Partido de Marinho e Pinto definitivamente impedido de concorrer às eleições na Madeira

RTP / Flickr

Ex-bastonário da Ordem dos Advogados, Marinho e Pinto, fundador do PDR

O Tribunal Constitucional (TC) rejeitou o recurso do Partido Democrático Republicano (PDR) pelo que o partido se vê definitivamente impedido de concorrer às eleições regionais da Madeira de 29 de março, confirmou à Lusa fonte do partido.

Em declarações à agência Lusa, António Marinho e Pinto disse ter recebido “com surpresa” a notícia da rejeição do recurso que apresentou, considerando que o Tribunal Constitucional “sacrificou um direito fundamental dos cidadãos que constituem o Partido Democrático Republicano de participarem nas eleições para a assembleia legislativa da Madeira.

Não esperava esta decisão do TC. Foi por capricho do legislador e do TC. (…) É até mais do que um capricho, mas não quero entrar em especulações. A lei invocada para impedir o PDR de ir às eleições sobrepôs-se à Constituição da República Portuguesa”, declarou Marinho e Pinto à Lusa.

No último dia 4 o Tribunal da Comarca da Madeira manteve a decisão (já tomada a 19 de fevereiro) de não admitir a candidatura do partido, baseando-se no facto de a criação do PDR ter ocorrido depois da marcação da data das eleições pelo Presidente da República. De acordo com a Lei Eleitoral, cabe ao Tribunal Constitucional decidir sobre os recursos de forma definitiva.

À Lusa, o ex-Bastonário da Ordem dos Advogados e fundador do PDR salientou que esta decisão “é má para a democracia portuguesa”.

“Isto é mau para a democracia em Portugal. As instituições democráticas já estão demasiado desacreditadas. Isto é inadmissível numa democracia e num Estado de direito”, frisou.

No entender de Marinho e Pinto, o TC sacrificou o direito dos cidadãos que constituem o PDR de concorrer às eleições por uma questão meramente formal, sublinhando que o partido cumpriu tudo o que a lei exige.

“Isto não é um Estado de direito, é um sistema político partidário que está a apodrecer e as instituições que podiam inverter este ciclo ainda o fomentam”, concluiu.

Vieira da Cunha, da direção do PDR, classificou também a decisão como “absolutamente incorreta à luz da Constituição”, adiantando que o PDR já existia no dia em que foram marcadas as eleições”, porque a apresentação legal do partido junto do Tribunal Constitucional tinha sido feita “cerca de um mês e meio antes”.

“Se houve atraso foi do Tribunal Constitucional, que reteve excessivamente a aprovação da legalização do partido”, disse à Lusa.

Viera da Cunha, secretário-geral indigitado, salientou que o PDR se apresentou na Madeira legalmente constituído, pela que a decisão do Tribunal Constitucional “é uma arbitrariedade” e uma decisão “muito estranha”.

As eleições antecipadas de 29 de março na Madeira acontecem na sequência do pedido de exoneração apresentado pelo presidente do Governo Regional, Alberto João Jardim, depois de ter sido substituído na liderança do partido maioritário (PSD) por Miguel Albuquerque.

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Hong Kong: Reforço policial, Parlamento suspenso e escolas fechadas

O Parlamento de Hong Kong foi suspenso, esta quarta-feira, e a segurança foi reforçada na cidade e nos campus universitários, com as escolas a fecharem num momento em que prosseguem os confrontos entre manifestantes e …

Debate quinzenal: Políticas de rendimento, Rio ao ataque com o lítio e a primeira vitória dos pequenos

Os debates quinzenais com o primeiro-ministro regressam esta quarta-feira. António Costa vai abrir o debate com uma intervenção sobre "políticas de rendimento", mas as atenções estão centradas na primeira vitória dos pequenos partidos. As políticas de …

Governo vai propor 635 euros para salário mínimo em 2020. Proposta não agrada patrões

Ana Mendes Godinho, ministra do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, vai apresentar esta quarta-feira na Concertação Social a proposta de aumento para o salário mínimo nacional para 2020, com uma atualização de 35 euros. Esta quarta-feira, …

Novo alvo do Sporting consumia e traficava droga (e tentaram matá-lo seis vezes)

Michael, jogador de 23 anos do Goiás, é alvo do Sporting já neste mercado de transferências de inverno. O brasileiro teve uma adolescência marcada pelo consumo e tráfico de drogas. Aos 23 anos de idade, Michael …

O misterioso monstro Tully acabou de ficar ainda mais misterioso

Uma nova investigação desmente um anterior estudo que argumentava que Tully era um vertebrado. A verdadeira natureza desde "monstro" continua um mistério para a comunidade científica. De vez em quando, os cientistas descobrem fósseis que são …

Vítor Pereira condenado a oito meses de prisão com pena suspensa

O treinador português foi condenado, esta terça-feira, a oito meses de prisão com pena suspensa, na Grécia, por incitamento à violência. Vítor Pereira foi condenado pela justiça grega a oito meses de prisão, com pena suspensa, …

Hospital da Cruz Vermelha pode vir a ser vendido à Santa Casa da Misericórdia

A Cruz Vermelha Portuguesa quer vender o respetivo hospital, em Lisboa, e a Santa Casa da Misericórdia da capital está interessada na aquisição. A Cruz Vermelha acredita que a venda pode acontecer até ao final do …

Tribunal de recurso absolve Benfica de jogo à porta fechada

O Tribunal Judicial da Comarca de Lisboa absolveu o Benfica das penas de disputar um jogo à porta fechada e do pagamento de uma multa de 56.250 euros, pelo seu relacionamento com grupos organizados de …

Senadora da oposição declara-se Presidente interina da Bolívia. Morales fala no “golpe mais matreiro e nefasto da história”

A senadora da oposição Jeanine Áñez assumiu esta terça-feira a Presidência interina da Bolívia, depois da renúncia de Evo Morales, numa sessão parlamentar que decorreu sem a presença de representares do Movimento para o Socialismo. Segundo …

Cientistas implantaram chip no cérebro de um paciente para ajudá-lo a superar o vício em opióides

West Virginia é o Estado norte-americano com a maior taxa de mortes relacionadas com opióides. Agora, é também o primeiro a usar estimulação cerebral profunda para combater este vício. A Universidade de West Virginia, nos Estados …