Os primeiros neandertais já construíam cavernas subterrâneas (e ninguém sabe porquê)

(dr) Etienne Fabre / SSAC

Paredes de estalagmites, com 176.000 anos, descobertas numa caverna no sudoeste da França

Paredes de estalagmites, com 176.000 anos, descobertas numa caverna no sudoeste da França

Os primeiros representantes europeus dos neandertais, cerca de 140.000 anos antes do homem moderno, ocuparam cavernas profundas e construíram estruturas complexas com o apoio do fogo, revela um estudo divulgado esta quarta-feira.

Esta é uma descoberta que fornece uma visão sem precedentes sobre estes hominídeos.

Até agora, a prova mais antiga de que estes homens frequentavam as cavernas remontava a cerca de 38.000 anos atrás, na caverna francesa de Chauvet, em França.

Mas um estudo, publicado esta quarta-feira na revista científica Nature, trouxe novas descobertas sobre o assunto.

Segundo o estudo, a gruta de Bruniquel, perto de Toulouse, rtouxe uma descoberta inesperada: seis estruturas compostas por estalagmites, ou pedaços de estalagmites, organizadas de forma mais ou menos circular junto a restos de combustão de fogo.

Jacques Jaubert, um dos líderes do estudo e etnólogo do Centro Nacional da Pesquisa Cientifica de França, explicou que a organização da gruta não é fruto do acaso, pois há elementos fragmentados e sobrepostos para manter as estruturas em pé.

Ao todo, podem contar-se cerca de 400 estalagmites, com um peso global estimado em 2,2 toneladas, estando colocadas de forma a formar uma linha continua, estas estruturas alcançariam os 112 metros.

A equipa de investigadores batizou estes restos fragmentados e reorganizados de “speleofacts“.

Junto a estes fragmentos, o uso do fogo é visível, demonstrando não ter origem nem no passar do tempo, nem em animais.

Estes detritos de fogo, segundo a interpretação da equipa de cientistas, revelam que, “muito antes do homo-sapiens”, os primeiros neandertais sabiam utilizá-lo para circular num espaço fechado e desprovido da luz do dia.

As estruturas encontram-se a 336 metros da entrada, o que a torna “a mais antiga a essa distância”, “a mais bem conservada”, e “uma das primeiras da história da humanidade”, dado que existem outras mais antigas mas com estruturas mais fragmentadas ou contestadas pela etnologia.

(dr) Xavier Muth, Pascal Mora / CNRS

Uma reconstrução em 3D das estruturas subterrâneas da caverna de Bruniquel.

Uma reconstrução em 3D das estruturas subterrâneas da caverna de Bruniquel.

Segundo os peritos, a sua própria existência é em si mesma surpreendente. O estudo destaca que é “praticamente única nos registos arqueológicos, de seja qual for o período”.

Em Bruniquel, a idade das estalagmites é muito anterior à da chegada dos homens modernos à Europa (-40.000), pelo que os seus autores seriam os primeiros homens de Neandertal.

A gruta, que estava fechada, foi descoberta em 1990 e cinco anos depois foi feita a primeira datação, utilizando o método da datação em carbono catorze, dando uma idade mínima de 47.600 anos, o limite que esta técnica permite.

A partir de 2013, novas análises baseadas nas propriedades radioativas do urânio, que medem o final do crescimento das estalagmites utilizadas, permitem chegar a uma idade média para os fragmentos de 176.500 anos, com uma margem de erro de 2100 anos.

Nessa época atravessava-se um período “glaciar, mas dentro de um episódio relativamente húmido e ameno”, revelou Dominique Genty, diretor de investigação do CNRS.

“É bastante óbvio, quando observamos estas estruturas, que não são algo natural”, diz Genty.

Estas construções circulares, dizem alguns cientistas, não teriam sido construídas por motivos ambientais, nem de alimentação, mas sim para criar um local de culto e de celebração.

Mas na realidade, dizem os autores do estudo agora publicado, é que ninguém sabe porque razão os primeiros neandertais construíam as suas cavernas subterrâneas.

ZAP / Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Coreia do Sul organizou um espetáculo de luzes para agradecer e incentivar o uso de máscara

A Coreia do Sul tem sido dos países com maior sucesso no combate à pandemia de covid-19. Com receio de uma segunda vaga, o Governo organizou uma forma incomum de agradecer aos profissionais de saúde …

Desgostos e namoriscos com humanos. Aquário de Quioto expõe complexas relações dos pinguins num fluxograma

O Aquário de Quioto, antiga capital do Japão, tem um fluxograma onde expõe as relações dos seus pinguins. Entre diferenças de idade, desgostos de amor e até namoriscos com humanos, as relações entre estes animais …

O sangue azul do caranguejo-ferradura é fundamental para a vacina da covid-19. Mas há um problema

O sangue azul do caranguejo-ferradura pode ser um elemento muito importante para encontrar a vacina para a covid-19, mas há um grande senão. O sangue azul do caranguejo-ferradura (Limulus Polyphemus) é a única fonte natural conhecida …

Jovem guarda-redes russo atingido por raio durante um treino

Ivan Zakborovsky, um jovem guarda-redes russo, está em coma induzido. O clube já revelou que o atleta não corre perigo. Ivan Zakborovsky, um guarda-redes de apenas 16 anos do Znamaya Truda, da Rússia, foi atingido por …

Elegante, leve e com fibra de carbono. O Tyr quer ser diferente de todos os outros caiaques

Embora os caiaques com assento se tenham tornado muito populares entre os pescadores, a maioria dos barcos é bastante tubular, pesada e de plástico. O Tyr da Apex Watercraft é diferente por ser elegante, leve …

2029 Majestic, a mota elétrica futurista com um design centenário

A 2029 Majestic é inspirada no modelo original de 1929, mas tem um motor elétrico e peças impressas em 3D. É o casamento ideal entre tecnologia e a tradição. Em 1929, Georges Roy criou a Majestic, …

Fernando Alonso regressa à Fórmula 1 com a Renault

O piloto espanhol Fernando Alonso vai regressar à Fórmula 1 depois de ter abandonado a modalidade em 2018. Assina agora um contrato de dois anos com mais um de opção. A escuderia Renault anunciou esta quarta-feira …

China reitera que não participará no diálogo EUA/Rússia para reduzir arsenal atómico

A China reiterou, esta quarta-feira, que não entrará nas negociações entre os Estados Unidos e a Rússia para um novo acordo que limite a quantidade de armas nucleares, e acusou Washington de “constituir uma ameaça”. Pequim …

Traumas na infância e um pai "sociopata". As revelações do livro da sobrinha de Trump

O livro de memórias de Mary Trump, sobrinha do Presidente norte-americano Donald Trump, já chegou às mãos de vários jornalistas nos Estados Unidos. A data de publicação está marcada para dia 14 de julho. No livro, …

Rússia detém antigo jornalista por acusações de traição

O ex-jornalista Ivan Safronov, assessor do diretor da agência espacial russa Roscosmos, foi detido esta terça-feira e acusado de traição. Esta terça-feira, as autoridades russas prenderam um antigo jornalista que trabalhava agora como assessor do chefe …