A pedra mais antiga da Terra pode ter sido encontrada na Lua

Simone Marchi

Ilustração da Terra primitiva quando o fragmento mais antigo do nosso planeta se terá formado.

Os astronautas da Apollo 14, que exploraram a Lua há 47 anos, podem ter encontrado a pedra mais antiga da Terra, de acordo com um estudo científico que acaba de ser publicado.

Em 1971, quando exploraram a Cratera Cone na Lua, os astronautas da Apollo 14 trouxeram para a Terra um fragmento rochoso. Na altura, pouco se sabia sobre esse vestígio de material lunar. Mas agora, uma equipa de cientistas concluiu que esse fragmento contém um pequeno pedaço da Terra primitiva.

Este dado é apontado na pesquisa publicada no jornal científico Earth and Planetary Science Letters, onde se nota que o pequeno fragmento da Terra terá chegado à Lua devido a uma explosão no nosso planeta, provocada por um forte impacto, há cerca de 4 mil milhões de anos.

NASA/LPI/USRA/Bellucci et al.

O fragmento mais antigo da Terra encontrado numa rocha lunar está assinalado com a seta.

“É uma descoberta extraordinária que ajuda a pintar uma melhor imagem da Terra primitiva e do bombardeamento que modificou o nosso planeta durante o despertar da vida”, constata o co-autor do estudo, David Kring, cientista da Associação de Pesquisa Espacial Universitária no Instituto Lunar e Planetário de Houston, nos EUA, num comunicado sobre a investigação.

Os cientistas envolvidos na pesquisa analisaram as amostras da superfície lunar recolhidas pelos elementos da missão Apollo 14. Foi assim que descobriram um fragmento de duas gramas constituído por quartzo, feldspato e zircão, elementos raros na Lua e habituais na Terra.

“Análises químicas indicaram que o fragmento cristalizou num ambiente oxidado, a temperaturas consistentes com as encontradas no subsolo perto da Terra primitiva“, como constatam os investigadores citados pelo Livescience.com.

O fragmento terá cristalizado há cerca de 4 mil milhões de anos a 20 quilómetros abaixo da superfície da Terra e terá depois sido lançado para o espaço por um “impacto poderoso”. Terá acabado por aterrar na Lua que, na altura, ficava “três vezes mais próxima” da Terra do que actualmente, como notam os cientistas.

Já na superfície da Lua, o fragmento ficou “parcialmente derretido e provavelmente enterrado” por um impacto ocorrido há cerca de 3,9 mil milhões de anos, constatam ainda.

Terá sido desenterrado por outro impacto há cerca de 26 milhões de anos numa colisão que originou a Cratera Cone que tem 340 metros de largura.

Esta teoria está longe de estar provada, mas é a explicação mais plausível para o achado, como admitem os autores do estudo. Até porque admitir que o fragmento terá tido origem na própria Lua significaria mudar tudo o que sabemos sobre o satélite natural da Terra, nomeadamente quanto às condições do seu interior há muitos e muitos anos. “Exigiria que a amostra se tivesse formado a profundidades tremendas, no manto lunar, onde composições rochosas muito diferentes são antecipadas”, concluem os autores do estudo.

SV, ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

75% dos hotéis em Portugal reabre em junho, mas com menos quartos

A maioria dos hotéis em território nacional vai abrir portas a partir de junho, sendo a expectativa dos feriados da próxima semana muito importante para esta reabertura. Segundo um inquérito da Associação da Hotelaria de Portugal …

Banco de Fomento precisa da luz verde de Bruxelas e do Banco de Portugal

O primeiro-ministro anunciou a criação do Banco de Fomento e já tem um acordo prévio com a Comissão Europeia. No entanto, para que funcione como um banco, também precisa de luz verde do Banco de …

Procurador-geral admite que há uma separação entre polícia e afro-americanos

O procurador-geral norte-americano reconheceu, esta quinta-feira, a existência de uma separação entre afro-americanos e a polícia e prometeu uma investigação sem limites do Departamento da Justiça para saber se houve um crime federal no assassínio …

Ministério Público pede suspensão de funções de Mexia e Manso Neto na EDP

O Ministério Público pediu, esta sexta-feira, a suspensão de funções do presidente da EDP, António Mexia, e do administrador Manso Neto. A notícia é avançada pela SIC Notícias, que dá conta de que a promoção das …

Polícia australiana desmantela rede de pedofilia e resgata 14 vítimas

A polícia australiana anunciou esta sexta-feira que desmantelou uma rede de pedofilia que distribuía fotografias e vídeos de abuso sexual de crianças na Internet, tendo resgatado 14 das vítimas. De acordo com a agência Lusa, as …

Adiamento da reabertura em Lisboa pode levar centros comerciais à falência

A Associação Portuguesa de Centros Comerciais (APCC) alertou, esta sexta-feira, para a possibilidade de falências e desemprego em resultado da decisão do Governo de adiar a reabertura dos centros comerciais em Lisboa para 15 de …

Polícia empurra manifestante idoso em Buffalo. Vídeo causa indignação, mas protestos acalmam

Um vídeo gravado na cidade norte-americana de Buffalo, que mostra aquilo que parece ser um polícia a empurrar um manifestante idoso e a deixá-lo no chão a sangrar, aumentou esta quinta-feira a contestação contra a …

Cartão do Cidadão pode ser renovado por SMS a partir de 6 Junho

A renovação simplificada do Cartão de Cidadão por SMS vai estar disponível a partir de dia 6 de Junho, segunda uma nota do Ministério da Justiça (MJ). A medida envolve apenas as pessoas que não …

Na Suécia, quem tem sintomas de covid-19 pode fazer o teste gratuitamente

A Suécia vai fornecer testes de diagnóstico à covid-19 gratuitos a todas as pessoas que apresentem sintomas e realizar o rastreamento de contactos de todos os que estão infetados.  O anúncio surgiu esta quinta-feira, no mesmo …

Índia regista recorde de infetados com covid-19. Quase dez mil num só dia

A Índia registou outro recorde de novos casos de coronavírus, mais de 9.800 nas últimas 24 horas, período em que se contabilizaram 270 mortes, informou esta sexta-feira o Ministério da Saúde. A Índia regista agora 226.770 …