Depois da polémica, PAN altera proposta que previa reconciliação para crimes violentos

André Kosters / Lusa

O porta-voz e cabeça de lista por Lisboa do partido Pessoas-Animais-Natureza (PAN), André Silva

O PAN decidiu alterar a proposta do seu programa eleitoral que previa reconciliação para crimes violentos, depois de várias críticas de ONG que trabalham na área da violência doméstica e de alguns políticos.

“Instituir a obrigatoriedade de reclusos condenados por crimes violentos contra outras pessoas fazerem uma sessão semanal de reconciliação com os familiares das vítimas, mediante aceitação destas, e, caso não se trate de um homicídio, também com as próprias vítimas”.

Era esta a medida 1081 do programa eleitoral do PAN que agora, depois de várias críticas de ONG que trabalham na área da violência doméstica e de alguns políticos nas redes sociais, foi alterada, avança o Observador.

Um desses casos foi, por exemplo, Joana Mortágua, do Bloco de Esquerda, que fez suas as palavras da estudante Leonor Rosas. “A proposta do PAN é errada. As vítimas de violência doméstica não precisam de incentivos para se reconciliar com agressores. Precisam de saber que as denúncias têm consequências e de ser protegidas. A violência machista já matou 19 mulheres este ano. Esta medida é vergonhosa“.

A nova redação da proposta diz agora o seguinte: “Permitir sessões semanais de reconciliação entre reclusos condenados por crimes violentos, com exceção dos crimes de violência doméstica ou violação, e familiares das vítimas ou com as próprias vítimas, desde que todas as partes assim o pretendam”.

Em declarações ao jornal online, a coordenadora do gabinete jurídico do PAN e braço direito do deputado André Silva, Cristina Rodrigues, diz que se tratou de um erro.

“Admito que a redação inicial não era esclarecedora. Houve pessoas que pensaram que a medida se podia aplicar aos crimes de violência doméstica ou de violação, o que não era verdade. Assim, alterámos a redação para desfazer quaisquer dúvidas“, afirmou.

Questionada pelo Observador sobre o facto de a nova redação prever que a medida deixe de ser obrigatória, a dirigente do PAN explicou que, mais uma vez, é “para não levantar dúvidas”.

“Na redação original, apesar de existir a palavra obrigatoriedade, previa-se que fosse uma possibilidade, já que só podia acontecer mediante aceitação das partes, algo que se mantém na nova redação. O sistema teria de ser obrigado a promover essa reconciliação se essa fosse a vontade das partes. A obrigatoriedade era para o sistema“.

Só este ano, já quase duas dezenas de mulheres morreram num contexto de violência doméstica. Em 2018, de acordo com os dados apurados pelo Observatório de Imprensa de Crimes de Homicídio em Portugal e de Portugueses Mortos no Estrangeiro (OCH), ocorreram 32 homicídios, sendo que 20 eram mulheres.

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Basta dar uma vista de olhos pelo programa deste partido, pan, com a última lei sobre as beatas, mais as ditas multas, para perceber que é só mais um a acrescentar à lista ” de encher balões”: Em vez de obrigarem as tabaqueiras a introduzir filtros bio- degradáveis preferem a caça à multa. O objectivo é criar uma sociedade de vegans.

RESPONDER

Quanto vale a vida do seu cão (e a importância que isso tem)

Quanto vale a vida do seu cão? A resposta a esta pergunta pode ser mais importante do que aquilo que pensa e pode mudar drasticamente o preço que pagamos pela sua saúde e bem-estar. Os norte-americanos …

Asteróide passará esta sexta-feira pela Terra a 27.000 km/hora

Um asteróide de grandes dimensões passará pela Terra, atingindo o seu ponto mais próximo do nosso planeta esta sexta-feira, dia 6 de dezembro. O corpo celeste, importa frisar, não representa qualquer perigo para o Homem. …

Banco de França vai testar moeda digital em 2020

O governador do Banco de França anunciou na quarta-feira o lançamento de testes no próximo ano para uma moeda digital, que pode servir de precedente para uma iniciativa do mesmo tipo à escala da zona …

Atlético de Madrid na corrida por Gabigol

O Atlético de Madrid entrou na corrida pela contratação de Gabigol, o artilheiro que está ao serviço do Flamengo por empréstimo do Inter de Milão. A notícia é avançada pelo jornal italiano Gazzetta Dello Sport, …

Australiana condenada a prisão por ter mentido no currículo

Uma australiana de 45 anos foi condenada a um ano de prisão efetiva por ter mentido no seu currículo para conseguir uma vaga no Governo regional, conta esta quinta-feira a ABC Australia. Veronica Hilda Theriault foi …

Homem da comunicação de Rui Rio pertence à maçonaria

João Tocha, o homem que o líder do PSD escolheu para fazer parte da sua comunicação, é maçon, avança a revista Visão esta quinta-feira. Em declarações à Visão, João Tocha, iniciado no Grande Oriente Lusitano …

Marco Silva despedido do Everton

O treinador português Marco Silva foi hoje despedido pelo Everton, clube da Primeira Liga inglesa de futebol, um dia depois do desaire por 5-2 no reduto do rival da cidade, o campeão europeu Liverpool. “O Everton …

Líder Supremo do Irão aprova medidas para reconhecer como "mártires" os mortos dos recentes distúrbios

O líder supremo do Irão aprovou as recomendações de um relatório oficial propondo o reconhecimento como "mártires" dos mortos nos recentes distúrbios no país sem que tenham "desempenhado qualquer papel", indicou esta quinta-feira o seu …

OE2020. Governo quer baixar preço da luz sem mexer no IVA

O Governo socialista está a estudar hipóteses "alternativas" para baixar o preço da luz sem mexer na taxa do IVA, devendo estas soluções constar já da proposta inicial do Orçamento de Estado para 2020 (OE2020). De …

Pelosi acionou votação para impeachment a Trump. "Os factos são incontestáveis"

A Presidente da Câmara de Representantes dos Estados Unidos, Nancy Pelosi, anunciou esta quinta-feira que o órgão irá avançar com a redação de acusações contra o Presidente norte-americano, no âmbito do processo de impeachment. “As ações …