Pagamento de quotas à última hora fazem Rui Rio crescer – mas Paulo Rangel continua a ser o favorito

7

ppdpsd / Flickr

Rui Rio e Paulo Rangel conversam durante o Conselho Nacional do PSD

Rui Rio, presidente do PSD, e Paulo Rangel, candidato à liderança social-democrata, durante o Conselho Nacional do partido

Mais de 46.000 militantes do PSD vão poder votar, no próximo sábado, nas eleições diretas para escolher o presidente do partido.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Apesar do pagamento de quotas de última hora e de algumas variações em concelhias-chave, Paulo Rangel continua na frente da disputa interna do PSD.

Aliás, se compararmos as contas feitas há cerca de um mês, o líder do PSD perdeu apoios, embora tenha crescido em zonas estratégicas do país.

Segundo uma análise do Observador, o eurodeputado é o favorito no G4 – Lisboa, Porto, Braga e Aveiro.

As quatro maiores distritais têm mais de metade dos militantes com poder de voto nos cadernos eleitorais: 52,88% do universo eleitoral, o que equivale a 24.664 militantes com poder de voto num total de 46.016.

Nas 10 distritais intermédias, Rangel é o favorito em cinco: Viseu, Coimbra, Guarda, Faro e Setúbal.

Já Rui Rio conquista o apoio dos líderes distritais em três: Vila Real, Bragança e Viana do Castelo.

Sobram, assim, Santarém, onde o eurodeputado conta com o apoio do líder distrital (mas os apoiantes do atual líder tornaram Rio Maior na maior secção do distrito e podem ainda disputá-lo), e Leiria, que ainda não tomou uma posição, embora Rangel conte com o apoio do antigo líder distrital Rui Rocha e da ex-líder da JSD, Margarida Balseiro Lopes.

Nas dez maiores concelhias do país (tendo em conta os militantes em condições de votar), Rangel é preferido em nove. Rui Rio só conquista Barcelos.

Estas concelhias representam 11.951 votantes de um total de 46.016 militantes inscritos nos cadernos eleitorais, ou seja, mais de 25% dos votos totais.

Nos Açores, os militantes devem tombar para Rui Rio. A Madeira ainda pode vir a fazer estragos, uma vez que ainda está a ser disputada por ambos os candidatos ao trono laranja.

Barcelos foi surpresa de última hora

O pagamento em massa de quotas à última hora tornou a concelhia de Barcelos a segunda do país com mais votantes nestas diretas: 1.750 militantes, o que corresponde a quase 4% do universo eleitoral.

Apesar de Rui Rio ter vindo a defender que não aposta no aparelho mas sim no “voto livre” dos militantes, a verdade é que este reforço de votos lhe deu um novo impulso.

Segundo o Observador, Barcelos aumenta em 683 o número de eleitores face às últimas diretas e mais de metade deste aumento acontece perto do final do prazo para pagamento de quotas.

O diário destaca que 320 militantes pagaram quotas nesta concelhia nos últimos três dias em que foi possível regularizar a situação.

É de salientar que tanto o presidente da concelhia, António Lima, como o presidente da Câmara, Mário Constantino, apoiam Rui Rio.

  ZAP //

7 Comments

  1. O Rio tem escapado sempre a eleições internas. Vamos lá ver se ele escapa desta vez. Ele tem sempre muitos apoiantes internos que nunca se manifestam muito publicamente.

  2. Todas as sondagens, Aximage, Católica, CM… Todas dão vitória a Rui Rio. Apenas o Observador, que nem sondagens faz nem respeita as que existem, é que apresenta Rangel como favorito com base não em nenhuma sondagem, mas sim no simples facto de que o Chefe de redação José Manuel Fernandes ser um fanático neoliberal. Ora como Rui Rio é a cara da facção Social Democrata do PSD, os amantes da ala neoliberal do Partido estão desde o início a tentar correr com o único homem recto e honesto da política do Centrão. Mas o que é que no fundo pode contar a inclinação ideológica de um jornalista contra os resultados de três sondagens? Rangel é um derrotado à partida até porque acaba de sofrer uma retumbante derrota em Bruxelas. Rio é um vencedor com os resultados das autárquicas. Rangel é um lacaio da Maçonaria… E um Passista. Um amante do Rei Passos do genocidio social.

  3. Se o ligeirinho destronar o Rio, queimo o cartão de militante do PSD. Impressionante como, cada vez mais, os oportunistas/golpistas surgem do quase nada para a ribalta virtual que os deslumbra e engana.

  4. Amigo Miguel Queiroz, em TUDO estou 100% de acordo com o que disse e é muito triste termos de constatar, conforme disse, “que Rio é o único homem reto e honesto da política do Centrão”, provou-o bem na chefia da Câmara do Porto; os outros querem é tachos e lugares e é tudo isto que tem lançado o descrédito sobre a política e os políticos e, apesar disso, este tipo de gente não tem pingo de vergonha na cara e continua é a querer tratar de si própria, família e “amigos”.

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.