O segredo da origem da vida na Terra pode estar nos micróbios de Yellowstone

Brocken Inaglory/ Wikimedia

Géiser no Parque Nacional de Yellowstone

Como começou a vida na Terra? A resposta a esta pergunta pode estar nos micróbios descobertos nas águas do Parque Nacional de Yellowstone.

Após uma década de investigação, cientistas que estudam características geotérmicas no Parque Nacional de Yellowstone encontraram uma nova linhagem da antiga forma de vida arquea.

Os arqueas, provavelmente as formas mais antigas de vida na Terra, são organismos parecidos com as bactérias, mas com um metabolismo diferente. Os especialistas acreditam que este organismo unicelular pode revelar os segredos de como a vida na Terra começou e como é que poderia ser em outros planetas.

“A descoberta de linhagens de arqueia é fundamental para nossa compreensão da árvore universal da vida e da história evolutiva da Terra“, escreveram os autores no artigo científico publicado recentemente na Nature Microbiology.

Em homenagem ao Planeta Vermelho, os organismos foram batizados de Marsarqueotas. Os cientistas descobriram que estes organismos são ricos em óxido de ferro e são tão ácidos quanto toranjas.

Os dois recém-subgrupos descobertos da Marsarqueotas prosperam nas águas quentes no Parque Nacional de Yellowstone: um vive em águas acima de 50 C e o outro em águas entre os 60 e os 80°C.

Os Marsarqueotas vivem dentro de tapetes microbianos – comunidades microscópicas em ambientes aquáticos – e conseguem a sua coloração vermelho escuro graças aos altos níveis de óxido de ferro, o principal componente da ferrugem.

Os especialistas acreditam que tipos de habitats semelhantes a estes “tapetes” desempenharam um papel importante na evolução dos arqueas, tanto no planeta Terra como (provavelmente) noutro planeta qualquer.

O óxido de ferro que estes organismos produzem cria uma espécie de terraço que bloqueia o fluxo de água. A água, a poucos milímetros de profundidade, escorre pelos terraços onde o oxigénio é capturado e fornecido à Marsarqueota.

Ao contrário de outros organismos que produzem óxido de ferro, os cientistas acreditam que a Marsarqueota pode estar envolvida na redução do ferro para uma forma mais simples, importante desde o princípio da Terra. De acordo com os investigadores, “o ciclo do ferro é extremamente importante no que diz respeito às primeiras condições de vida”.

Tal como o que acontece com estes organismos, a cor vermelho, característica do planeta Marte, surge da oxidação do ferro na sua superfície. “O habitat destes organismos contém minerais de ferro semelhantes aos encontrados na superfície de Marte”, comentou o professor William Inskeep, da Montana State University.

“Estudar os arqueas fornece pistas extra deste quebra-cabeça, importante para entender a biologia de alta temperatura – que poderia ser relevante na indústria e biologia molecular.”

ZAP // IFLScience

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Exército francês vai contratar equipa de ficção científica para prever ameaças

O Ministério da Defesa de França vai criar uma "equipa vermelha" de escritores de ficção científica que vão ter como missão imaginar possíveis ameaças futuras, para ajudar as Forças Armadas do país a prepararem-se para …

Óculos grátis e consultas do SNS ao sábado. As promessas eleitorais do PS

O PS apresenta este sábado em Lisboa a versão final do seu programa eleitoral, que dá prioridade ao reforço do investimento público e à melhoria dos serviços públicos. Uma das apostas dos socialistas para a melhoria …

Fisco também vai ter acesso aos dados de todos os passageiros que usam avião

Além da PJ, da PSP, da GNR e do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) também as Finanças vão ter acesso à base de dados dos passageiros que usam avião. O chamado registo de identificação de …

Afinal, Gibraltar não foi o último refúgio dos neandertais

A primeira extração de ADN antigo dos célebres restos mortais neandertais de Gibraltar revelou que este local não se trata do último refúgio desta espécie humana antes da sua extinção. O novo estudo, liderado pelo Museu …

Berardo põe Banco de Portugal em tribunal para obter documentos

José Berardo foi para os tribunais para ter acesso a documentos do Banco de Portugal. A Fundação com o seu nome já tinha pedido ao supervisor dados de 2007, quando foi autorizado o seu reforço …

Reviravolta em Espanha. Pablo Iglesias recua e cede lugar no governo

O líder do Podemos anunciou esta sexta-feira que desiste de integrar o governo, alegando que não quer ser a desculpa do Partido Socialista Operário Espanhol para que não haja um executivo de coligação de …

Drácula tinha razão. Transfusões de sangue jovem podem ajudar a rejuvenescer

https://vimeo.com/349081827 Transfusões de sangue jovem podem ajudar a combater o envelhecimento. Uma equipa de cientistas identificou duas proteínas rejuvenescedoras do cérebro em sangue jovem. As transfusões de sangue jovem são um tópico que tem causado grande controvérsia …

Presenças-fantasma no Parlamento. Duas deputadas do PSD constituídas arguidas

A Assembleia da República aprovou o levantamento da imunidade parlamentar de vários deputados do PSD requerido Tribunal Judicial da Comarca de Lisboa. A Assembleia da República autorizou o pedido de levantamento da imunidade parlamentar a cinco …

Irão apreende dois petroleiros britânicos no Estreito de Ormuz

Um petroleiro com bandeira britânica foi alegadamente apreendido pela Guarda Revolucionária Iraniana nas águas do Golfo. Mas não foi o único. De acordo com a BBC, os proprietários do Stena Impero — o nome do navio …

Bolsonaro visita Portugal no início de 2020. E "quer muito"

O Presidente brasileiro, Jair Bolsonaro, deverá visitar Portugal no início de 2020, disse esta sexta-feira, em entrevista à Lusa, na cidade cabo-verdiana do Mindelo, o ministro das Relações Exteriores do Brasil, Ernesto Araújo. “Hoje tive uma …