Partidos portugueses não querem um referendo (com exceção do PPM)

São vários os temas em que os partidos portugueses discordam mas, relativamente à União Europeia, numa coisa estão juntos: para já, fazer um referendo semelhante ao do Reino Unido não deve ser uma possibilidade.

A notícia é do Diário de Notícias, que falou com representantes de todos os partidos em Portugal.

Do lado do PS, Jorge Lacão, vice-presidente da Assembleia da República, considera que o conceito do Brexit não deve ser exportado para outros países.

O deputado considera que “a questão do referendo não deve ser considerada como uma espécie de moda” mas salienta, porém, que o resultado britânico deve ser “um sério aviso às instituições europeias”.

Por isso, o socialista considera que os principais dirigentes não podem continuar a pautar-se “por lógicas meramente financistas e economicistas, em lugar de gerarem confiança real acrescida de proteção dos cidadãos europeus”.

Já o PSD tem a mesma opinião relativamente à possibilidade um referendo em Portugal. O vice-presidente da bancada, Miguel Morgado, sublinha que o partido vê a comunidade europeia como “um pilar fundamental na estabilidade do regime democrático, nas liberdades e no desenvolvimento social e económico”.

O ex-assessor de Passos Coelho afirma que colocar esse tipo de referendo na agenda “não serve os interesses nacionais” e recorda que, nas últimas eleições legislativas, os três partidos que defendiam a pertença de Portugal na UE “alcançaram 70% dos votos”.

Para o CDS, a realização de um referendo “é uma questão que não se coloca”. Quem o diz é o ex-ministro Luís Pedro Mota Soares, que lamenta a decisão dos britânicos.

“Uma UE sem o Reino Unido é uma UE diminuída no plano Atlântico, especialmente relevante para Portugal”.

Do lado dos partidos de esquerda, tanto BE como PCP são contra um referendo no presente momento mas lançam várias críticas às instituições europeias.

O bloquista José Manuel Pureza lembra que o seu partido chegou a colocar essa questão no passado mas que “agora não há nenhuma circunstância que sirva de suporte a essa iniciativa”.

O deputado considera que, no passado, quando Portugal decidiu entrar na UE, “devia ter havido uma legitimação democrática de todos os passos dados para a integração europeia”.

Em resposta ao DN, a direção do PCP diz, que “as decisões a adotar pelo povo português relativas à defesa dos interesses nacionais, da soberania e independência nacional, não obrigam necessariamente à realização de referendos”.

Para os comunistas, o que se impõe neste momento, é uma atitude firme e serena – que deveria ter expressão já no próximo Conselho Europeu”.

Partido Popular Monárquico exige referendo

“O PPM, após o Brexit, reitera a exigência de realização de um referendo em Portugal a respeito da integração europeia”, por considerar que o país “constitui uma exceção chocante no contexto de uma Europa em que quase todos os povos europeus já foram chamados a pronunciar-se sobre o processo de integração dos seus respetivos países”.

“O establishment português controlou e manietou todo o processo de integração do país na União Europeia, usurpando a soberania popular. A entrada na união monetária constituiu um erro de enormes proporções, assim como a paulatina destruição da nossa agricultura, pescas e indústria. O resultado de tudo isto é que Portugal é hoje um dos países com uma das maiores dívidas externas do mundo”, lamenta o partido presidido por Paulo Estêvão.

Num comunicado enviado à imprensa, o PPM informa que, ao votar contra a permanência na UE, “os ingleses revelaram, uma vez mais, que são um povo tremendamente obstinado. A resposta europeia prevê, como forma de enfrentar a saída britânica, o reforço da integração política dos restantes membros da União Europeia”.

ZAP / Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Todo o assunto que seja pedir o acordo do eleitorado não serve aos partidos políticos pelo facto de eles saberem que só fazem porcaria e os concidadãos não gostam.
    Em Portugal a opinião dos eleitores não conta. O eleitorado só serve neste país desgraçado para pagar não se sabe o quê mas que tem o nome de IMPOSTOS, TAXAS ou COIMAS.

RESPONDER

Fundação Champalimaud anuncia prémio de um milhão de euros para erradicar o cancro

A Fundação Champalimaud anunciou, esta segunda-feira, um prémio de um milhão de euros a atribuir anualmente, e sem limite temporal, vocacionado para a "erradicação do cancro". O prémio é atribuído em parceria com o casal de …

A maior lixeira da China ficou cheia 25 anos antes do previsto

O maior depósito de lixo da China, Jiangcungou, na cidade de Xi'an, já está cheio, 25 anos antes da altura prevista. O aterro tinha sido preparado para receber 2500 toneladas de resíduos por dia. Porém, de …

Cigarros eletrónicos podem prejudicar o coração mais do que os cigarros comuns

Há muito que está provado que fumar é uma das principais causas de mortes por doenças cardíacas. Agora, há evidências crescentes de que os cigarros eletrónicos podem causar danos ao coração. Em dois estudos que serão …

Sindicato dos Magistrados acusa Conselho Superior de fazer escolhas pessoais

O Sindicato dos Magistrados do Ministério Público (SMMP) acusou, esta segunda-feira, o Conselho Superior do Ministério Público de escolher os procuradores para os departamentos mais importantes da investigação criminal por preferências pessoais. Em comunicado, o Sindicato …

Esta empresa está a produzir "carne" feita de ar

Enquanto várias startups estão a vender "carne" feita de plantas, a Air Protein, uma empresa sediada na Califórnia, nos Estados Unidos, está a criar carne feita de ar. A ideia não é nova, uma vez que …

Autoridade da Concorrência faz buscas em cinco empresas de vigilância privada

A Autoridade da Concorrência (AdC) anunciou, esta segunda-feira, que realizou diligências de busca e apreensão em cinco empresas do setor da vigilância privada, no distrito de Lisboa, "por suspeitas de práticas anticoncorrenciais lesivas do normal …

"Breaking Bad" da vida real. Dois professores de Química acusados de produzir metanfetamina

Dois professores universitários de Química do estado do Arkansas, nos Estados Unidos, foram detidos no domingo por suspeitas de produzirem metanfetaminas. O caso tem atraído atenção mediática por se parecer inspirar no enredo da série …

TAP regista prejuízos de 111 milhões de euros até setembro

A TAP registou, nos primeiros nove meses deste ano, prejuízos acumulados de 111 milhões de euros que atribui a "variações cambiais sem impacto na tesouraria". "A TAP S.A. apurou um prejuízo acumulado, nos primeiros nove meses …

Coreia do Norte não está interessada em mais cimeiras com os EUA

A Coreia do Norte advertiu, esta segunda-feira, que "não está interessada" em mais cimeiras com os Estados Unidos, se Washington persistir na recusa em fazer concessões. A Coreia do Norte deu a Washington até ao final …

Refugiado detido que escreveu um livro pelo Whatsapp conquista a liberdade

O jornalista e escritor curdo-iraniano Behrouz Boochani, que estava detido há seis anos num centro de imigrantes na Austrália, conquistou a liberdade. Boochani escreveu, através de mensagens da rede social Whatsapp, o livro “No Friend But …