Cientistas descobriram uma passagem geológica “secreta” sob o Panamá

Uma equipa de cientistas descobriu uma passagem geológica sob o Panamá que pode explicar por que razão algumas rochas do manto da Terra foram encontradas a cerca de 1500 quilómetros do lugar onde se formaram.

Esta abertura, localizada a cerca de 100 quilómetros abaixo da superfície da Terra, pode permitir que um fluxo de materiais do manto viaje desde as ilhas Galápagos até ao Panamá, conta o site Live Science, que falou com os responsáveis pelo estudo.

A equipa usou isótopos de hélio e outros dados geoquímicos de fluidos e rochas para mostrar que o material vulcânico é proveniente da pluma de Galápagos, a cerca de 1500 quilómetros de distância.

“Descobrimos que em lugares específicos da América Central, sobretudo no oeste do Panamá e atrás do arco vulcânico na Costa Rica, existem algumas assinaturas exóticas que realmente se parecem com as que existem nas Galápagos”, declarou David Bekaert, investigador do Instituto Oceanográfico de Woods Hole.

Com esta descoberta em mãos, os cientistas debruçaram-se sobre imagens sísmicas do manto da Terra e recorreram a modelagem computacional para tentar explicar o porquê de isto acontecer.

“Logo abaixo do Panamá, há um buraco que permite o influxo desse componente do manto”, explicou Bekaert, cujo estudo foi publicado, em novembro, na revista científica PNAS.

Esta ‘janela’ pode ser o resultado de uma fratura natural pré-existente na placa tectónica de Cocos, ou um local onde esta quebrou durante a subducção. De qualquer forma, está a permitir que os materiais passem – de um lado para o outro da placa –, tal como a brisa que entra por uma janela aberta.

Segundo o investigador, a existência desta ‘janela’ também pode explicar a falta de vulcões ativos no Panamá. A abertura na placa sob o Panamá faz com que haja uma lacuna na crosta rica em água naquele local, o que, por sua vez, significa que é mais difícil fazer com que o magma derretido flua.

  ZAP //

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.