Papiro egípcio com 3 mil anos revela primeira denúncia por abuso sexual da história

Um papiro egípcio com três mil anos pode conter um dos primeiros registos de um homem despedido por abusos sexuais.

O manuscrito, com cerca de três mil anos, descreve uma lista de numerosas ações moralmente reprováveis por parte do artesão chefe Paneb, que viveu aproximadamente em 1.200 a.C. na cidade de Tebas, cujas ruínas se localizam dentro da moderna cidade de Luxor.

Paneb era o chefe de uma comunidade de artesãos que construíam túmulos reais no Vale dos Reis, na margem oeste do Rio Nilo. O autor do papiro, Amennakht, era, aparentemente, um companheiro que estava zangado com Paneb e que, por esse motivo, decidiu fazer denúncias diante do faraó.

De acordo com as acusações de Amennakht, Paneb ocupou o cargo de chefe de gabinete de modo injusto e era o autor do documento quem deveria ocupar esse mesmo lugar.

Para dar mais peso às suas reivindicações, Amennakht apresentou uma lista de acusações de agressão sexual e adultério. Numa das denúncias, Amennakht acusou Paneb de abusar sexualmente de uma mulher chamada Yemenwaw, a quem rasgou as roupas, “atirando-a contra parede e violando-a“.

Amennakht apresenta no papiro não só as denúncias de abuso sexual como também alguns testemunhos, destacando-se o testemunho do filho de Paneb, que garante que a denúncia de abuso sexual detalhada no manuscrito não foi o único crime que o pai cometeu.

O manuscrito não esclarece o que aconteceu com Paneb, mas mostra que, mesmo em sociedades antigas, as pessoas podiam ter sido castigadas pelo seu comportamento inaceitável.

O documento faz parte de um conjunto de notas conhecido como Papyrus Salt 124, detido pelo British Museum, e está a ser revisto por especialistas para examinar a cultura sexual antiga.

PARTILHAR

RESPONDER

Arqueólogos acreditam ter encontrado o famoso navio de James Cook

Um grupo de arqueólogos australianos e americanos acredita ter localizado a área em que o Endeavour, o navio que o explorador britânico James Cook usou nas suas viagens à Austrália e à Nova Zelândia, terá …

Físicos produziram o campo magnético mais forte e controlável de sempre

Um grupo de cientistas do Instituto de Física do Estado Sólido da Universidade de Tóquio, no Japão, produziu o campo magnético mais forte e controlável já criado em ambientes fechados - é um macro para …

"Impossível" puzzle químico do ouro foi finalmente resolvido

Uma equipa de cientistas russos e alemães conseguiu decifrar o segredo da estabilidade da estrutura cristalina do calaverita (AuTe2) - um raro mineral metálico também conhecido como telúrio de ouro. A descoberta, publicada nesta terça-feira na …

Há caranguejos mutantes e zangados a invadir a costa dos EUA (e são verdes)

Uma espécie agressiva de caranguejo verde está a invadir as águas do estado norte-americano de Maine, deixando um rasto de destruição nos habitats e ecossistemas aquáticos. Os caranguejos (Carcinus maenas) ameaçam várias espécies, como mexilhões azuis, …

Porsche quer ser a primeira fabricante alemã a deixar o diesel

A Porsche quer tornar-se a primeira fabricante automobilística alemã a deixar o diesel, apostando em motores a gasolina, híbridos e, a partir de 2019, em veículos elétricos, anunciou este domingo o presidente executivo da empresa. "Agora …

Viver nas cidades aumenta risco de demência (e a culpa é da poluição)

Viver na cidade influencia a nossa saúde. Segundo um estudo recente, a poluição do ar pode aumentar em 40% o risco de desenvolver demência. O impacto da poluição do ar na nossa saúde já era conhecido, …

Finalmente resolvido o mistério do assassino de gatos em Londres

Um dos mistérios criminais que intrigava a Inglaterra está finalmente resolvido. A conclusão é que, afinal, o famoso assassino de gatos de Croydon não existe. O mistério à volta da morte de mais de 400 gatos …

Benfica - Aves | Triunfo de águia exuberante e perdulária

O Benfica respondeu ao triunfo do FC Porto no sábado com uma vitória caseira sobre o Desportivo das Aves, por 2-0. O resultado pode indicar algumas dificuldades por parte da formação “encarnada”, mas pode-se dizer, sem …

Aquecimento global no Pleistoceno elevou nível do mar até 13 metros

O aquecimento global no final do período do Pleistoceno, com temperaturas similares às previstas para este século, reduziu a camada de gelo da Antártida oriental e elevou o nível do mar até 13 metros acima …

Autor dos mais famosos estudos sobre comida viu 13 artigos retirados

O famoso investigador norte-americano está envolvido numa polémica, depois de 13 dos seus estudos científicos terem sido retirados de algumas publicações. É provável que nunca tenha ouvido falar de Brian Wansink mas, tal como recorda o …