Os gatos são um problema na Austrália. Matam mais de dois mil milhões de animais selvagens por ano

Quando os gatos vagueiam livremente, pequenos animais selvagens morrem. Na Austrália, a contagem de corpos já excede os dois mil milhões de animais nativos por ano.

Na Austrália, investigadores ambientais analisaram centenas de estudos sobre os hábitos predatórios de gatos selvagens e documentaram a situação alarmante no livro Cats in Australia, publicado este ano. Num só dia, milhões de gatos australianos mataram, aproximadamente, 1,3 milhões de aves, 1,8 milhões de répteis e mais de 3,1 milhões de mamíferos.

Segundo o LiveScience, estes felinos foram introduzidos na Austrália no século XVIII por colonizadores europeus. Em 2017, um relatório dava conta de que os gatos selvagens podem ser encontrados em 99,8% do continente.

Atualmente, as estimativas apontam que o número de gatos selvagens na Austrália variam de dois milhões até seis milhões, durante os anos em que se regista uma elevada abundância de chuva. Além disso, cada gato selvagem mata cerca de 740 animais nativos anualmente, adiantou em comunicado Sarah Legge, investigadora da Universidade de Queensland.

Há também cerca de quatro milhões de gatos de estimação na Austrália. Os donos que permitem que os seus animais passem tempo ao ar livre podem nunca testemunhar os instintos assassinos do seu animal de estimação, mas, um único gato doméstico mata, em média, cerca de 75 animais por ano.

Este número pode não parecer extremo, mas as populações de gatos urbanos tendem a ser mais densas do que nas áreas rurais, com cerca de 60 gatos por quilómetro quadrado. Isto significa que os gatos nas áreas urbanas matam muito mais animais por quilómetro quadrado a cada ano do que os gatos selvagens.

As autoridades australianas estão já a explorar várias estratégias para controlar populações de gatos selvagens. Entre elas, destacam-se as armadilhas e os envenenamentos com iscas, abates que devem erradicar cerca de dois milhões de gatos até 2020.

Ainda assim, algumas espécies podem estar numa corrida contra o tempo, uma vez que os gatos são reconhecidos como uma ameaça a 35 espécies de aves, 36 espécies de mamíferos, sete espécies de répteis e três espécies de anfíbios, de acordo com o Departamento de Sustentabilidade, Meio Ambiente, Água, População e Comunidades da Austrália (SEWPAC).

Também em comunicado, Christopher Dickman, da Universidade de Sydney, disse que “muitas espécies nativas estarão cada vez mais em risco de extinção, a menos que o problema dos gatos na Austrália seja resolvido”.

ZAP //

PARTILHAR

5 COMENTÁRIOS

  1. Urge buscar compreender a reportagem para que os bichanos não venham a ser eliminados por questões óbvias:- Falta de cérebros capazes de raciocinarem desde sempre com grande piora a partir deste século XX. Obs:- Urge fazer o cérebro voltar ao tamanho normal para que a inocência não venha pagar por um bando de australopitecos disfarçados com títulos no poder para subjugar como caçar também, Homens sem disfarce algum, para a vir a serem servidos estes, como churrascos para os deleites dos primatas!

  2. Como tutor de alguns bichanos já observei as atitudes referidas.
    E comungo das preocupações, os que vieram da natureza têm hábitos predatórios fortíssimos.

    No entanto, no artigo, deveria ser distinguido entre gatos selvagens (temos alguns ainda, acho) e gatos silvestres (por exemplo, gatos comuns em zonas urbanas, sem poiso fixo…). E tenho muitas dúvidas que, em meio urbano, matem mais. O que me parece, é ser mais difícil detectar em meio rural…

  3. A notícia é muito vaga, trás muitas médias, é normal que os gatos matem animais para se alimentarem e principalmente em meio urbano mas também meio rural, são uma grande ajuda no combate a pragas de determinados animais nomeadamente ratos, que sem a caça feita pelos gatos, teriam que ser mortos com venenos que causariam ainda males maiores, mas como em tudo na vida tem que haver algum controlo.

RESPONDER

Acesso à Internet deve ser considerado direito humano básico

Uma nova investigação, levada a cabo pela Universidade de Birmingham, no Reino Unido, concluiu que acesso à Internet deve ser um direito humano básico, pois significa a capacidade participar na vida pública. Merten Reglitz, professor de …

Fórmula 1 quer atingir emissões zero de CO2 até 2030

A Fórmula 1 pretende reduzir a zero as emissões de CO2 até 2030, com base num plano que pretende “pôr em marcha de imediato”, anunciou esta terça-feira a Federação Internacional do Automóvel (FIA). O plano divulgado …

A Tesla vai lançar a sua misteriosa pickup “cyberpunk” elétrica ainda este mês

A nova Tesla Cybetruck já tem data de lançamento após um longo tempo de espera. O fundador da empresa, Elon Musk, anunciou que a carrinha "pickup" será revelada no dia 21 de novembro. O anúncio foi …

Asteróide "potencialmente perigoso" aproxima-se da Terra esta quarta-feira

Um asteróide com 147 metros de diâmetro, caracterizado pela NASA como "potencialmente perigoso" vai aproximar-se da Terra esta quarta-feira. Em causa está o corpo rochoso UN12 2019, explica a agência espacial norte-americana, dando conta que o …

Encontrado submarino da II Guerra Mundial que esteve perdido durante 75 anos (devido a um erro de tradução)

Uma equipa de exploradores oceânicos privada encontrou na costa do Japão um submarino do exército norte-americano do tempo da II Guerra Mundial, que estava desaparecido há 75 anos por causa de um erro num dígito …

Uma casa esteve a afundar-se no Tamisa para alertar para a subida do nível dos oceanos

No passado domingo, quem passou junto ao rio Tamisa, em Londres, não deverá ter ficado indiferente à típica casa dos subúrbios ingleses que se afundava perto da Tower Bridge. Felizmente, de acordo com a agência Reuters, …

A defesa de Lage é a melhor do Benfica em quase 30 anos

A defesa de Bruno Lage leva apenas quatro golos sofridos em 11 jornadas, o que faz dela a melhor defesa do campeonato e a melhor do Benfica desde a temporada de 1990/1991, escreve o jornal …

OE2020. “Não vamos para negociar”, esclarece Jerónimo de Sousa

O PCP vai reunir esta quarta-feira com o Governo com vista ao Orçamento de Estado para 2020. Jerónimo de Sousa esclareceu esta terça-feira que os comunistas não vão para negociar, sendo "manifestamente exagerado dizer que …

Benjamin "morreu" enquanto cumpria pena de prisão perpétua. Agora está vivo e quer a liberdade

Um norte-americano, de 66 anos, que cumpre pena de prisão perpétua por ter espancado um homem até à morte em 1996, pretendia ser libertado, uma vez que o seu coração parou por breves instantes. Em 1996, …

“Máfia do Sangue”. Ministério Público deixa Octapharma fora da acusação

O Ministério Público (MP) deixou a farmacêutica Octapharma fora da acusação da operação "O Negativo" por considerar que o ex-administrador Lalanda e Castro montou um esquema de corrupção para a venda de plasma ao Serviço …