Os extraterrestres podem ser mais parecidos com os humanos do que pensamos

Investigadores da Universidade de Oxford, no Reino Unido, acreditam que os extraterrestres podem apresentar mais semelhanças com os seres humanos do que se pensa.

De acordo com a pesquisa realizada por investigadores da conceituada Universidade de Oxford, os extraterrestres podem ter passado por processos de evolução, nomeadamente por selecção natural, semelhantes aos humanos.

Num comunicado sobre o estudo, os cientistas notam que as formas de vida alienígenas podem ter também evoluído para se tornarem “mais capazes e mais fortes” com o tempo.

A nova teoria, publicada no International Journal of Astrobiology, aponta que o processo de selecção natural descrito por Darwin e verificado na Terra, com os organismos vivos, pode ter ocorrido também noutros planetas.

Com base nesta ideia, os investigadores da OX partiram para a previsão de como podem ser fisicamente os extraterrestres.

“Nós oferecemos uma abordagem alternativa que é usar a teoria evolucionária para fazer previsões que são independentes dos detalhes da Terra”, explica Samuel Levin, do o investigador Departamento de Zoologia da universidade, citado no comunicado.

“É uma abordagem útil porque as previsões teóricas se aplicarão a extraterrestres que são formados de silício, que não têm ADN e que respiram azoto, por exemplo”, conclui.

E se é certo que ainda não se pode definir exactamente o aspecto desses extraterrestres, os cientistas da OX acreditam podemos tirar ilações sobre que tipo de formas de organismos podem ser.

“Ainda não podemos dizer se os extraterrestres andam em duas pernas ou se têm grandes olhos verdes. Mas acreditamos que a teoria evolucionária oferece uma ferramenta única adicional para tentar perceber como é que os extraterrestres serão, e mostrámos alguns exemplos dos tipos de fortes previsões que podemos fazer com ela”, diz Levin.

Um desses exemplos é o “Octomite”, uma espécie de criatura de tubos “feita de entidades mais pequenas que alinharam os seus interesses para cooperarem, muito como as células do corpo humano trabalham juntas para manter a pessoa viva”, destacam os investigadores.

Helen.S.Cooper

O ‘Octomite’, um extraterrestre complexo, formado por uma hierarquia de entidades que cooperam e mantêm o organismo a funcionar.

A teoria da evolução natural na Terra assenta na ideia de que “grandes transições”, ou seja, eventos ou fenómenos com grande impacto, levaram grupos de organismos a evoluírem para formas de vida mais complexas. Assim, organismos de células únicas deram origem a organismos multi-celulares.

“Prevendo que os extraterrestes passaram por grandes transições – que é como a complexidade surgiu nas espécies da Terra -, podemos dizer que há um certo nível de previsibilidade de evolução que faria com que se pareçam connosco“, destaca Levin citado pela OX.

“Como os humanos, prevemos que são feitos de uma hierarquia de entidades, com todas a cooperarem para produzirem um extraterrestre. Em cada nível do organismo, haverá mecanismos para eliminar o conflito, manter a cooperação e o organismo a funcionar”, acrescenta o investigador.

Levin lembra ainda que “há, potencialmente, centenas de milhares de planetas habitáveis só na nossa galáxia”. E se “não podemos dizer se estamos ou não sozinhos no Universo”, esta investigação sobre a vida alienígena é “um pequeno passo em frente para responder a outra questão: como é que serão os nosso vizinhos“, conclui o investigador.

SV, ZAP //

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. “Os extraterrestres podem ser mais parecidos com os humanos do que pensamos”
    Deve ser verdade, já tenho visto alguns com cabeleira postiça e gola alta!

  2. E até podem ser bem mais diferentes do que pensamos. Isso apenas depende do pensamento de cada um e deste modo das suas expetativas. Olhem-me esta…

RESPONDER

Esta zebra nasceu com bolas em vez de riscas

No Quénia, foi avistada uma cria de zebra com uma particularidade: em vez de riscas, esta tinha bolinhas brancas. Habitualmente, as zebras com condições semelhantes acabam por não viver durante muito tempo. Um rara cria de …

Há rochas "saltitantes" e colapsos de penhascos no cometa da Rosetta

  Cientistas que analisam o tesouro de imagens obtidas pela missão da Rosetta da ESA descobriram mais evidências de curiosas rochas "saltitantes" e quedas dramáticas de penhascos. A Rosetta operou no Cometa 67P/Churyumov-Gerasimenko entre agosto de 2014 …

PS e BE afastados "porque dá jeito" (e os riscos de andar para trás)

O líder do PSD alertou este domingo para o distanciamento do PS em relação ao BE, porque “dá jeito para as eleições”, notando ser uma tentativa de “limpar” a proximidade dos últimos quatro anos e …

A KLM vai passar a "voar" de comboio

A KLM, que já tinha sugerido que se voasse menos e se viajasse mais de comboio, confirmou que vai retirar um dos voos Bruxelas-Amesterdão, passando os passageiros a efetuar a rota sobre carris, num comboio …

Cientistas fazem reconstrução facial de um guerreiro escocês do séc XV

Cientistas reconstruiram digitalmente o rosto daquele que terá sido um membro poderoso de um clã do século XV da Escócia, que terá morrido num violento conflito com um clã vizinho. Corria o ano de 1957 quando …

Estudo mostra que os golfinhos também já são resistentes aos antibióticos

Um novo estudo realizado nos Estados Unidos mostra que os golfinhos Tursiops truncatus também já mostram resistência aos antibióticos. Não é segredo que os seres humanos usam demasiados antibióticos, tanto que estamos a desenvolver uma resistência …

Indígenas famosos pela sua saúde cardíaca começaram a usar óleo de cozinha (e a engordar)

O povo Tsimane, que vive na Bolívia, tem permanecido relativamente afastado do mundo exterior durante várias gerações, prosperando da terra e praticando formas tradicionais de caça, pesca, agricultura e recolha de alimentos. Durante vários anos, sabe-se …

Mais de 150 detidos em protestos violentos em Paris. Desta vez, sem coletes amarelos

As autoridades francesas detiveram este sábado mais de 150 pessoas numa nova jornada de protestos em Paris, onde coincidiram uma manifestação dos coletes "amarelos" com outras dois em defesa do clima e contra a reforma …

UE deteta 50 a 80 casos de desinformação e fake news russas por semana

O grupo de trabalho do Serviço Europeu de Ação Externa contra a desinformação russa deteta, semanalmente, entre 50 e 80 casos, num total de mais de 6.300 situações identificadas desde 2015, que têm vindo a …

Moreirense 1-2 Benfica | Rafa abre caminho à reviravolta

O Benfica sofreu a bom sofrer para levar de vencida o Moreirense, em casa deste, por 2-1. Os homens da casa marcaram primeiro, por Luther Singh, logo no arranque do segundo tempo, e estiveram na …