Os gatos são um problema na Austrália. Matam mais de dois mil milhões de animais selvagens por ano

Quando os gatos vagueiam livremente, pequenos animais selvagens morrem. Na Austrália, a contagem de corpos já excede os dois mil milhões de animais nativos por ano.

Na Austrália, investigadores ambientais analisaram centenas de estudos sobre os hábitos predatórios de gatos selvagens e documentaram a situação alarmante no livro Cats in Australia, publicado este ano. Num só dia, milhões de gatos australianos mataram, aproximadamente, 1,3 milhões de aves, 1,8 milhões de répteis e mais de 3,1 milhões de mamíferos.

Segundo o LiveScience, estes felinos foram introduzidos na Austrália no século XVIII por colonizadores europeus. Em 2017, um relatório dava conta de que os gatos selvagens podem ser encontrados em 99,8% do continente.

Atualmente, as estimativas apontam que o número de gatos selvagens na Austrália variam de dois milhões até seis milhões, durante os anos em que se regista uma elevada abundância de chuva. Além disso, cada gato selvagem mata cerca de 740 animais nativos anualmente, adiantou em comunicado Sarah Legge, investigadora da Universidade de Queensland.

Há também cerca de quatro milhões de gatos de estimação na Austrália. Os donos que permitem que os seus animais passem tempo ao ar livre podem nunca testemunhar os instintos assassinos do seu animal de estimação, mas, um único gato doméstico mata, em média, cerca de 75 animais por ano.

Este número pode não parecer extremo, mas as populações de gatos urbanos tendem a ser mais densas do que nas áreas rurais, com cerca de 60 gatos por quilómetro quadrado. Isto significa que os gatos nas áreas urbanas matam muito mais animais por quilómetro quadrado a cada ano do que os gatos selvagens.

As autoridades australianas estão já a explorar várias estratégias para controlar populações de gatos selvagens. Entre elas, destacam-se as armadilhas e os envenenamentos com iscas, abates que devem erradicar cerca de dois milhões de gatos até 2020.

Ainda assim, algumas espécies podem estar numa corrida contra o tempo, uma vez que os gatos são reconhecidos como uma ameaça a 35 espécies de aves, 36 espécies de mamíferos, sete espécies de répteis e três espécies de anfíbios, de acordo com o Departamento de Sustentabilidade, Meio Ambiente, Água, População e Comunidades da Austrália (SEWPAC).

Também em comunicado, Christopher Dickman, da Universidade de Sydney, disse que “muitas espécies nativas estarão cada vez mais em risco de extinção, a menos que o problema dos gatos na Austrália seja resolvido”.

ZAP //

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

  1. Urge buscar compreender a reportagem para que os bichanos não venham a ser eliminados por questões óbvias:- Falta de cérebros capazes de raciocinarem desde sempre com grande piora a partir deste século XX. Obs:- Urge fazer o cérebro voltar ao tamanho normal para que a inocência não venha pagar por um bando de australopitecos disfarçados com títulos no poder para subjugar como caçar também, Homens sem disfarce algum, para a vir a serem servidos estes, como churrascos para os deleites dos primatas!

  2. Como tutor de alguns bichanos já observei as atitudes referidas.
    E comungo das preocupações, os que vieram da natureza têm hábitos predatórios fortíssimos.

    No entanto, no artigo, deveria ser distinguido entre gatos selvagens (temos alguns ainda, acho) e gatos silvestres (por exemplo, gatos comuns em zonas urbanas, sem poiso fixo…). E tenho muitas dúvidas que, em meio urbano, matem mais. O que me parece, é ser mais difícil detectar em meio rural…

RESPONDER

Cientista americana diz estar certa de que a Terra será atingida por asteroide

https://vimeo.com/355132338 Uma cientista americana de uma ONG dedicada a proteger a Terra diz que é 100% certo que um asteroide atingirá o nosso planeta. A cientista é Danica Remy, presidente da Fundação B612. Após um asteroide não …

NASA vai mesmo explorar Europa, a lua de Júpiter que pode ter vida extraterrestre

A NASA deu luz verde a uma missão para explorar uma lua de Júpiter que é considerada um dos melhores candidatos para a vida extraterrestre. A Europa - que é um pouco mais pequena do que …

País de Gales cancela plano controverso de criar "casas de banho robô"

O objetivo da construção era impedir atividade sexual, vandalismo e dormidas nas casas de banho públicas. O projeto ia recorrer às tecnologias de piso sensível ao peso, jatos de água, sensores anti-movimento e alarmes. O conselho …

Sem saber, uma mulher viveu durante 17 anos com a sua "gémea" dentro dela

Uma jovem na Índia, sem saber, viveu com uma das condições médicas mais raras e perturbadoras durante quase duas décadas. De acordo com um relatório de caso desta semana, a mulher tinha um saco que continha …

Novo filme da saga 007 já tem nome e data de estreia marcada

O novo filme da saga 007, realizado por Cary Fukunaga chama-se "No time to die" e estreia-se no Reino Unido e nos Estados Unidos em abril de 2020. "Daniel Craig regressa como James Bond, 007 em... …

Comporta pode tornar-se na nova Ibiza (e tudo começou com a queda do BES)

Após anos de um quase esquecimento, em termos de desenvolvimento imobiliário, a Comporta está a atrair investidores internacionais que encaram a pequena vila de Setúbal como uma "nova Ibiza". Um cenário que está a preocupar …

Família de Aretha Franklin cria fundo para a investigação de cancro raro

Um ano após a morte da cantora, a família de Aretha Franklin criou um fundo de apoio à investigação na área dos tumores neuroendócrinos, a doença rara que se revelou fatal para a celebridade, a …

Sporting vai monitorizar tudo o que se diz e escreve sobre jogadores

A empresa Noisefeed tem uma enorme base de dados relativa à atividade nas redes sociais de milhares de jogadores a nível global. Os jogadores de futebol de todo o mundo usam, cada vez mais, as redes …

Boris janta hoje com Merkel para mudar acordo. Maioria quer novo referendo

A pouco mais de dois meses da data marcada para a saída do Reino Unido da União Europeia, uma nova sondagem mostra que a maioria dos britânico quer que qualquer novo acordo vá a referendo. Um …

Oficial: Pardal Henriques candidato a deputado pelo partido de Marinho Pinto

O advogado Pedro Pardal Henriques anunciou esta quarta-feira que aceitou o convite para encabeçar a lista do PDR a Lisboa, deixando de ser porta-voz do Sindicato Nacional dos Motoristas de Matérias Perigosas para "não misturar …