Pacientes com covid-19 apresentam danos pulmonares semanas após terem alta, revela estudo

Uma investigação austríaca revelou que pacientes hospitalizados com covid-19 apresentam lesões pulmonares, falta de ar e tosse semanas após terem alta.

Segundo noticiou o Guardian, mesmo em pacientes que tiveram uma infeção leve os sintomas podem perdurar por semanas ou meses após a infeção inicial ter passado. Neste estudo agora divulgado, a equipa austríaca avançou os resultados preliminares da recuperação de pacientes hospitalizados com infeção grave por coronavírus.

Os resultados revelaram que seis semanas após terem tido alta do hospital, 88% dos pacientes ainda apresentavam danos nos pulmões e 47% falta de ar. Em 12 semanas, esses números passaram a 56% e 39%, respetivamente.

“Os sobreviventes de covid-19 apresentam comprometimento pulmonar persistente semanas após a recuperação”, indicou Sabina Sahanic, da University Clinic, em Innsbruck, um dos membros da equipa. “Com o tempo, é detetável uma melhoria moderada”, disse, destacando a importância do acompanhamento estruturado para a recuperação.

Contudo, embora a recuperação possa ser demorada, a equipa concluiu que a doença não parece desencadear um aumento nas cicatrizes pulmonares ao longo do tempo.

A equipa acompanhou a saúde de 86 pacientes após a alta hospitalar, cuja idade média era de 61 anos. Desses, 18 estavam nos cuidados intensivos. Mais de 60% eram do sexo masculino, quase 50% eram fumadores ou ex-fumadores e 65% tinham excesso de peso ou obesidade. Os testes foram realizados seis e 12 semanas após a alta.

Os investigadores descobrira que problemas de saúde persistentes estavam presentes tanto em pacientes que tinham estado nos cuidados intensivos quanto nos que não tinham necessitado desse tipo de atendimento.

Jean-Christophe Bott / EPA

Entre outras descobertas, a equipa verificou que, nas seis semanas após a alta, o volume pulmonar disponível para respiração era inferior a 80% que o esperado em 24 dos pacientes e que, após 12 semanas, isso constatou-se em 16. Além disso, foram encontrados danos cardíacos em vários casos, que acabaram por melhorar com o tempo.

Embora o dano pulmonar após a alta tenha sido mais grave entre os pacientes que estiveram nos cuidados intensivos, a equipa notou que, ao longo do tempo, esses pacientes mostraram uma taxa de melhoria a nível pulmonar semelhante àqueles que não estiveram em terapia intensiva.

Sahanic explicou que o impacto a longo prazo da covid-19 não é uma surpresa. Pesquisas anteriores mostraram que os sobreviventes do SARS – síndrome respiratória aguda grave – também tiveram esses problemas. “Dos que sobreviveram, 30% demonstraram anormalidades pulmonares estruturais persistentes meses após a infeção”, contou.

A equipa vai continuar com a investigação, de forma a verificar como estarão os pacientes 24 semanas após a alta do hospitalar.

“Há evidências crescentes de que, para muitos pacientes que tiveram covid-19, há consequências de longo prazo para a sua saúde. É provável que sejam mais comuns em pacientes que apresentaram doença grave, que requer hospitalização e ventilação”, afirmou Tom Wilkinson, professor e consultor em medicina respiratória da Universidade de Southampton, que não participou no trabalho.

De acordo com o especialista, vários estudos estão em andamento para validar os impactos e encontrar as melhores formas de apoiar a recuperação.

“O estudo austríaco relata resultados de acompanhamento de curto prazo numa amostra hospitalizada, demonstrando que há evidência contínua de comprometimento cardíaco e pulmonar numa grande proporção de pacientes 12 semanas após a alta”, referiu. “Embora haja pacientes que terão uma recuperação completa mais tarde, muitos podem não ter, e isso aponta para a necessidade de melhores estratégias para prevenir e tratar a covid-19”.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Entre cursos de água e "kahns", a Alemanha ainda alberga uma minoria étnica de língua eslava

As nações europeias nasceram e desvaneceram ao longo do tempo, mas há uma minoria étnica de língua eslava que permanece dentro da Alemanha. Lehde é uma pacata vila, com cerca 150 habitantes, de ilhas pantanosas interligadas …

Itália 3-0 Suíça | Squadra Azzurra volta a ganhar e a encantar

A Itália tornou-se hoje a primeira seleção a garantir o apuramento para os oitavos de final do Euro2020 de futebol, ao vencer a Suíça por 3-0, em encontro da segunda jornada do Grupo A, disputado …

Sony apresenta o seu primeiro drone, o Airpeak S1

Há algum tempo que a Sony planeava lançar um drone, agora, é oficial. A empresa de tecnologia apresentou um drone chamado Airpeak S1 que será, muito provavelmente, o primeiro de muitos. A Sony anunciou oficialmente o …

Candidaturas a astronauta da Agência Espacial Europeia encerram na sexta-feira

Os candidatos têm de ter, pelo menos, um mestrado e experiência profissional, serem fluentes em inglês e ter mais de 1,30 metros.  O prazo para apresentação de candidaturas a vagas para novos astronautas da Agência Espacial …

Dois meses no escuro. Valentina Miozzo passou a quarentena sozinha no Ártico

A pandemia de covid-19 foi um duro golpe de solidão forçada para a maioria das pessoas, mas para a italiana Valentina Miozzo foi a oportunidade perfeita para usufruir de alguns momentos a sós. A meio da …

Pedras misteriosas provocam "corrida aos diamantes" na África do Sul

Uma verdadeira "febre de diamantes" assolou a vila de KwaHlathi, na província de KwaZulu-Natal, litoral da África do Sul. Centenas de pessoas, com utensílios caseiros a servir de engenhos de mineração, ocuparam um terreno à …

Designer cria um "terceiro olho" para quem vive agarrado ao telemóvel

Um designer industrial sul-coreano criou, recentemente, um “terceiro olho” para ajudar aqueles que, mesmo em andamento, não conseguem tirar os olhos do telemóvel. O designer industrial Minwook Paeng criou recentemente o The Third Eye ('terceiro olho' …

Depois de Ronaldo e da Coca Cola, Pogba imitou-o com a Heineken (e a UEFA podia castigar Portugal e França)

Após Cristiano Ronaldo ter removido duas garrafas de Coca Cola da mesa onde se sentou para uma conferência de imprensa no Euro 2020, foi a vez do francês Paul Pogba ter feito o mesmo com …

Adeptos portugueses proibidos de entrar na "fan zone" de Budapeste

Momento confuso numa zona da capital da Hungria, na véspera do jogo com Portugal, na estreia no Europeu 2020. A Hungria não escapou ao coronavírus mas, entre os países que recebem jogos do Europeu 2020, é …

Mulher recebe quatro certificados de imunidade - e nenhum é válido

O governo da Hungria está a emitir cartões que garantem que determinada pessoa, na teoria, é imune ao coronavírus. Mas nem tudo corre bem. A vida nas ruas da Hungria é diferente do que se vive …