Os seus dentes podem contar a história da sua vida

Um novo estudo mostrou a forma como os nossos dentes podem ter sinais de eventos de vida e do nosso estilo de vida, desde o nascimento e dieta até tempos difíceis e a menopausa.

A investigação analisou especificamente o tecido dental calcificado que cobre a raiz do dente, conhecido como cemento. Nesse tecido, cresce uma nova camada por ano, por isso é possível rastrear a vida de uma pessoa, observando as diferentes camadas.

De acordo com um estudo publicado em março na revista científica Scientific Reports, os cientistas analisaram 47 dentes de 15 indivíduos com uma história de vida e história médica conhecidas. Ao estudar a estrutura do cemento, conseguiram detetar com precisão uma ampla gama de eventos da vida.

“Assim como anéis de árvores, podemos olhar para anéis de dentes: camadas de tecido em crescimento contínuo na superfície da raiz dental”, explicou Paola Cerrito, do Departamento de Antropologia e Faculdade de Odontologia da Universidade de Nova Iorque, em comunicado.

“Esses anéis são um arquivo fiel das experiências e stresses fisiológicos de um indivíduo, de gestações e doenças a encarceramentos e menopausa, que deixam uma marca permanente distinta”, continuou Cerrito.

Os investigadores conseguiram dizer se as participantes tinham dado à luz e experimentado menopausa. Com os participantes do sexo masculino, todos apresentaram mudanças inesperadas no cemento que apareceram por volta dos 20 anos. A equipa suspeita que estejam ligadas a alterações nos níveis de testosterona livre que ocorrem por volta dessa idade.

Os autores do estudo escrevem que “outros eventos stressantes, como doenças sistémicas e encarceramento, também são detetáveis”.

De acordo com o IFLScience, o método ainda precisa de ajustes. Embora a análise do cemento possa identificar uma experiência traumática, nem sempre é possível identificar a natureza específica desse evento. Por exemplo, não é possível dizer com segurança se a mudança no cemento está relacionada com a prisão ou outra grande mudança no estilo de vida.

Da mesma forma, dentes diferentes do mesmo indivíduo podem mostrar tempos diferentes para os eventos, sugerindo que a datação baseada no cemento pode ser mais complexa do que parece à primeira vista.

“O nossos resultados deixam claro que o esqueleto não é um órgão estático, mas sim dinâmico”, disse Cerrito. “A microestrutura do cemento, visível apenas através de exame microscópico, pode revelar a organização subjacente das fibras e partículas que compõem o material desta parte do dente”.

Em entrevista à CNN, os investigadores explicaram que a investigação começou como uma forma de investigar os padrões reprodutivos de ancestrais humanos extintos. Este novo método poderia ser uma ferramenta inestimável nos campos da arqueologia e antropologia, fornecendo todo tipo de insights sobre humanos antigos e os nossos primos hominídeos extintos.

ZAP //

 

PARTILHAR

RESPONDER

Só metade das crianças deverá voltar ao pré-escolar esta segunda-feira

As crianças em idade pré-escolar regressam esta segunda-feira aos jardins de infância, que voltam a funcionar com novas regras, depois de encerradas durante mais de dois meses, devido à pandemia da covid-19. Apesar do regresso, que …

Dois astronautas (e um dinossauro de peluche) chegaram à EEI à boleia da SpaceX

Para além dos astronautas Doug Hurley e Bob Behnken, seguia a bordo da Crew Dragon um dinossauro de peluche com lantejoulas. E há uma explicação para isso. Este sábado, o foguetão Falcon 9, da SpaceX, fez …

Pescadores já podem capturar sardinha, mas recuo no consumo é uma preocupação

Os pescadores voltam a poder capturar sardinha, a partir desta segunda-feira, e até 31 de julho, com limites diários e semanais, segundo um despacho publicado em Diário da República. De acordo com o diploma, assinado pelo …

Madeirense contesta quarentena obrigatória em Tribunal (e há uma sentença que lhe dá razão)

Uma cidadã madeirense que chegou no domingo à Madeira e recusa cumprir quarentena num hotel entregou um pedido de ‘habeas corpus’ no Juízo de Instrução Criminal do Tribunal do Funchal. A acompanhar o pedido está …

Idade é o maior factor de risco para se ser internado ou morrer de covid-19

As pessoas com idades entre os 70 e os 79 anos infetadas pelo novo coronavírus têm uma probabilidade de ser internadas em cuidados intensivos 10,4 vezes superior à de uma pessoa até aos 50 anos. Os …

Turismo de Portugal tem 10 milhões para apoiar campanhas de empresas que promovam o país

O Turismo de Portugal tem dez milhões de euros, que vão servir para financiar iniciativas “de valorização, inovação e promoção do destino Portugal” até 2025. A dotação de dez milhões de euros, aprovada por despacho de …

"Perdi quase tudo no casino." Daniel Kenedy explica adeus ao futebol com o vício

O ex-futebolista Daniel Kenedy, que passou por clubes como Benfica, FC Porto, Marítimo e Sporting de Braga, revela que perdeu "quase tudo" no casino por causa do vício do jogo, apontando este problema como uma …

Bolsonaro apela a "intervenção militar" e deixa ameaça de golpe de Estado

Jair Bolsonaro e o seu filho Eduardo atacam a separação de poderes em reação às investigações da Justiça. O Presidente brasileiro aludiu a uma "intervenção militar pontual". A cena política no Brasil está cada vez mais …

Uso de máscara obrigatório durante os exames nacionais, que podem durar mais de duas horas

Os alunos do ensino secundário que este ano realizem exames nacionais terão de estar durante toda a prova com a máscara de proteção pessoal. O uso de máscara, que se tornou obrigatório no regresso às …

"Estamos fartos, já chega". O mundo do desporto não é só bola e pede justiça por George Floyd

Jadon Sancho, Michael Jordan e Lewis Hamilton foram algumas das personalidades do mundo do desporto que pediram justiça pela morte do afro-americano George Floyd. Nos Estados Unidos, as manifestações continuam a encher as ruas após a …