Ovelhas e bactérias estão a ajudar a combater o coronavírus

Anticorpos que podem ajudar a combater o SARS-CoV-2, o vírus que causa a covid-19, estão a ser testados em ovelhas. Estes podem ser usados para desenvolver testes de diagnóstico.

O SARS-CoV-2, o vírus que causa a covid-19, funciona infetando o sistema respiratório. Se entrar nos pulmões, causa uma reação imune, que pode levar a pneumonia e até morte. Na Universidade de Dundee, foram identificadas 28 proteínas criadas pelo SARS-CoV-2 que produzem uma resposta imune no organismo. Estas proteínas são ferramentas vitais de investigação para o desenvolvimento de diagnósticos e para ajudar a entender como o vírus nos infecta e ataca.

Os vírus são codificados por informações genéticas chamadas ARN, que servem como uma planta de como elas estão reunidas. O “programa” contém informações sobre como replicar e como infetar e atacar o hospedeiro. Os cientistas podem aprender este código genético e usá-lo para combater o vírus.

O primeiro passo é pegar na sequência genética do vírus, convertê-la em ADN e copiá-la usando uma técnica conhecida como reação em cadeia da polimerase (PCR). O processo amplifica o material genético milhões de vezes. Esta sequência é então usada para programar bactérias para produzir as proteínas que compõem o vírus, permitindo que os cientistas as colham e preparem em grandes quantidades.

Essas proteínas serão introduzidas em ovelhas numa quinta escocesa. As ovelhas começam então a produzir anticorpos contra as proteínas virais e estas podem ser recolhidas das ovelhas a cada poucas semanas. Os anticorpos são então trazidos de volta aos laboratórios de Dundee e preparados para os seus vários usos. O produto final será enviado para laboratórios em todo o mundo para ser usado na luta contra a covid-19.

Os anticorpos que as ovelhas produzem podem ser usados para desenvolver testes de diagnóstico. Estes anticorpos ligam-se muito fortemente às proteínas virais e não reconhecem outras proteínas, como as do nosso corpo. Pode ser um pouco parecido com a chave da sua porta de casa. Existem milhões de chaves, mas apenas uma se encaixa perfeitamente na fechadura da sua porta e a abre.

No caso destes anticorpos, cada um se ajustará apenas à proteína viral para a qual foi projetado. Isto torna os anticorpos úteis para identificar cada parte do vírus, bem como o vírus completo, e entender como ele nos infeta e a melhor maneira de combatê-lo.

Uma aplicação, por exemplo, será uma técnica que pode identificar rapidamente a presença do vírus. Este tipo de teste pode ser usado para determinar se o vírus está presente numa amostra. Ainda que, talvez, o uso mais importante destas ferramentas seja o entendimento da biologia básica do vírus e a identificação de formas de derrotá-lo.

Acredita-se que certas partes do vírus sejam muito importantes nos processos pelos quais ele nos infeta ou ataca os nossos pulmões. Ser capaz de capturar e estudar essas partes do vírus possuindo anticorpos que os capturem e identifiquem especificamente vai permitir entender isso muito mais rapidamente.

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

  1. Este vírus é um castigo de Deus por aquilo que os “homens” fazem, pois muitos sentem prazer com o sofrimento dum pobre animal indefeso, dizem que é tradição, tradição o raio que os parta e adoram o Jesus do futebol, esquecendo o verdadeiro Jesus nosso Senhor. Ainda não vi ninguém nem o Papa, dizer vamos pedir a Deus que nos acuda e vamos rezar um Padre Nosso e uma Avé Maria.

RESPONDER

Encontradas fibras de poliéster em todo o Oceano Ártico

Investigadores encontraram fibras de poliéster em todo o Oceano Ártico. As evidências sugerem que lavar as nossas roupas está a contribuir para esta contaminação. Há muito tempo que o Ártico provou ser um barómetro da saúde …

Campus universitários nos Estados Unidos podem tornar-se super-propagadores da covid-19

Os campus universitários podem tornar-se super-propagadores do novo coronavírus, que causa a covid-19, para toda a sua área de abrangência, concluiu uma nova investigação levada a cabo nos Estados Unidos. Analisando os 30 campus universitários …

A "máscara mais inteligente do mundo" é recarregável, tem microfone e dá luz

A Razer afirma ter criado a máscara mais inteligente do mundo. O Projeto Hazel é um design com um revestimento externo feito de plástico reciclado à prova de água e é transparente para permitir a …

Novo tratamento permite que pessoas com lesões na espinal medula voltem a mexer mãos e braços

Uma equipa de investigadores da Universidade de Washington conseguiu ajudar seis participantes com lesões traumáticas da espinal medual a recuperar alguma mobilidade de mãos e braços. Muitas das pessoas que sofrem lesões traumáticas da espinal medula …

Ventiladores comprados à China custaram 1,3 milhões. Autarquias algarvias vão pedir devolução do dinheiro

Os 30 ventiladores comprados à China seriam usados nos hospitais do Algarve, mas os equipamentos não funcionam. Os autarcas vão agora exigir devolução do dinheiro. De acordo com a edição do jornal Público deste domingo, o …

EUA um passo atrás da China. Pequim leva avanço na Guerra Comercial (e as suas exportações estão em alta)

No ano em que a pandemia se expandiu em todo o mundo, muitos países viram-se em mãos com graves problemas financeiros e económicos. No caso da China, a situação foi mais positiva e o país …

Alexei Navalny detido no regresso à Rússia

O líder da oposição russa, Alexei Navalny, foi detido este domingo no aeroporto em Moscovo quando regressava à Rússia. Os serviços prisionais russos (FSIN) detiveram o opositor russo Alexei Navalny, este domingo, à chegada a Moscovo, acusando-o …

Prazo para trocas ou devoluções suspenso durante confinamento

O prazo para efetuar trocas ou devoluções de bens ficará suspenso durante o atual confinamento e as garantias que terminem neste período ou nos 10 dias seguintes serão prorrogadas por 30 dias, segundo diploma publicado …

Desde 2001 que polícias negros alertam para racismo de agentes do Capitólio

Com a invasão do Capitólio, investiga-se o alegado racismo existente na Polícia do Capitólio. Desde 2001 que agentes negros denunciam casos de discriminação racial no departamento. Desde 2001, centenas de agentes policiais negros processaram o departamento …

Um megatsunami devastou uma vila na Gronelândia. Três anos depois, há quem não possa voltar a casa

Em junho de 2017, Nuugaatsiaq, na Gronelândia, foi devastada por um megatsunami, cujas ondas foram desencadeadas por um enorme deslizamento de quase 30 quilómetros através do fiorde. Embora as ondas se tivessem dissipado quando chegaram a …