Ouvir música dá trabalho. E o cérebro que o diga

Ouvir música é um trabalho complexo, mesmo para o nosso cérebro. Um estudo recente concluiu que a fala e a melodia são são processadas em dois hemisférios cerebrais diferentes.

A perceção da fala e da música é possibilitada por sistemas neurais especializados em diferentes hemisférios do cérebro, minuciosamente adaptados para responder de maneira diferente a características específicas na estrutura acústica da música, segundo um recente estudo, publicado no dia 28 de fevereiro na Science.

Os cientistas sabem há décadas que os dois hemisférios do cérebro humano respondem à fala e à música de forma distinta, mas esta nova investigação utilizou uma abordagem única para revelar o motivo pelo qual existe esta especialização: no fundo, depende do tipo de informação acústica do estímulo.

Numa música, a fala e a melodia surgem entrelaçadas, e a capacidade de os seres humanos reconhecerem e separarem as palavras da melodia numa única onda sonora contínua é um verdadeiro desafio cognitivo.

Os cientistas sustentam que a perceção da fala depende da capacidade de processar modulações temporais de curta duração, enquanto que a melodia depende da capacidade de processar modulações como flutuações na frequência.



No entanto, segundo explica o portal EurekAlert, ainda não está claro se esta assimetria cerebral decorre das diferentes pistas acústicas da fala e da música ou de redes neurais específicas.

Ao combinar dez frases originais com dez melodias originais, Philippe Albouy e a sua equipa criaram uma coleção de 100 músicas únicas a cappella, que continham informações acústicas no domínio temporal (fala) e espectral (melodia). A natureza das gravações permitiu aos autores manipular as músicas e degradar seletivamente cada uma delas no domínio temporal ou espectral.

Os investigadores descobriram que a degradação das informações temporais prejudicava o reconhecimento de fala, mas não o reconhecimento de melodia. Por outro lado, a perceção da melodia diminuiu apenas com a degradação espectral da música.

Os participantes do estudo realizaram uma ressonância magnética enquanto distinguiam os sons e a análise desses dados revelou uma atividade neural assimétrica: o processamento da fala ocorre no córtex auditivo esquerdo, enquanto que o processamento melódico ocorre no córtex auditivo direito.

O estudo mostra que a música e a fala exploram diferentes extremos do continuo espectro-temporal, e que a especialização hemisférica pode ser a maneira de o sistema nervoso otimizar o processamento destes dois métodos de comunicação.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Identificada uma "fórmula mágica" para o sucesso criativo

Uma equipa de investigadores identificou uma "fórmula mágica" para o sucesso criativo. Os autores basearam-se no trabalho de milhares de artistas. O pintor norte-americano Jackson Pollock é uma referência no movimento do expressionismo abstrato, tornando-se conhecido …

Um dinossauro gigante com o dobro do comprimento dos tiranossauros dominou a cadeia alimentar

A nova espécie foi descoberta no Uzbequistão e tinha dentes semelhantes aos de um tubarão. Pesava cinco vezes mais do que o principal predador conhecido até agora, o tiranossauro. Há cerca de 90 milhões de anos, …

A teimosia de Simeone e a "cabeça dura" de Conceição vão defrontar-se já amanhã

O FC Porto e o Atlético de Madrid vão arrancar a campanha na Champions já amanhã, e os velhos amigos Sérgio Conceição e Diego Simeone deixaram recados um ao outro nas conferências de imprensa. É já …

Parlamento Europeu apela ao reconhecimento das uniões homossexuais em toda a União

Os eurodeputados querem que os casais homossexuais e as suas famílias sejam tratadas de forma igual em todos os estados-membros. Os eurodeputados exigiram esta quarta-feira que os casais homossexuais beneficiem dos mesmos direitos dos restantes em …

Dínamo Kiev 0-0 Benfica | Tanta posse para acabar a rezar a São VAR

As “águias” dominaram as operações durante grande parte deste primeiro encontro de Liga dos Campeões “a sério” em 2021/22, mas não materializaram essa superioridade e no fim viram Vlachodimos, os postes e o VAR a …

Reino Unido avança com terceira dose para maiores de 50 anos. Máscara pode regressar

Boris Johnson anunciou hoje o plano de protecção do Reino Unido para o Outono e Inverno, que inclui medidas que vão entrar já em vigor e que prevê o regresso da máscara e a exigência …

Uma bactéria que "come carne" está a causar mortes da Flórida

A bactéria está mais presente na água do mar em zonas quentes e já matou 125 pessoas no estado norte-americano desde 2008. Pelo menos oito pessoas já morreram este ano na Flórida devido a uma infecção …

Siemens vai criar comboio de alta velocidade que ligará Mar Vermelho e Mediterrâneo

Um consórcio liderado pela multinacional alemã Siemens estabeleceu um contrato de 4,5 mil milhões de euros para construir uma linha ferroviária de alta velocidade que ligue Ain Sukhna, no Canal de Suez, a Alexandria e …

Alaba joga no Real Madrid mas o seu sonho era jogar no Barcelona

Véspera do grande jogo entre Barcelona e Bayern Munique serviu para Uli Hoeneß divulgar uma conversa pouco simpática para as pessoas ligadas ao Barcelona. A fase de grupos da Liga dos Campeões está de volta. Neste …

Chuva está a ajudar a controlar incêndios em Espanha

Há quase uma semana que as chamas deflagram em Málaga e o incêndio já matou um bombeiro. A chuva tem ajudado a combater o fogo. Há seis dias consecutivos que os bombeiros estão a combater incêndios …