Os americanos estiveram mesmo na Lua (e quem o confirma são os chineses)

A corrida espacial continua, mas desta vez com cientistas chineses a provarem que os americanos pisaram mesmo a Lua. A China utilizou um sistema de laser para medir a distância entre a Terra e a Lua (LLR), fazendo uso do retrorrefletor colocado pelo astronauta americano David Scott.

Há muito tempo que os defensores da teoria da “conspiração lunar“, segundo a qual os norte-americanos nunca pisaram a Lua, acusam a NASA de ter falsificado as filmagens das alunagens de Neil Armstrong, alegam que tudo não passou de uma fraude, e sustentam que a NASA não tinha ainda na altura tecnologia para levar o Homem até ao nosso satélite.

Embora a generalidade dos entendidos opte por nem dar atenção à teoria conspiratória, diversos argumentos são normalmente apresentados como prova de que o Homem deu sim um passo de gigante na Lua – nomeadamente o facto de nada menos que 12 astronautas o terem feito, e trazido (ou deixado) souvenirs para mais tarde recordar.

Entre essas provas, conta-se a experiência LLR, ou Lunar Laser Ranging, uma técnica baseada na emissão de um raio laser em direcção a um dos espelhos deixados na superfície da Lua pelas missões Apollo, com o intuito de medir o tempo que a radiação demora a ser reflectida – e a partir daí calcular com precisão a distância da Terra à Lua.

A técnica Lunar Laser Ranging foi protagonista de um dos episódios de Big Bang Theory, durante o qual Leonard e Sheldon tentam explicar a Zack, um personagem “menos brilhante”, como funciona a experiência. Sem grande sucesso, diga-se.

Apesar da aparente simplicidade com que quatro geeks montam num telhado o equipamento necessário e realizam a experiência, até agora apenas equipas de cientistas dos Estados Unidos, França e Itália a tinham efectivamente realizado com êxito.

Esta segunda-feira, a China entrou na corrida ao LLR.

Segundo revela o jornal chinês gbtimes, uma equipa de investigadores chineses usou um sofisticado sistema de lasers, com um telescópio de 1.2 metros, para atingir um dos quatro Lunar Laser Ranging Retroreflector (LLRR) – neste caso, o maior deles, instalado pelo astronauta David Scott a 31 de julho de 1971, durante a missão Apollo 15.

Através dos impulsos laser refletidos pelo espelho, localizado na região lunar de Hadley–Apennine, a equipa de astrónomos dos Observatórios de Yunnan conseguiu medir a distância entre o dispositivo na Lua e a estação terrestre em que se encontravam – provando assim uma vez mais que um dia o Homem pisou a Lua.

A experiência LLR mede a distância entre a Terra e a Lua calculando o tempo que demora um pulso de laser a viajar da estação terrestre até ao retrorrefletor situado na Lua e a voltar para a Terra. Segundo concluíram os cientistas chineses, a distância é de 385.823,433 a 387.119,600 quilómetros.

David Scott / NASA

O Lunar Laser Ranging RetroReflector de David Scott 105×65 cm

Além do LLRR de David Scott, há mais três retroreflectores na Lua. Dois deles foram deixados nos locais de alunagem das missões Apollo 11 e 14, e o terceiro está instalado no Lunokhod 2, o segundo dos rovers não tripulados que a Rússia lançou para a Lua.

“Num futuro próximo, a China irá colocar o seu próprio retrorrefletor na Lua, impulsionando assim mais um passo da tecnologia LLR na China”, afirmou Li Yuqiang, investigador dos Observatórios de Yunnan.

A experiência LLR chinesa foi realizada no contexto dos preparativos de lançamento da sonda lunar Chang’e-4, previsto para 2018. Além da sonda que vai permitir estudar a metade da Lua que ainda não foi explorada, vai ser lançado um satélite que permite facilitar a comunicação com os investigadores em Terra.

ZAP //

PARTILHAR

17 COMENTÁRIOS

  1. lol…

    supostamente houve n missões não tripuladas que poderiam ter colocado os ditos reflectores, ou seja, isto não prova absolutamente nada.

    aliás a desconfiança no que a NASA diz é perfeitamente natural qd estes srs hoje dizem o seguinte:
    * perdemos TODA a informação relativamente à telemetria das missões à lua, ou seja, perderam os dados das missoes mais importantes da NASA e quiça da humanidade….lol

    * perderam tb a tecnologia que supostamente os levou à lua.

    isto não é inventado, é dito pela propria NASA.

  2. A única coisa que eu sei… é que os políticos portugueses nunca lá estiveram. Caso contrário os ditos refletores já não estariam lá há muito.

  3. Porque que a nasa nunca mais mandou mais naves a lua?
    Perderam a tecnologia? Como é que isso acontece?
    A verdade é que se hoje em dia fossem à lua ia ser exigido muito mais.. as pessoas iam querer provas sem margem para dúvida! Não só umas que facilmente podem ser feitas em estúdio , como foram…
    porque que não instalaram uma câmera na lua a apontar para a terra? Porque não temos feed ao vivo da lua?
    Por isso garanto que nunca mais mandam ninguém lá.. vão inventar desculpas atrás de desculpas… “a missão vai falhar”.
    Eles nunca foram a lua.. porque que pessoas comuns não conseguem efectuar essa experiência do laser?
    Só esses “cientistas” da nasa e da China… porque não há provas que a experiência foi feita? É só “resultados da experiência são…. SIM, tá provado que os EUA foram a lua! Tem espelhos lá.. tá provado sem margem p dúvida”

        • Adoro quando fazem-se de espertos.. até perceber que não tem argumentos.. só sabem insultar exatamente porque não sabem o que dizer…
          Se é assim tão absurdo, porque não tens argumentos?
          Ah já sei.. “não vou perder o meu tempo a te ensinar”… claro!

  4. Glenn Armstrong??? Não terá sido um tal de Neil Armstrong? Vejam lá se não há aqui um erro.
    Esta experiência já foi realizada várias vezes, não é nada de novo a não o facto de desta terem sido os chineses a faze-la. Quando às teorias da treta são isso mesmo uma treta, essa gente nunca pensou que em plena Guerra Fria os soviéticos jamais deixariam passar isso em branco caso não tivesse sido mesmo realizado? No entanto, calaram-se, porque os norte-americanos de facto estiveram lá. Vai ser engraçada a imagem que essas pessoas terão quando os netos e bisnetos forem fazer turismo0 a visitar esses locais históricos.

RESPONDER

Professor suspenso depois de dizer que se alunos faltassem a Moral não podiam entrar em igrejas

O professor que enviou um documento aos encarregados de educação a avisar que se os seus educandos continuassem a faltar às aulas de Educação Moral e Religiosa Católica "corriam o risco" de não poder entrar …

Cheias já mataram duas pessoas. Veneza vai declarar estado de emergência

Luigi Brugnaro, presidente da câmara de Veneza, vai declarar estado de emergência na cidade que está inundada devido às piores cheias em 50 anos. Esta quarta-feira, é esperada uma nova subida da água na cidade italiana. …

Bolsonaro deixa PSL e cria um novo partido

O presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, anunciou esta terça-feira que decidiu abandonar o Partido Social Liberal (PSL) e criar um novo partido chamado Aliança pelo Brasil. A saída de Bolsonaro acontece na sequência de uma série …

Partido Trabalhista britânico sofre dois ciberataques (e suspeita-se que tenham "dedo" russo)

O Partido Trabalhista britânico sofreu dois ataques informáticos em apenas dois dias. Contudo, o partido de Jeremy Corbyn admite que os ataques falharam e que as suas plataformas estão operacionais. Num espaço de apenas dois dias, …

Sterling tentou fazer "mata-leão" a Joe Gomez e foi afastado da convocatória

O estágio da seleção inglesa para os jogos da Qualificação para o Campeonato da Europa, frente ao Montenegro e ao Kosovo, não poderia ter começado da pior forma. Raheem Sterling foi afastado da equipa após …

Alunos com gaguez não terão de fazer exames orais

Os alunos com gaguez podem ser dispensados da realização das provas orais. Há dois anos, estes exames passaram a integrar a avaliação externa em línguas estrangeiras nos exames do ensino secundária e nas provas de …

PSD. Só 15,8% dos militantes poderiam votar se eleições diretas fossem hoje

A dois meses das eleições diretas no PSD, há hoje perto de 17.000 militantes com quotas em dia, que podem ser pagas até 22 de dezembro, de acordo com informação disponibilizada online pelo partido. Se as …

Hong Kong: Reforço policial, Parlamento suspenso e escolas fechadas

O Parlamento de Hong Kong foi suspenso, esta quarta-feira, e a segurança foi reforçada na cidade e nos campus universitários, com as escolas a fecharem num momento em que prosseguem os confrontos entre manifestantes e …

Debate quinzenal: Políticas de rendimento, Rio ao ataque com o lítio e a primeira vitória dos pequenos

Os debates quinzenais com o primeiro-ministro regressam esta quarta-feira. António Costa vai abrir o debate com uma intervenção sobre "políticas de rendimento", mas as atenções estão centradas na primeira vitória dos pequenos partidos. As políticas de …

Governo vai propor 635 euros para salário mínimo em 2020. Proposta não agrada patrões

Ana Mendes Godinho, ministra do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, vai apresentar esta quarta-feira na Concertação Social a proposta de aumento para o salário mínimo nacional para 2020, com uma atualização de 35 euros. Esta quarta-feira, …