabalhadores que estão em casa com os filhos, pagos "imediatamente e com efeitos retroativos", e defendeu um plano de desconfinamento "setor …

Naufrágio grego que levava partes do Partenon está a revelar os seus segredos

A última expedição de mergulhadores ao navio grego Mentor, que naufragou perto da ilha Citera em 1802, recuperou várias peças do cordame, moedas, a sola de couro de um sapato, uma fivela de metal, uma …

Chega vai reagir "muito veementemente" na rua à tentativa de ilegalização

O líder do Chega disse, este sábado, que o partido vai responder "muito veementemente" e com "presença na rua", já em março, à tentativa de ilegalização da estrutura promovida por Ana Gomes. "Quero deixar claro aqui, …

Procura-se candidato para dormir. Site oferece 1650 euros e uma noite num resort

Este pode ser, literalmente, um emprego de sonho: fazer dinheiro enquanto se dorme, incluindo uma noite num resort de 5 estrelas. O site Sleep Standards, que se dedica a dar informação sobre pesquisas e produtos relacionados …

Catarina Martins faz apelo a Costa. "Moratórias têm de ser estendidas já"

A coordenadora do Bloco de Esquerda fez um apelo direto ao primeiro-ministro, este sábado, para que não espere que "seja tarde demais" e decida já estender as moratórias, evitando assim uma vaga de despejos e …