Passageiros internacionais terão de pagar taxa de carbono de dois euros já a partir de julho

Os passageiros internacionais que entrem ou saiam de Portugal por avião ou cruzeiro vão ter de passar a pagar uma taxa de carbono de dois euros a partir de julho do próximo ano.

Tal como noticia o Público, a partir do dia 1 de Julho de 2021 vai ser aplicada uma taxa, no valor de dois euros, aos passageiros de voos internacionais e de navios como os de cruzeiro.

A nova medida está prevista no Orçamento do Estado para 2021, sendo que a receita desta taxa reverte a favor do Fundo Ambiental. O primeiro passo para a implementação deverá acontecer já em janeiro, altura em que o Governo deverá avançar com a regulamentação da mesma.

A taxa de carbono para passageiros internacionais foi uma proposta apresentada pelo PAN e aprovada com votos a favor do BE e do PS. A ideia é criar um encargo para os passageiros internacionais pelas emissões de dióxido de carbono para a atmosfera.

Está assim previsto que a taxa de carbono seja aplicada a cada passageiro “de viagens aéreas, marítimas e fluviais, no valor de dois euros ” que saia ou entre em Portugal. Crianças até aos dois anos ficam de fora, bem como as viagens aéreas entre cidades do território nacional e o transporte público de passageiros no âmbito do transporte marítimo e fluvial.

No entanto, e apesar de ter sido aprovada pelo Governo, a nova medida não agrada a todos.

As companhias aéreas Easyjet e Ryanair foram as primeiras a reagir à nova taxa, alegando que esta não devia ser aplicada num contexto como o atual, pois será mais uma forma de prejudicar a recuperação económica do setor.

Também a ANA-Aeroportos de Portugal concorda com esta visão. Na passada quinta-feira, no âmbito de um evento online sobre o turismo e o transporte aéreo, o presidente do conselho de administração da empresa que gera os aeroportos, José Luís Arnaut, criticou o facto de a medida surgir no mesmo momento em que a ANA está a baixar as suas taxas. “Faço um apelo para que haja responsabilidade e que se considere medidas de incentivo ao turismo”, afirmou.

O diretor da Associação das Companhias Aéreas em Portugal (RENA), também se mostrou descontente com a nova taxa. “Custa-me entender que por um lado se diga que há prioridades e apoios ao sector e, por outro, se onere os passageiros com esta medida que não vai reverter um cêntimo para a reconversão do sector”, considerou.

No diz respeito à TAP, a transportadora aérea que está na linha da frente do impacto desta medida, ainda não se pronunciou sobre a mesma.

Ana Moura, ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Vergonhoso , ja nem sabem que ao de inventar para extorquir dinheiro ao turista , o setor turistico de rastos ,a restauraçao falida e estas medidas para ajudar o barco ir ao fundo

RESPONDER

Vulcão, La Palma

O Cumbre Vieja também tem negacionistas. "É tudo orquestrado"

Nos últimos dias, as redes sociais têm-se tornado o palco dos "negacionistas dos vulcões" que defendem que, por trás da erupção do Cumbre Vieja, há mão humana. Nas redes sociais já há negacionistas do vulcão Cumbre …

Selecção da Lituânia falhou os Mundiais porque...chegou atrasada

Per Strand venceu, António Morgado ficou em sexto, mas os ciclistas da Lituânia acabaram por marcar a prova de estrada de juniores, nos Mundiais em Flandres. Per Strand Hagenes é o novo campeão mundial júnior de …

Gil Vicente 1-2 Porto | Dragão canta de galo com dois golaços

Foi sofrer até ao fim. Sérgio Conceição tinha alertado que não seria fácil bater o Gil Vicente e foi isso que ocorreu na noite desta sexta-feira em Barcelos. O FC Porto apenas a um minuto dos …

Na II Guerra Mundial, um erro "humilhante" destruiu dois imponentes navios de guerra da Marinha Real

No dia 10 de dezembro de 1941, os japoneses afundaram os imponentes Prince of Wales e Repulse. A culpa foi do almirante Thomas Phillips que, na sequência de um "erro humilhante", acabou também por falecer. Winston …

O robô Atlas, da Boston Dynamics, faz parkour (e até dá um mortal para trás)

O Atlas é, sobretudo, um projeto de investigação: um robô que ajuda os engenheiros da Boston Dynamics a trabalhar em melhores sistemas de controlo e perceção. O parkour é um verdadeiro desafio para os seres humanos, …

Na Tailândia, um "cemitério" de táxis foi transformado numa horta sobre rodas

Desde pimentos a pepinos, beringelas e até mangericão. Num parque de estacionamento ao ar livre em Banguecoque, os táxis abandonados transformam-se em hortas para alimentar os trabalhadores. A pandemia de covid-19 obrigou os táxis de Banguecoque …

Morreu o "último nazi" canadiano, aos 97 anos

Um ucraniano que serviu como tradutor no regime nazi morreu na quinta-feira na sua casa, em Ontário, no Canadá, encerrando uma luta de décadas para deportá-lo e acusá-lo de cúmplice no assassinato de dezenas de …

No Sri Lanka, elefantes traficados foram resgatados. Mas voltaram às pessoas que os compraram ilegalmente

Um tribunal do Sri Lanka devolveu elefantes resgatados a pessoas influentes que foram acusadas de os terem comprado ilegalmente. Durante alguns anos, elefantes selvagens permaneceram na corda bamba de uma intensa batalha de custódia judicial entre …

Sporting 1-0 Marítimo | Porro volta a decidir de penálti

Que sofrimento! É normal ver os “grandes” dominarem por completo os seus adversários, mas nesta partida entre Sporting e Marítimo, em Alvalade, praticamente só houve uma equipa a atacar e a procurar o golo. Ainda assim, …

A falhar pagamentos e com 260 mil milhões de dívida - como é que a Evergrande chegou até aqui?

A situação da imobiliária chinesa Evergrande, que tem uma dívida maior do que a economia portuguesa, está a deixar o mundo ansioso sobre uma eventual repetição da história da crise de 2008, que começou com …