Depois da polémica, PAN altera proposta que previa reconciliação para crimes violentos

André Kosters / Lusa

O porta-voz e cabeça de lista por Lisboa do partido Pessoas-Animais-Natureza (PAN), André Silva

O PAN decidiu alterar a proposta do seu programa eleitoral que previa reconciliação para crimes violentos, depois de várias críticas de ONG que trabalham na área da violência doméstica e de alguns políticos.

“Instituir a obrigatoriedade de reclusos condenados por crimes violentos contra outras pessoas fazerem uma sessão semanal de reconciliação com os familiares das vítimas, mediante aceitação destas, e, caso não se trate de um homicídio, também com as próprias vítimas”.

Era esta a medida 1081 do programa eleitoral do PAN que agora, depois de várias críticas de ONG que trabalham na área da violência doméstica e de alguns políticos nas redes sociais, foi alterada, avança o Observador.

Um desses casos foi, por exemplo, Joana Mortágua, do Bloco de Esquerda, que fez suas as palavras da estudante Leonor Rosas. “A proposta do PAN é errada. As vítimas de violência doméstica não precisam de incentivos para se reconciliar com agressores. Precisam de saber que as denúncias têm consequências e de ser protegidas. A violência machista já matou 19 mulheres este ano. Esta medida é vergonhosa“.

A nova redação da proposta diz agora o seguinte: “Permitir sessões semanais de reconciliação entre reclusos condenados por crimes violentos, com exceção dos crimes de violência doméstica ou violação, e familiares das vítimas ou com as próprias vítimas, desde que todas as partes assim o pretendam”.

Em declarações ao jornal online, a coordenadora do gabinete jurídico do PAN e braço direito do deputado André Silva, Cristina Rodrigues, diz que se tratou de um erro.

“Admito que a redação inicial não era esclarecedora. Houve pessoas que pensaram que a medida se podia aplicar aos crimes de violência doméstica ou de violação, o que não era verdade. Assim, alterámos a redação para desfazer quaisquer dúvidas“, afirmou.

Questionada pelo Observador sobre o facto de a nova redação prever que a medida deixe de ser obrigatória, a dirigente do PAN explicou que, mais uma vez, é “para não levantar dúvidas”.

“Na redação original, apesar de existir a palavra obrigatoriedade, previa-se que fosse uma possibilidade, já que só podia acontecer mediante aceitação das partes, algo que se mantém na nova redação. O sistema teria de ser obrigado a promover essa reconciliação se essa fosse a vontade das partes. A obrigatoriedade era para o sistema“.

Só este ano, já quase duas dezenas de mulheres morreram num contexto de violência doméstica. Em 2018, de acordo com os dados apurados pelo Observatório de Imprensa de Crimes de Homicídio em Portugal e de Portugueses Mortos no Estrangeiro (OCH), ocorreram 32 homicídios, sendo que 20 eram mulheres.

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Basta dar uma vista de olhos pelo programa deste partido, pan, com a última lei sobre as beatas, mais as ditas multas, para perceber que é só mais um a acrescentar à lista ” de encher balões”: Em vez de obrigarem as tabaqueiras a introduzir filtros bio- degradáveis preferem a caça à multa. O objectivo é criar uma sociedade de vegans.

RESPONDER

Colisão gigante de asteróides no Espaço provocou um boom de vida na Terra

Os asteróides desempenharam um "papel divino" na história da vida na Terra. Um novo estudo sugere que um gigantesco boom de biodiversidade na Terra, há cerca de 470 milhões de anos, poderá ter acontecido devido …

Alguns planetas podem orbitar um buraco negro supermassivo em vez de uma estrela

Estamos habituados à ideia de que um planeta orbita estrelas. No entanto, estes corpos celestes podem também existir em torno de buracos negros supermassivos. Os cientistas já haviam adotado a ideia de que há planetas a …

PSD a 3 deputados da maioria na Madeira. CDS afasta geringonças

Miguel Albuquerque, político experiente, apreciador de música e apaixonado por rosas, voltou hoje a vencer as eleições regionais da Madeira, mas tem agora pela frente a ‘espinhosa’ tarefa de negociar um entendimento que garanta estabilidade …

Porto 2-0 Santa Clara | E vão cinco vitórias consecutivas na Liga

O FC Porto respondeu ao triunfo do Benfica no sábado em Moreira de Cónegos com a quinta vitória consecutiva na Liga, na recepção ao Santa Clara, por 2-0. Num jogo morno, com uma segunda parte mal jogada …

Mazda entra na corrida e prepara lançamento do seu primeiro carro elétrico

A Mazda garantiu o lançamento do seu primeiro carro elétrico já no próximo ano. O veículo será apresentado no Salão Automóvel de Tóquio. A corrida dos veículos elétricos acelera a todo o vapor e a Mazda …

Descobertas evidências de um reino bíblico em pleno deserto israelita

A bíblia faz referência a um reino de Edom, do século X antes de Cristo. Novas evidências sugerem que este reino poderá ter estado assente no deserto de Arava, no Israel. A análise de arqueólogos a …

PSD vence regionais na Madeira mas perde maioria absoluta

O PSD venceu hoje as eleições legislativas regionais na Madeira, com 37% a 41% dos votos, o que lhe retira a maioria absoluta no parlamento, segundo a projeção da RTP/Católica. O Partido Social Democrata venceu as …

No Afeganistão, há mulheres a arriscar a vida por um golo

As jogadores da seleção de futebol feminino do Afeganistão não treinam no seu país por razões de segurança. Muitas sofreram abusos sexuais e correm risco de vida para poderem jogar futebol. Pelo menos alguma vez na …

Cientista diz que avanços científicos podem levar à extinção humana

A evolução da ciência e tecnologia pode ser fundamental para evitar catástrofes, mas, ironicamente, pode também ser a causadora do fim da nossa espécie. O estudo das mudanças climáticas baseia-se em simulações cada vez mais de …

A ilha mais remota do mundo tem nome português

Tristão da Cunha é uma ilha com apenas 250 habitantes, onde ninguém fala português. Não há hotel nem aeroporto. Há quem parta em busca de um lugar sossegado para evitar as grandes multidões turísticas. Caso esteja …