Os americanos estiveram mesmo na Lua (e quem o confirma são os chineses)

A corrida espacial continua, mas desta vez com cientistas chineses a provarem que os americanos pisaram mesmo a Lua. A China utilizou um sistema de laser para medir a distância entre a Terra e a Lua (LLR), fazendo uso do retrorrefletor colocado pelo astronauta americano David Scott.

Há muito tempo que os defensores da teoria da “conspiração lunar“, segundo a qual os norte-americanos nunca pisaram a Lua, acusam a NASA de ter falsificado as filmagens das alunagens de Neil Armstrong, alegam que tudo não passou de uma fraude, e sustentam que a NASA não tinha ainda na altura tecnologia para levar o Homem até ao nosso satélite.

Embora a generalidade dos entendidos opte por nem dar atenção à teoria conspiratória, diversos argumentos são normalmente apresentados como prova de que o Homem deu sim um passo de gigante na Lua – nomeadamente o facto de nada menos que 12 astronautas o terem feito, e trazido (ou deixado) souvenirs para mais tarde recordar.

Entre essas provas, conta-se a experiência LLR, ou Lunar Laser Ranging, uma técnica baseada na emissão de um raio laser em direcção a um dos espelhos deixados na superfície da Lua pelas missões Apollo, com o intuito de medir o tempo que a radiação demora a ser reflectida – e a partir daí calcular com precisão a distância da Terra à Lua.

A técnica Lunar Laser Ranging foi protagonista de um dos episódios de Big Bang Theory, durante o qual Leonard e Sheldon tentam explicar a Zack, um personagem “menos brilhante”, como funciona a experiência. Sem grande sucesso, diga-se.

Apesar da aparente simplicidade com que quatro geeks montam num telhado o equipamento necessário e realizam a experiência, até agora apenas equipas de cientistas dos Estados Unidos, França e Itália a tinham efectivamente realizado com êxito.

Esta segunda-feira, a China entrou na corrida ao LLR.

Segundo revela o jornal chinês gbtimes, uma equipa de investigadores chineses usou um sofisticado sistema de lasers, com um telescópio de 1.2 metros, para atingir um dos quatro Lunar Laser Ranging Retroreflector (LLRR) – neste caso, o maior deles, instalado pelo astronauta David Scott a 31 de julho de 1971, durante a missão Apollo 15.

Através dos impulsos laser refletidos pelo espelho, localizado na região lunar de Hadley–Apennine, a equipa de astrónomos dos Observatórios de Yunnan conseguiu medir a distância entre o dispositivo na Lua e a estação terrestre em que se encontravam – provando assim uma vez mais que um dia o Homem pisou a Lua.

A experiência LLR mede a distância entre a Terra e a Lua calculando o tempo que demora um pulso de laser a viajar da estação terrestre até ao retrorrefletor situado na Lua e a voltar para a Terra. Segundo concluíram os cientistas chineses, a distância é de 385.823,433 a 387.119,600 quilómetros.

David Scott / NASA

O Lunar Laser Ranging RetroReflector de David Scott 105×65 cm

Além do LLRR de David Scott, há mais três retroreflectores na Lua. Dois deles foram deixados nos locais de alunagem das missões Apollo 11 e 14, e o terceiro está instalado no Lunokhod 2, o segundo dos rovers não tripulados que a Rússia lançou para a Lua.

“Num futuro próximo, a China irá colocar o seu próprio retrorrefletor na Lua, impulsionando assim mais um passo da tecnologia LLR na China”, afirmou Li Yuqiang, investigador dos Observatórios de Yunnan.

A experiência LLR chinesa foi realizada no contexto dos preparativos de lançamento da sonda lunar Chang’e-4, previsto para 2018. Além da sonda que vai permitir estudar a metade da Lua que ainda não foi explorada, vai ser lançado um satélite que permite facilitar a comunicação com os investigadores em Terra.

ZAP ZAP //

PARTILHAR

20 COMENTÁRIOS

  1. lol…

    supostamente houve n missões não tripuladas que poderiam ter colocado os ditos reflectores, ou seja, isto não prova absolutamente nada.

    aliás a desconfiança no que a NASA diz é perfeitamente natural qd estes srs hoje dizem o seguinte:
    * perdemos TODA a informação relativamente à telemetria das missões à lua, ou seja, perderam os dados das missoes mais importantes da NASA e quiça da humanidade….lol

    * perderam tb a tecnologia que supostamente os levou à lua.

    isto não é inventado, é dito pela propria NASA.

  2. A única coisa que eu sei… é que os políticos portugueses nunca lá estiveram. Caso contrário os ditos refletores já não estariam lá há muito.

  3. Porque que a nasa nunca mais mandou mais naves a lua?
    Perderam a tecnologia? Como é que isso acontece?
    A verdade é que se hoje em dia fossem à lua ia ser exigido muito mais.. as pessoas iam querer provas sem margem para dúvida! Não só umas que facilmente podem ser feitas em estúdio , como foram…
    porque que não instalaram uma câmera na lua a apontar para a terra? Porque não temos feed ao vivo da lua?
    Por isso garanto que nunca mais mandam ninguém lá.. vão inventar desculpas atrás de desculpas… “a missão vai falhar”.
    Eles nunca foram a lua.. porque que pessoas comuns não conseguem efectuar essa experiência do laser?
    Só esses “cientistas” da nasa e da China… porque não há provas que a experiência foi feita? É só “resultados da experiência são…. SIM, tá provado que os EUA foram a lua! Tem espelhos lá.. tá provado sem margem p dúvida”

        • Adoro quando fazem-se de espertos.. até perceber que não tem argumentos.. só sabem insultar exatamente porque não sabem o que dizer…
          Se é assim tão absurdo, porque não tens argumentos?
          Ah já sei.. “não vou perder o meu tempo a te ensinar”… claro!

  4. Também toda a gente sabe que os defensores da terra plana são indivíduos pagos pela NASA para colocarem no ridículo aqueles que têm provas mais do que suficientes de que toda a história Apollo é pura ficção. Só a minha avó de 80 anos é que não consegue entender que a terra é esférica e que anda às volta do sol! Por isso não ponha no mesmo saco os terraplanistas e os antiapolonáticos, são pessoas muitos diferentes! O homem não foi á lua e pronto! O único sítio do espaço mais distante que o homem foi, ora diga lá, é um sítio que se chama Órbita baixa da terra e fica à impressionante distância de 400 Km! Não confunda 400 com 400000!!

    • A NASA é tão poderosa, tão poderosa, que consegue não só sustentar milhares de conspiranóicos da Terra Plana, como ainda comprar o silêncio dos russos e dos chineses — a quem, em 30 anos de Guerra Fria e mais 30 depois disso, nunca se ouviu dizer que nenhum dos 12 astronautas que pousaram na Lua, lá esteve de facto.
      Que power! Go NASA!

      • Pois foram! Na década de 90 apareceram una tipos que fizerem sucesso com o tema “Estou na lua” Era assim: “estou na lua, na me chateies que eu agora estou na lua e em breve vou chegar ao céu…”

  5. Thomas Ronald Barón no dia em que ia depor sobre a fraude das missões Apollo morreu, ou melhor, foi morto num acidente trágico numa linha ferroviária juntamente com a mulher e a enteada. Curiosamente todos os documentos desapareceram! Curiosamente em 1971 já havia veículos movidos a bateria capazes de realizar provas de todo o terreno na lua. E curiosamente 2020 a Volkswagen não consegue fazer baterias para esses veículos! Curiosamente todas as novas idas à lua têm sido sucessivamente adiadas. Umas vezes é porque não há dinheiro, outras é porque preferem ir ao planeta Marte, outras é porque é preciso estudar melhor as radiações solares, outras é por causa do vírus… Mas e para terminar, curiosamente entre 1969 e 1972 ir à lua era tão fácil e havia tanto dinheiro!! Metam a terra plana naquele sítio. A terra plana não é para aqui chamada. Se querem ver a terra plana fumem umas brocas e já vêem a terra plana e muito mais!!

RESPONDER

Venezuela avisa embaixadora da UE : tem 72 horas para abandonar o país

Isabel Brilhante Pedrosa, embaixadora da União Europeia, foi declarada persona non grata pelo Governo venezuelano e deverá abandonar o país. O Governo venezuelano notificou, esta quarta-feira, a embaixadora da União Europeia (UE), a portuguesa Isabel Brilhante …

Diplomacia da vacina. Israel doa doses à República Checa, que prometeu abrir representação diplomática em Jerusalém

A República Checa, que prometeu abrir representação diplomática em Jerusalém, já recebeu as vacinas de Israel. De acordo com o Público, Israel doou vacinas à República Checa, que prometeu abrir uma representação diplomática em Jerusalém; à …

Há uma "grande probabilidade" de variante de Manaus se tornar dominante em Portugal, diz Sociedade Brasileira de Virologia

A variante do SARS-CoV-2 detetada em dezembro em Manaus, no Brasil, pode vir a tornar-se dominante em Portugal, disse o presidente da Sociedade Brasileira de Virologia, Flávio Guimarães da Fonseca, apesar de no momento ainda ser …

Voo humanitário para o Brasil chegou a custar mais de 1.350 euros

O Público avança que o bilhete de um "voo humanitário" da TAP para o Brasil estava a ser vendido por 837 euros no início desta terça-feira. Horas depois, os "últimos lugares" estavam a ser disponibilizados …

Afinal, grupo de trabalho para a vacinação no Parlamento não vai existir

Afinal, ao contrário do que foi avançado esta terça-feira, o grupo de trabalho que devia coordenar o processo de vacinação dos deputados não vai existir. A Assembleia da República esclareceu esta tarde, em comunicado, que não …

Novo estudo indica que coronavírus pode sobreviver na roupa até 72 horas

De acordo com um estudo britânico, o novo coronavírus pode sobreviver na roupa ao longo de até 72 horas. Os especialistas alertam que pode ainda ser transferido da roupa para outras superfícies. Um estudo da universidade …

Polícia espanhola apreende 387 quilos de cocaína em navio chegado do Brasil

A polícia espanhola apreendeu 387 quilos de cocaína no porto de Santa Cruz de Tenerife, nas ilhas Canárias, numa inspeção feita a um camião que viajava num navio chegado do Brasil. O Ministério do Interior (Administração …

SEF detém suspeito de auxiliar pessoas a emigrar ilegalmente para a Irlanda

O Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) deteve, na segunda-feira, um cidadão europeu por suspeitas da prática do crime de auxílio à imigração ilegal. O Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) deteve, em Lisboa, um cidadão …

Afinal, primeira morte por covid-19 na Europa foi na Sérvia

Um trabalhador da construção civil morreu de covid-19 em fevereiro de 2020 em Belgrado, 10 dias antes de outra pessoa ter morrido em França, podendo ter sido afinal a primeira morte pela doença no continente, …

Vacina da Johnson & Johnson considerada eficaz pelos Estados Unidos

O regulador norte-americano, a Food and Drug Administration, aprovou a vacina produzida pela Johnson & Johnson para utilização de emergência em todo o país. A vacina de dose única da Johnson & Johnson contra a covid-19 …