Os iberos também cortavam e conservavam as cabeças dos inimigos

(dr) Museu Arqueológico Nacional, Madrid

Crânio do século III a.C. encontrado em Ullastret, Girona

Geralmente, associamos as decapitações rituais e a exibição de cabeças decepadas de inimigos mortos em batalhas às civilizações pré-colombianas ou aos povos do norte da Europa. Mas a prática não deixou de fora os iberos.

A nova exposição do Museu Nacional de Arqueologia de Madrid, em Espanha, vem provar, através de vários exemplares recolhidos no noroeste da Península Ibérica, que estas práticas também passaram por aqui há, pelo menos, cerca de 2300 anos.

Cabeças Cortadas: Símbolos do Poder reúne dezenas de peças oriundas de vários museus espanhóis para explorar os vários significados de “cabeças de troféu”, desde a pré-história ao mundo contemporâneo.

Carmen Rovira, uma das suas comissárias, lembrou, porém, que a decapitação dos inimigos com fins propagandísticos continua a ser feita por grupos extremistas em África ou no Médio Oriente. “Passaram milhares de anos e, inexplicavelmente, estas atrocidades continuam a repetir-se.”

Os vestígios mais antigos presentes na exposição datam mais precisamente do século III a.C. e são vários crânios que foram encontrados durante escavações do povoado de Puig Castellar. Estes crânios têm uma característica que os define: foram todos atravessados por uma cavilha de ferro.

O prego que atravessa estes crânios terá sido colocado poucas horas depois de a pessoa em causa ter morrido, muito provavelmente para que a sua cabeça fosse exibida num local público, ao lado das suas armas.

Ao lado destes, estão outros crânios encontrados durante escavações muito mais recentes, que começaram em 2012 “na grande metrópole do mundo ibero” – Ullastret, em Girona. “Temos muitos exemplos de ‘cabeças troféu’ de todo o mundo na exposição, e de épocas diferentes, mas as dos iberos são as mais importantes e foram agora estudadas”, disse Carmen Rovira, citada pelo jornal Público.

Há, desde o neolítico, provas destas práticas de decapitação, que ocorrem por dois motivos: porque quem o faz quer homenagear o antepassado morto e manter junto a si as suas qualidades; ou simplesmente porque se trata de um inimigo e cortar-lhe a cabeça para em seguida a exibir publicamente é um sinal de vitória, explica a comissária.

Os cinco crânios iberos expostos no museu de Arqueologia de Madrid ilustram esta segunda hipótese. Uma equipa de antropólogos, arqueólogos e outros especialistas estudou estes crânios e conseguiu chegar a esta conclusão.

A mesma equipa recriou também, e pela primeira vez, o rosto de um guerreiro ibero que terá vivido há 2300 anos. Os especialistas acreditam que, depois de separada do corpo, a cabeça do jovem guerreiro foi enfiada num saco e levada a cavalo para Ullastret, sendo colocada na fachada da casa de um nobre, muito possivelmente do homem que o matou, junto a uma espada de ferro.

Para prenderem o crânio ao lado da arma do guerreiro, usaram uma cavilha com 23 centímetros.

ZAP ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. A não ser que tenham mudado a Catalunha de lugar, esta se encontra no nordeste peninsular. No noroeste está a Galiza.

RESPONDER

Astrónomos identificam cinco planetas "Tatooine" que podem sustentar vida

Um novo estudo revelou que cinco sistemas conhecidos com planetas de estrelas duplas - como Tatooine, casa de Luke Skywalker no filme "Star Wars" - poderiam sustentar a vida. “Usamos dados colhidos pela nave espacial Kepler, …

Cientistas criam massa que muda de formato assim que entra em contacto com a água

Da penne à fusilli: as pessoas adoram massas pelos seus formatos. Agora, uma equipa de cientistas liderada pelo Morphing Matter Lab da Carnegie Mellon University está a desenvolver massas planas que se transformam em formas …

Australiana fez uma cirurgia para remover as amígdalas (e acordou com um sotaque irlandês)

No dia 19 de abril, Angie Mcyen foi submetida a uma cirurgia para remover as amígdalas, um procedimento bastante simples que demorou apenas meia hora. Uns dias depois, acordou e apercebeu-se de que tinha um …

“Foi o crime do século“. Museu Britânico mostra o impacto do assassinato de Thomas Becket na Europa

Thomas Becket foi abatido dentro da Catedral de Cantuária por cavaleiros da comitiva do rei Henrique II. O assassinato, em 1170, causou ondas de choque em toda a Inglaterra. Agora, o religioso será recordado através …

Na Índia, ser-se rico ou pobre pode fazer a diferença no acesso à vacina

A Índia enfrenta uma grave escassez de vacinas contra a covid-19. Até ao momento, só 2,5% da população recebeu ambas as doses, enquanto 10% recebeu uma. Na Índia, as pessoas que vivem em cidades com fácil …

Ilha italiana torna-se "covid-free" e mostra-se pronta para receber turistas de todo o mundo

Numa altura em que vários países da Europa já começam a planear a abertura ao turismo de forma intensiva, há regiões que mostram já estar um passo à frente. É o caso da ilha de …

Política chinesa torna uigures reféns nas suas próprias casas

A China introduziu, em 2016, uma política de parentesco para promover a harmonia nacional e a unidade étnica, levando a que desde então mais de 1,1 milhões de funcionários do Estado ocupassem periodicamente as casas …

O palco de um dos maiores contos britânicos de sempre vai transformar-se num hostel

A Irlanda aprovou uma proposta para converter num hostel um dos pontos de referência de James Joyce mais icónicos de Dublin. O irlandês James Joyce é um dos maiores escritores da literatura britânica, sendo autor de …

Liz Cheney é a cara da oposição ao "trumpismo" no Partido Republicano

Esta quarta-feira, e depois de ter criticado o antigo Presidente dos Estados Unidos, a congressista Liz Cheney foi afastada de um cargo de liderança no Partido Republicano. Na noite desta terça-feira, e pouco antes de …

SC Braga punido com dois jogos à porta fechada por falta de habilitações de Custódio

O Sporting de Braga foi punido com dois jogos de interdição do seu estádio, após queixa da Associação Nacional de Treinadores de Futebol (ANTF), devido à falta de habilitações de Custódio, anunciou o Conselho de …