Pandemia leva a uma queda de 79% na transação de automóveis na China

A pandemia de Covid-19 levou a uma queda de 79% na transação de automóveis na China – onde o surto começou -, com os clientes a evitar as idas aos concessionários. A compra de veículos no país recuou a níveis de 2005.

Segundo noticiou o Observador, apesar de a associação local de fabricantes estimar que a queda das vendas não vá além dos 5% no acumulado do ano, algumas marcas, como a Geely – fundada por Li Shufu, surgiu em 1986 e conta com mais de 120 mil funcionários em todo o mundo -, procuram soluções.

A Geely é dos poucos construtores de automóveis chineses não controlados pelo Governo. As vendas da marca baixaram 75% face a igual mês de 2019. O Shropshire Star avançou que a mesma vendeu 21.168 carros no mês passado, contabilizando nos dois primeiros meses de 2020 uma queda em comparação com o período homólogo do ano anterior.

A marca passou a apostar então nas vendas online, na China, que entrega o carro novo na casa do cliente sem qualquer contacto. O cliente compra o carro através do site da empresa, o fabricante faz chegar a ordem ao concessionário local e este passa a ser o responsável pela entrega do veículo na casa do cliente.

À porta do proprietário, a viatura é desinfetada, com as chaves a serem entregues por drone, dentro de uma bolsa.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Líderes da UE alertam Londres para respeitar acordo do Brexit

Os líderes da União Europeia (UE) alertaram o Governo britânico, este sábado, que os dois lados devem implementar o acordo do Brexit, numa reunião com o primeiro-ministro britânico à margem da cimeira do G7. A presidente …

Variante Delta está a crescer em Portugal. Lisboa e Vale do Tejo é a região mais afetada

As autoridades de saúde confirmam que já foi detetada, em Portugal, a transmissão comunitária da variante Delta do novo coronavírus. Esse cenário estará a ser mais evidente na região de Lisboa e Vale do Tejo. "Até …

Vírgula permite aos deputados receberem abono de exclusividade mesmo mantendo cargos em empresas

Um parecer da Comissão de Transparência permite aos deputados acumularem funções em empresas enquanto recebem o subsídio de exclusividade na Assembleia da República. Tudo por culpa de uma vírgula que desperta interpretações diversas. A situação é …

Grupo Espírito Santo só tem verbas para pagar 2,6% das dívidas

Os credores reclamam 11,5 mil milhões de euros em dívida, mas o império Espírito Santo só tem cerca de 300 milhões de euros. De acordo com o semanário Expresso, aquilo que resta do império Espírito Santo …

CTT reclamam dívidas de 67 milhões ao Estado

Os CTT iniciaram um processo de arbitragem contra o Estado, reclamando um total de 67 milhões de euros em compensações pelo impacto da pandemia de covid-19 e pela extensão unilateral do contrato de concessão. "Os CTT …

O candidato de Costa ao Porto só durou 24 horas (e a "asneira" pode sair-lhe cara)

Está lançada a confusão no PS Porto com a escolha do candidato do partido às próximas eleições autárquicas. O secretário de Estado da Mobilidade, Eduardo Pinheiro, não resistiu às reacções negativas à sua escolha para …

Mourinho Félix ao ataque. BdP "subjugou-se" à ex-ministra das Finanças

O antigo secretário de Estado Adjunto e das Finanças criticou, esta sexta-feira, a "falha grave" do Banco de Portugal (BdP) ao se ter subjugado à antiga ministra das Finanças quanto à capitalização inicial do Novo …

Castillo obtém a maioria dos votos nas Presidenciais peruanas

Pedro Castillo obteve a maioria dos votos nas eleições presidenciais de domingo no Peru, com 50,168% dos votos, restando apenas 0,328% para contar, uma distância que a sua rival, Keiko Fujimori, não será capaz de …

Câmara de Lisboa arrisca multa de 80 milhões devido à partilha de dados

A Câmara Municipal de Lisboa (CML) terá cometido quatro violações à lei da Proteção de Dados, puníveis cada uma com uma coima até aos 20 milhões de euros. Em declarações ao jornal Público, Elsa Veloso, advogada …

Joanetes e ossos partidos. A moda dos sapatos pontiagudos teve um alto custo na Inglaterra medieval

A moda dos sapatos pontiagudos na Inglaterra medieval desencadeou uma onda de joanetes, que, por sua vez, levaram a que as pessoas caíssem e partissem ossos. O século XIV assistiu à chegada de uma abundância de …