/

Pedro Pichardo conquista ouro no triplo salto

giammi52 / Flickr

Pedro Pichardo conquista medalha de ouro no triplo salto

O português Pedro Pichardo conquistou, este domingo, o ouro no triplo salto. A medalha foi-lhe garantida no primeiro salto, mas qualquer um dos que se seguiram lhe garantiriam o primeiro lugar.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Pedro Pichardo conquistou este domingo a medalha de ouro do triplo salto dos Campeonatos da Europa de atletismo em pista coberta, com a marca de 17,30 metros.

Em Torun, na Polónia, Pichardo superou todos os adversários por larga margem, com o pódio a ficar completo com o azeri Alexis Copello (17,04) e o alemão Max Hess (17,01).

Pichardo, de 27 anos, nasceu em Cuba e naturalizou-se português no final de 2017. Há dois anos, foi quarto classificado nos Campeonatos do Mundo, mas no seu currículo conta ainda com duas medalhas de prata, em 2013 e 2015, ainda como atleta de Cuba.

O primeiro-ministro, António Costa, felicitou o atleta pela conquista da medalha de ouro do triplo salto dos Campeonatos da Europa de atletismo em pista coberta, em Torun, Polónia.

Mais uma grande conquista nos Europeus de atletismo em pista coberta. As minhas felicitações a Pedro Pablo Pichardo que acaba de ganhar o ouro no triplo salto!”, referiu António Costa, numa mensagem publicada no Twitter.

O destacado triunfo de Pichardo na final do triplo salto dos Campeonatos da Europa de atletismo em pista coberta eleva para 25 as medalhas que Portugal já conquistou, em todas as edições.

Em Torun, Portugal já contava desde sexta-feira com o ouro de Auriol Dongmo, no lançamento do peso, e pode fechar a sua melhor prestação de sempre com mais uma medalha, para Patrícia Mamona no triplo salto feminino, este domingo à tarde.

A maioria de medalhas de ouro ficou ainda mais reforçada, com 14, contra nove de prata e somente duas de bronze.

O meio-fundo curto (800, 1.500 e 3.000 metros) ainda domina, com 13 medalhas, seguido pelos saltos, com nove. Uma medalha apenas para a velocidade, com Francis Obikwelu, uma para as provas combinadas, através de Naide Gomes, e uma para os lançamentos, com Dongmo.

  // Lusa

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.