Padre suspeito de abusos sexuais obrigado a pagar caução e entregar passaporte

foto: mmagallan / sxc

foto: mmagallan / sxc

O pároco da Golegã suspeito de abuso sexual de duas crianças ficou obrigado a pagar uma caução de 3.500 euros e a entregar o passaporte, estando proibido de sair da área de residência e de se aproximar de menores.

As medidas de coação foram lidas aos jornalistas depois de quase quatro horas de interrogatório no Tribunal da Golegã, onde o padre chegou acompanhado por dois agentes da Polícia Judiciária.

Colocado sob termo de identidade e residência, o pároco foi proibido pelo juiz de se aproximar dos concelhos da Golegã e de Torres Novas (onde terão ocorrido os crimes), devendo permanecer na sua área de residência, bem como de qualquer contacto com menores, em particular com as vítimas.

A PJ anunciou a detenção do pároco, dado como estando em parte incerta desde o início do mês, por ser o “presumível autor de dois crimes de abuso sexual de crianças cometidos na forma agravada”.

O advogado do padre considerou as medidas de coação “pesadas”, mas admitiu serem adequadas tendo em conta o clima de alarme social gerado.

Há duas semanas, a Diocese de Santarém anunciou a abertura de um “processo canónico de averiguações a propósito de suspeitas” sobre o pároco.

Notícias surgidas em alguns órgãos de comunicação social referiam “actos menos correctos” do pároco que terão envolvido jovens durante um acampamento de escuteiros.

“O sacerdote encontra-se dispensado de todos os seus encargos. Tal não implica um juízo sobre a sua pessoa, ou sobre os factos, mas favorece a averiguação da verdade”, afirmava a nota da diocese.

Declarando-se “disponível para colaborar em tudo com as instâncias civis”, a Diocese de Santarém afirmava estar “em contacto com os familiares para dar todo o apoio necessário”.

“A Diocese deseja manifestar que está próxima dos jovens e suas famílias e de toda a comunidade. Compreende e partilha a perplexidade e tristeza de todos. Está determinada a colaborar para criar um ambiente sereno e seguro para todos”.

A Conferência Episcopal Portuguesa divulgou, em Abril de 2012, um conjunto de directrizes para o tratamento de eventuais casos de abuso sexual de menores ocorridos na Igreja, destacando a necessidade de colaboração com as autoridades civis.

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

BCE reitera que retoma económica só em 2022 (e "enfraquecida")

Para Philip Lane, economista-chefe do Banco Central Europeu, a vacina traz uma perspetiva para o final do próximo ano e para 2022, mas não para os próximos seis meses. O economista-chefe do Banco Central Europeu (BCE), …

Ventura notificado para apresentar defesa em processo por discriminação

A Comissão para a Igualdade e contra a Discriminação Racial (CICDR) notificou André Ventura para apresentar a sua defesa na sequência de alegadas declarações de carácter discriminatório em relação à etnia cigana no Facebook. A comissão …

UNICEF prepara maior operação da história para administrar dois mil milhões de vacinas

A UNICEF anunciou hoje que está a analisar a logística de transporte de cerca de dois mil milhões de vacinas contra a covid-19 para 92 países e que esta será a maior operação internacional da …

China deteta surtos em três cidades e impõe bloqueios e milhões de testes

As autoridades chinesas estão a testar milhões de pessoas, a impor bloqueios e a fechar escolas depois de vários casos do novo coronavírus transmitidos localmente terem sido diagnosticados nos últimos dias, em três cidades. À medida …

Joe Biden escolhe Antony Blinken para secretário de Estado

O Presidente-eleito escolheu Antony Blinken - um dos seus assessores mais antigos e mais próximos de Joe Biden - para o cargo de secretário de Estado, decisão que ainda terá de ser validada pelo Senado …

Portugal regista mais 74 mortes e 4044 novos casos de covid-19

Portugal regista, esta segunda-feira, mais 74 mortes e 4044 novos casos de infeção por covid-19, segundo o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). De acordo com o último boletim da DGS, dos 4044 novos casos, 2258 …

Ordem dos Médicos quer alargar proibição de circulação aos dias entre os feriados

O Gabinete de Crise para a covid-19 da Ordem dos Médicos está a pedir ao Governo que pondere a possibilidade de manter a proibição de circulação entre concelho nos 12 dias das duas pontes - …

Deputada não inscrita Cristina Rodrigues consegue acordo do Governo para várias propostas

No segundo dia de votações do Orçamento do Estado para 2021 (OE2021) na especialidade, a deputada não inscrita Cristina Rodrigues chegou a acordo com o Executivo para propostas como programas de saída e apoio a …

Admissão em lares dispensa teste se utente tiver cumprido isolamento há 90 dias

A Direção-Geral da Saúde alterou as normas para as estruturas residenciais para idosos, unidades de cuidados continuados da rede nacional e outras respostas para os mais velhos e instituições de acolhimento de crianças e jovens …

Empresas podem adiar pagamentos à Segurança Social para julho de 2021

As empresas e os trabalhadores independentes podem adiar o pagamento das contribuições para a Segurança Social para o segundo semestre de 2021 e pagar em três ou seis meses, sem juros. A medida foi avançada pelo …