Os telemóveis reduzem a capacidade do cérebro mesmo desligados

Basta ter um smartphone por perto, e a nossa atenção parece diminuir. Embora o fenómeno seja consensual quando estamos a usar o aparelho, uma equipa de cientistas acaba de descobrir que o problema se repete mesmo quando mantemos o telemóvel desligado.

Um novo estudo sugere que os smartphones reduzem a capacidade do cérebro – mesmo quando estão desligados. Mas calma, não precisa de ir a correr deitar o telemóvel pela janela e mudar-se para as montanhas. Basta colocá-lo em outra divisão da casa – e deixar o aparelho desligado ou em modo de silêncio.

Para chegar a esta conclusão, uma equipa de cientistas da McCombs School of Business, liderada pelo professor Adrian Ward, da Universidade do Texas, conduziram uma experiência com cerca de 800 utilizadores de smartphones. Os resultados do estudo foram publicados no Journal of the Association for Consumer Research.

A experiência era simples, e consistia em pedir aos participantes que escolhessem entre deixar o telemóvel na mesa com a face virada para baixo, no bolso, na mochila ou em outra divisão da casa. Todos os aparelhos deveriam ficar em silêncio enquanto as “cobaias” realizavam testes que mediam as suas capacidades cognitivas.

Os resultados de quem escolheu deixar o aparelho desligado em outra sala foram incrivelmente melhores do que os dos restantes utilizadores.

Numa outra experiência, a equipa de cientistas escolheu que pessoas deveriam deixar o smartphone noutra sala, e quais delas deveriam mantê-los no bolso, na mochila ou na mesa. Desta vez, foram instruídos a desligar o telefone. Adivinhe o que aconteceu?

O resultado foi exactamente igual ao do primeiro teste: quem tinha o telemóvel noutra sala, teve resultados incrivelmente melhores nos testes cognitivos.

Então será que nossos smartphones estão a deixar-nos mais burros? Para os cientistas, não se trata disso, mas do facto de a mera prespectiva de aceder ao dispositivo, ainda que esteja desligado, já ocupa uma parte da nossa atenção.

Basicamente, as pessoas não conseguiam concentrar-se tão bem por ter o telemóvel por perto durante os testes cognitivos, e acabavam por ter um desempenho pior do que os que tinham deixado o aparelho noutra sala.

Então, a solução é simples: de vez em quando, dê descanso ao telemóvel – noutra sala.

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

Responder a Sousa Cancelar resposta

Marcelo pede tolerância zero contra o racismo (e pede “sentido nacional” a Governo e oposição)

O Presidente da República recomendou esta quinta-feira aos democratas “tolerância zero” e “sensatez” para combater o racismo, ao comentar as ameaças de que foram alvo três deputadas e outros sete ativistas. “Os democratas devem ser muito …

43% das escolas no mundo sem condições de higiene para reabertura segura

Mais de 40% das escolas no mundo não têm acesso a condições básicas de higiene, como água para lavar as mãos e sabão, aumentando os riscos de reabertura no contexto da pandemia de covid-19, alertam …

Mais seis mortes, 325 novos casos e 237 recuperados

Portugal regista esta quinta-fira mais seis mortes por covid-19, 325 novos casos de infeção e mais 237 pessoas dadas como recuperadas em relação a quarta-feira, segundo o boletim diário da Direção-Geral da Saúde (DGS). De acordo …

"Filme fantástico". Novo livro revela cartas entre Kim Jong-un e Donald Trump

O líder norte-coreano, Kim Jong-un, qualificou o seu relacionamento com o Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, como um “filme fantástico”, segundo os editores de um livro a ser publicado, que revela a correspondência entre …

Grupo avisa Bruxelas que Portugal pode tornar-se ilha ferroviária na Europa

Um grupo de portugueses ligados ao setor ferroviário alertou a comissária europeia dos Transportes para a possibilidade de Portugal se tornar uma ilha ferroviária na Europa devido ao atraso em adotar "a bitola europeia" nas …

China encontra traços do coronavírus em asas de frango importadas do Brasil

Traços do novo coronavírus foram encontrados em asas de frango importadas do Brasil, na cidade de Shenzhen, no sul da China, noticiou, esta quinta-feira, um jornal oficial do Partido Comunista Chinês (PCC). Os traços foram detetados …

Denúncia de Rui Pinto leva a congelamento de conta bancária da Doyen

Oito milhões de euros que estavam numa conta bancária do fundo de investimento Doyen foram congelados pelas autoridades portuguesas. Uma denúncia do whistleblower português Rui Pinto levou o fundo a ser investigado por suspeitas de fraude …

Preocupado com a Bielorrúsia, Macron ligou a Putin (e aproveitaram para falar da vacina russa)

O Presidente francês, Emmanuel Macron, manifestou esta quarta-feira ao seu homólogo russo, Vladimir Putin, "uma preocupação muito grande" quanto à situação na Bielorrússia após a reeleição do chefe de Estado autoritário bielorrusso, Alexander Lukashenko. Segundo indicou …

Obras do Hospital Militar de Belém custaram mais do triplo do valor estimado

As obras no Hospital Militar de Belém, em Lisboa, custaram mais do valor inicialmente estimado, avançou o Diário de Notícias esta quarta-feira. De acordo com o jornal, estava inicialmente previsto que a reabilitação de três …

Autópsia a Valentina revela descolamento do crânio

A autópsia a Valentina, a menina de 9 anos encontrada morta na serra D’el Rei, em Peniche, distrito de Leiria, em meados de maio, revela descolamento do crânio, avança esta quinta-feira o Correio da Manhã. …