Os iberos também cortavam e conservavam as cabeças dos inimigos

(dr) Museu Arqueológico Nacional, Madrid

Crânio do século III a.C. encontrado em Ullastret, Girona

Geralmente, associamos as decapitações rituais e a exibição de cabeças decepadas de inimigos mortos em batalhas às civilizações pré-colombianas ou aos povos do norte da Europa. Mas a prática não deixou de fora os iberos.

A nova exposição do Museu Nacional de Arqueologia de Madrid, em Espanha, vem provar, através de vários exemplares recolhidos no noroeste da Península Ibérica, que estas práticas também passaram por aqui há, pelo menos, cerca de 2300 anos.

Cabeças Cortadas: Símbolos do Poder reúne dezenas de peças oriundas de vários museus espanhóis para explorar os vários significados de “cabeças de troféu”, desde a pré-história ao mundo contemporâneo.

Carmen Rovira, uma das suas comissárias, lembrou, porém, que a decapitação dos inimigos com fins propagandísticos continua a ser feita por grupos extremistas em África ou no Médio Oriente. “Passaram milhares de anos e, inexplicavelmente, estas atrocidades continuam a repetir-se.”

Os vestígios mais antigos presentes na exposição datam mais precisamente do século III a.C. e são vários crânios que foram encontrados durante escavações do povoado de Puig Castellar. Estes crânios têm uma característica que os define: foram todos atravessados por uma cavilha de ferro.

O prego que atravessa estes crânios terá sido colocado poucas horas depois de a pessoa em causa ter morrido, muito provavelmente para que a sua cabeça fosse exibida num local público, ao lado das suas armas.

Ao lado destes, estão outros crânios encontrados durante escavações muito mais recentes, que começaram em 2012 “na grande metrópole do mundo ibero” – Ullastret, em Girona. “Temos muitos exemplos de ‘cabeças troféu’ de todo o mundo na exposição, e de épocas diferentes, mas as dos iberos são as mais importantes e foram agora estudadas”, disse Carmen Rovira, citada pelo jornal Público.

Há, desde o neolítico, provas destas práticas de decapitação, que ocorrem por dois motivos: porque quem o faz quer homenagear o antepassado morto e manter junto a si as suas qualidades; ou simplesmente porque se trata de um inimigo e cortar-lhe a cabeça para em seguida a exibir publicamente é um sinal de vitória, explica a comissária.

Os cinco crânios iberos expostos no museu de Arqueologia de Madrid ilustram esta segunda hipótese. Uma equipa de antropólogos, arqueólogos e outros especialistas estudou estes crânios e conseguiu chegar a esta conclusão.

A mesma equipa recriou também, e pela primeira vez, o rosto de um guerreiro ibero que terá vivido há 2300 anos. Os especialistas acreditam que, depois de separada do corpo, a cabeça do jovem guerreiro foi enfiada num saco e levada a cavalo para Ullastret, sendo colocada na fachada da casa de um nobre, muito possivelmente do homem que o matou, junto a uma espada de ferro.

Para prenderem o crânio ao lado da arma do guerreiro, usaram uma cavilha com 23 centímetros.

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. A não ser que tenham mudado a Catalunha de lugar, esta se encontra no nordeste peninsular. No noroeste está a Galiza.

Companhia aérea australiana oferece voos de 7 horas (para lugar nenhum)

A companhia aérea australiana Qantas anunciou recentemente planos para um voo panorâmico de sete horas que fará um loop gigante em Queensland e Gold Coast, New South Wales e os remotos centros do interior do …

Barack Obama vai publicar um livro de memórias (mas só depois da eleições de novembro)

O livro de memórias do antigo Presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, só vai ser publicado depois das eleições presidenciais de novembro. Uma enxurrada de livros políticos chegou às prateleiras nas últimas semanas, no final da …

Confrontos em Londres entre polícia e opositores das restrições devido à pandemia

A polícia de Londres, Inglaterra, entrou hoje em confronto com manifestantes que protestavam contra as restrições que visam conter a disseminação do novo coronavírus. De acordo com a agência Associated Press (AP), os confrontos ocorreram quando …

Milhares infetados por bactéria após fuga em fábrica farmacêutica chinesa

Milhares de pessoas no noroeste da China contraíram uma doença bacteriana depois de uma fuga que causou um surto numa biofarmacêutica no ano passado. De acordo com a CNN, que cita relatos dos media locais, mais …

Guardas da Revolução do Irão prometem vingar morte do general Soleimani

O chefe dos Guardas da Revolução, o exército ideológico do Irão, garantiu hoje que a morte do general Qassem Soleimani, alvo de um raide aéreo dos Estados Unidos, será vingada em “todos os seus implicados”. “Senhor …

"O mundo está no momento mais perigoso da história humana", diz Noam Chomsky

O professor norte-americano Noam Chomsky, conhecido como o pai da linguística moderna, advertiu que o mundo está no momento mais perigoso da história da humanidade devido à crise climática, à ameaça de guerra nuclear e …

Portugal com 849 novas infecções por covid-19. Há 20.722 casos activos

Portugal registou 849 novos casos de covid-19 nas últimas 24 horas, mantendo-se a tendência de subida verificada nos dias anteriores. Mas o número de pacientes recuperados também não era tão alto desde Julho. O boletim da …

A Grândola Vila Morena abafou "a maior marcha alguma vez vista" do Chega

Com a Praça do Giraldo, em Évora, dividida por barreiras anti-motim, os participantes da concentração "Pela Liberdade" receberam os apoiantes do Chega de André Ventura ao som de "Grândola Vila Morena" e empunhando cravos vermelhos …

Pandemia assola Irão. EUA com mais 888 mortos. 19 países europeus bateram recorde de casos

Naquele que é o número mais elevado de casos diários desde abril, a Alemanha registou 2.297 novos contágios, 19 países europeus já ultrapassaram o recorde de casos do pico da pandemia. O Irão ultrapassou as …

Rangel "é um turista do carago". SMS atestam que Vieira usou Benfica em "benefício pessoal"

Luís Filipe Vieira é um dos acusados da Operação Lex, com o Ministério Público (MP) a alegar que o presidente do Benfica utilizou o clube em "benefício pessoal" para obter uma cunha do juiz Rui Rangel. O …