Papa renova palácio no coração do Vaticano para os sem-abrigo

(dr) Comunidade de Sant’Egídio

Palazzo Migliori, Vaticano

O Papa Francisco mandou renovar um palácio antigo situado no coração do Vaticano para que este ficasse ao serviço dos sem-abrigo de Roma. O espaço tem capacidade para acolher até 50 pessoas.

Trata-se do Palazzo Migliori, que data do século XIX e cujo nome homenageia a família que o doou à Igreja Católica Romana, de acordo com a NBC News.

Nas últimas décadas, foi usado por uma ordem religiosa feminina que cuidava de jovens mães solteiras. No ano passado, a ordem deixou o edifício e este foi renovado. Falou-se da possibilidade de o espaço se tornar num hotel de luxo, mas o Papa deu ordens explícitas para que o palácio se tornasse num espaço dedicado aos sem-abrigo.

Localizado bem perto da Praça de São Pedro, o palácio tem agora capacidade para abrigar até 50 pessoas, que aqui podem encontrar um lugar para comer, dormir e lavar roupas.

Existem ainda salas dedicadas a ações de formação e prestação de serviços práticos, como aconselhamento psicológico e utilização de computadores.

Aqui sinto-me mais em casa. Tenho a minha própria cama, quarto e casa de banho. É muito diferente dos dormitórios onde tenho ido até agora, onde por vezes nos sentimos como animais num estábulo sobrelotado”, disse Mario Brezza, citado pela cadeia televisiva australiana NBC News.

“O importante é que aqui estamos diante do Vaticano, estamos no coração do Papa, os pobres têm um lar diante do Papa”, disse Andrea Riccardi, fundador da Comunidade de Sant’Egidio, que ficou responsável pelo projeto.

Tal como destaca a RR, esta é mais uma medida que o Papa Francisco promove em prol dos sem-abrigo. Recentemente, recorde-se, foram instalados duches nas casas de banho publicas do Vaticano, sendo também inaugurada uma lavandaria pública e uma lavandaria.

ZAP //

 

 

 

 

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Os governantes de Portugal deviam obrigatoriamente olhar para a decisão do Papa em relação à protecção dos sem-abrigo em vez de se preocuparem com migrantes do norte de África que chegam até ao Algarve de ”barquinhos” de madeira e a seguir têm tacho, abrigo e roupa lavada e até dinheiro em Lisboa. Uma cambada de farsantes!

Responder a Eu! Cancelar resposta

Espanha com quase mais 3.000 novos casos. É o maior aumento desde maio

Espanha registou o maior número de infeções de covid-19 desde o final de maio, com 2.935 novos casos nas últimas 24 horas, anunciou o Ministério da Saúde, ressalvando que o balanço inclui dados de Madrid …

Escolas devem reabrir normalmente. Governo preparado para decisões diferentes

As escolas devem reabrir em situação de normalidade e só uma evolução negativa da pandemia levará a decisões contrárias, de maior ou menor alcance, que o Governo disse esta quinta-feira estar preparado para tomar. Na conferência …

Família de ativista saudita teme que esteja a ser torturada na prisão

Familiares de uma importante ativista dos direitos das mulheres da Arábia Saudita, detida desde maio de 2018, temem que esteja a ser torturada na prisão, uma vez que não dá notícias há vários meses. Loujain al-Hathloul, …

Governo disponível para retomar reuniões no Infarmed (mas nega falta de informação)

O Governo manifestou esta quinta-feira “abertura para retomar as reuniões” no Infarmed sobre o ponto de situação da epidemia de covid-19, mas rejeitou falhas na informação ao parlamento e aos partidos. Na conferência de imprensa do …

Israel e Emirados Árabes Unidos alcançam "acordo histórico" mediado pelos Estados Unidos

O Presidente norte-americano, Donald Trump, anunciou esta quinta-feira que Israel e os Emirados Árabes Unidos concordaram em estabelecer relações diplomáticas plenas, como parte de um acordo para impedir a anexação israelita de terras ocupadas pelos …

Em contingência, Câmaras de Lisboa passam a definir horários do comércio. O (pouco) que muda este sábado

A generalidade de Portugal continental continuará em situação de alerta e a Área Metropolitana de Lisboa em situação de contingência até ao final do mês devido à pandemia de covid-19, anunciou o Governo. Segundo explicou esta …

Três meses depois do anúncio, o apoio de emergência às Artes ainda não chegou

Cinquenta das 311 entidades abrangidas pela Linha de Apoio de Emergência às Artes, dotada de 1,7 milhões, ainda não tinham esta quinta-feira recebido o valor que lhes foi atribuído, três meses depois do anúncio dos …

Avaliação dos professores, "mock exams" e testes no outono. Britânicos podem "escolher" as próprias notas

O Governo britânico deu aos estudantes de liceu três alternativas diferentes para obterem o resultado das suas avaliações deste ano letivo, que foi atípico devido à pandemia de covid-19. De acordo com o jornal britânico The …

Governo reitera que não há exceções para a Festa do Avante. Críticas multiplicam-se

A ministra de Estado e da Presidência destacou que o Governo “não tem competências legais ou constitucionais” para proibir iniciativas políticas como a Festa do Avante!, mas salientou que não serão admitidas exceções às regras. Na …

Trabalhadores que estiveram em lay-off durante pelo menos 30 dias também vão ter bónus

O Conselho de Ministros aprovou um decreto-lei que clarifica que os trabalhadores que estiveram em lay-off por mais de 30 dias consecutivos, mesmo sem completar um mês civil, vão receber o complemento de estabilização. "Criado com …