Depois da polémica, PAN altera proposta que previa reconciliação para crimes violentos

André Kosters / Lusa

O porta-voz e cabeça de lista por Lisboa do partido Pessoas-Animais-Natureza (PAN), André Silva

O PAN decidiu alterar a proposta do seu programa eleitoral que previa reconciliação para crimes violentos, depois de várias críticas de ONG que trabalham na área da violência doméstica e de alguns políticos.

“Instituir a obrigatoriedade de reclusos condenados por crimes violentos contra outras pessoas fazerem uma sessão semanal de reconciliação com os familiares das vítimas, mediante aceitação destas, e, caso não se trate de um homicídio, também com as próprias vítimas”.

Era esta a medida 1081 do programa eleitoral do PAN que agora, depois de várias críticas de ONG que trabalham na área da violência doméstica e de alguns políticos nas redes sociais, foi alterada, avança o Observador.

Um desses casos foi, por exemplo, Joana Mortágua, do Bloco de Esquerda, que fez suas as palavras da estudante Leonor Rosas. “A proposta do PAN é errada. As vítimas de violência doméstica não precisam de incentivos para se reconciliar com agressores. Precisam de saber que as denúncias têm consequências e de ser protegidas. A violência machista já matou 19 mulheres este ano. Esta medida é vergonhosa“.

A nova redação da proposta diz agora o seguinte: “Permitir sessões semanais de reconciliação entre reclusos condenados por crimes violentos, com exceção dos crimes de violência doméstica ou violação, e familiares das vítimas ou com as próprias vítimas, desde que todas as partes assim o pretendam”.

Em declarações ao jornal online, a coordenadora do gabinete jurídico do PAN e braço direito do deputado André Silva, Cristina Rodrigues, diz que se tratou de um erro.

“Admito que a redação inicial não era esclarecedora. Houve pessoas que pensaram que a medida se podia aplicar aos crimes de violência doméstica ou de violação, o que não era verdade. Assim, alterámos a redação para desfazer quaisquer dúvidas“, afirmou.

Questionada pelo Observador sobre o facto de a nova redação prever que a medida deixe de ser obrigatória, a dirigente do PAN explicou que, mais uma vez, é “para não levantar dúvidas”.

“Na redação original, apesar de existir a palavra obrigatoriedade, previa-se que fosse uma possibilidade, já que só podia acontecer mediante aceitação das partes, algo que se mantém na nova redação. O sistema teria de ser obrigado a promover essa reconciliação se essa fosse a vontade das partes. A obrigatoriedade era para o sistema“.

Só este ano, já quase duas dezenas de mulheres morreram num contexto de violência doméstica. Em 2018, de acordo com os dados apurados pelo Observatório de Imprensa de Crimes de Homicídio em Portugal e de Portugueses Mortos no Estrangeiro (OCH), ocorreram 32 homicídios, sendo que 20 eram mulheres.

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Basta dar uma vista de olhos pelo programa deste partido, pan, com a última lei sobre as beatas, mais as ditas multas, para perceber que é só mais um a acrescentar à lista ” de encher balões”: Em vez de obrigarem as tabaqueiras a introduzir filtros bio- degradáveis preferem a caça à multa. O objectivo é criar uma sociedade de vegans.

RESPONDER

Consumo excessivo de álcool afeta o sistema nervoso (e aumenta a ansiedade)

Investigadores do Instituto de Investigação e Inovação em Saúde concluíram que o consumo repetitivo de álcool afeta diretamente células imunes do sistema nervoso central, que eliminam parte da comunicação entre os neurónios, e provoca o …

Afinal, os tubarões-baleia macho não são os maiores peixes dos oceanos

Um novo estudo revela que, afinal, os tubarões-baleia machos não são os maiores peixes do oceano. As fêmeas crescem continuamente muito depois de os machos pararem, atingindo tamanhos maiores - ainda que demorem mais tempo …

Exército norte-americano usou fundos de emergência covid-19 para comprar armas

O exército dos Estados Unidos utilizou fundos de emergência aprovados pelo Congresso especificamente para combater a covid-19 para comprar armas, denuncia esta semana o jornal norte-americano The Washington Post. O caso remonta a março passado, …

Carpinteiros usam técnica medieval na reconstrução de Notre Dame

A reconstrução de Notre Dame - que se prevê estar concluída no prazo de cinco anos - continua a avançar e os carpinteiros usaram técnicas medievais para erguer uma estrutura na fachada do monumento. A Catedral …

Durante um ano e meio, uma aldeia inteira perdeu a Internet todos os dias à mesma hora (e já se sabe porquê)

Durante 18 meses, os residentes de uma vila no País de Gales perderam a Internet todos os dias à mesma hora. Agora, engenheiros identificaram o motivo: uma televisão em segunda mão que emitia um sinal …

Gado na UE produz 704 milhões de toneladas de CO2 (mais do que todos os transportes juntos)

De acordo com uma nova análise da Greenpeace, animais de criação como vacas, porcos e outros, estão a emitir mais gases com efeito de estufa na Europa do que todos os transportes juntos. Na última década, …

É distraído e está sempre a perder a carteira? A Cashew Smart Wallet é para si

Uma simples carteira pode vir a melhorar os seus dias. A Cashew Smart Wallet é dotada de uma tecnologia de bluetooth que permite proteger os seus bens e ainda o ajuda caso a perca por …

Desportivo das Aves SAD desiste do Campeonato de Portugal

O Desportivo das Aves SAD vai abdicar da participação no Campeonato de Portugal (CdP), após ter falhado as negociações com o Perafita para utilizar as instalações do clube de Matosinhos. "As inscrições fechavam ontem [terça-feira] e …

Celebridades doam dinheiro para pagar dívidas a ex-presos impedidos de votar nos EUA

O bilionário Michael Bloomberg, o cantor John Legend e o basquetebolista LeBron James são algumas das celebridades que estão a doar dinheiro para pagar dívidas de ex-presidiários da Florida, impedidos de votar nas próximas eleições …

No debate sobre o Plano de Recuperação, evocou-se Sócrates e Passos

O líder do PSD questionou o primeiro-ministro se pretende "fomentar o desemprego" com o aumento do salário mínimo. O chefe do Governo manifestou-se "completamente perplexo". Na abertura do debate sobre o Plano de Recuperação e Resiliência, …