Pais fecham escola a cadeado contra turma mista

SESI SP / Flickr

A sede do Agrupamento de Escolas de Vieira do Minho reabriu esta segunda-feira ainda durante a manhã, depois de a GNR ter retirado o cadeado colocado no portão pelos pais, em protesto contra a formação de uma turma mista na EB1 de Rossas.

O presidente da Associação de Pais, Paulo Magalhães, disse à Lusa que os cerca de 1.100 alunos que frequentam a escola sede do agrupamento “perderam os dois primeiros tempos letivos”.

“O cadeado foi retirado mas os nossos protestos vão continuar, até que as nossas reivindicações sejam atendidas”, acrescentou.

Adiantou que está a ser preparada para terça-feira uma “mega-manifestação” frente à Direção-Geral dos Estabelecimentos Escolares do Norte, no Porto.

Em causa está a constituição de uma turma mista, com 11 alunos do 1º ano e 15 do 2º, na EB1 de Rossas.

Segundo os pais, bastava haver mais um aluno para o Ministério da Educação já autorizar a formação de turmas autónomas para cada ano.

Por um aluno, está-se a prejudicar o sucesso educativo de 26“, criticou Paulo Magalhães.

Na sexta-feira, os pais fecharam a cadeado a EB1, cujos alunos continuam sem ir às aulas.

Também na sexta-feira, em comunicado, o Ministério da Educação (ME) adiantou que a turma mista será para manter, sublinhando que “avançar com uma situação de excecionalidade neste caso seria criar um foco de desigualdade relativamente a outros que se encontram em situações semelhantes”.

No comunicado, o ME refere que a criação de turmas mistas “é a solução prevista na lei, e pedagogicamente validada, para as escolas com um número de alunos muito reduzido”.

Sublinha ainda que “é para evitar que haja a necessidade de recorrer a turmas mistas – as quais são uma minoria no panorama nacional – que, em alguns territórios, os municípios optam pela construção de centros escolares”, acrescenta.

Os pais dos alunos de Rossas contrapõem que o concelho de Vieira do Minho sofreu um reordenamento da rede escolar, com o encerramento de 27 escolas primárias e a redistribuição dos alunos por quatro centros escolares/escolas básicas, precisamente para evitar a formação de turmas mistas.

/Lusa

PARTILHAR

5 COMENTÁRIOS

  1. Também frequentei a escola mais democrática que conheci em todo o meu percurso escolar e docente de mais de 40 anos de ensino superior. Os alunos da 2ª classe ensinavam os da 1ª classe num ritmo em que cada par ia fazia intervalo quando entendia.Havia responsabilidade ética pelo acompanhamento.A disciplina era natural.Hoje, por excessiva tutela burocrática, os alunos desrespeitam os professores.A escola hoje padece do regime disciplinar das prisões em que responsabilizam os professores como carcereiros. Abram as portas da escola para que as crianças nos abram também as janelas que os adultos já não veem

  2. Está explicada a falta de educação e vandalismo dos alunos nas escolas. Com pais desta natureza como podem os filhos serem educados e cívicos? Onde já se viu fecharem uma escola a cadeado e com que direito? A liberdade anda a fazer mal a muita gente.

RESPONDER

Sistema de inteligência artificial promete diagnosticar cancro do pulmão com mais precisão que radiologistas

Um grupo de cientistas da Google e da universidade norte-americana Northwestern desenvolveram um sistema de inteligência artificial que promete detetar melhor o cancro de pulmão do que os radiologistas, conclui um estudo publicado na terça-feira. Segundo …

João Félix é exigência de Guardiola no Manchester City

O campeão inglês, Manchester City, estará interessado na contratação de João Félix. O jovem de 19 anos está blindado por uma cláusula de rescisão de 120 milhões de euros. Depois de entrar na lista dos 23 …

Greve dos anestesistas no Amadora-Sintra adia 300 cirurgias

Os médicos anestesistas do Hospital Amadora-Sintra terminam esta sexta-feira às 20h00 uma greve de cinco dias para exigir a contratação de mais especialistas e reclamar condições de segurança clínica. A paralisação no Hospital Fernando Fonseca, que …

“No que depender do Governo”, a rede Multibanco vai continuar gratuita, garante Centeno

"No que depender do Governo, vai continuar gratuita para os portugueses" a utilização das caixas multibanco, cuja gratuitidade foi questionada recentemente por alguns líderes dos bancos. O ministro das Finanças, Mário Centeno, garantiu esta sexta-feira que …

Protecção Civil pagou combustível para participar em novela da SIC

A SIC não pagou qualquer valor pelo empréstimo de meios da Protecção Civil para as filmagens de uma novela que está a ser produzida pelo canal. A Autoridade Nacional de Emergência e Protecção Civil (ANEPC) …

Liderança do Montepio pode voltar a mudar

Uma nova reviravolta na administração do Banco Montepio pode estar prestes a acontecer. Carlos Tavares, atual presidente da administração com poderes não executivos, pode voltar a ser presidente executivo deste banco. Se isso acontecer, Dulce Mota …

Berardo era peça na "estratégia" de Sócrates para dominar a banca

Em entrevista ao Jornal Económico, o empresário Patrick Monteiro de Barros defende que Joe Berardo foi uma das pessoas de quem José Sócrates se serviu para dominar a banca. Patrick Monteiro de Barros disse, em entrevista …

BCE arrasa propostas de Centeno. Reforma coloca em risco independência do BdP

O Banco Central Europeu teceu duras criticas às propostas de Centeno para a reforma da supervisão financeira em Portugal. O BCE admite que a independência do Banco de Portugal poderia ficar em risco. Depois da Comissão …

#MeToo. Acordo de 40 milhões para evitar processo contra Harvey Weinstein

O antigo produtor de Hollywood Harvey Weinstein terá chegado a um acordo no valor de 44 milhões de dólares (cerca de 40 millhões de euros) em indemnização com dezenas das suas vítimas, de forma a …

Paulo Sande, cabeça de lista do Aliança, recebeu salário de Belém. Mas vai devolver

O cabeça de lista do Aliança decidiu devolver o vencimento que lhe foi pago este mês pela Presidência da República enquanto assessor político de Marcelo Rebelo de Sousa. Paulo Sande começou por gozar uma licença sem …