Organização de Direitos Humanos denuncia abuso sexual de menores na Coreia do Norte

(dv) KCNA / YONHAP

A organização Human Rights Watch (HRW) instou esta quarta-feira as Nações Unidas a pressionarem a Coreia do Norte para prevenir e investigar os abusos sexuais a menores, crime que o regime de Pyongyang diz não existir no país.

Segundo aquela organização de direitos humanos, Pyongyang insiste em afirmar que não tem havido um único caso de abuso sexual de menores na última década, argumentando que “semelhantes atos são inconcebíveis” para os norte-coreanos, de acordo com um comunicado divulgado esta quarta-feira.

A organização humanitária assegura, contudo, que tem conhecimento de pelo menos quatro casos documentados entre 2008 e 2015 e de outros três no início da década, que refletem uma preocupante desproteção das crianças norte-coreanas por parte das autoridades perante os abusos sexuais.

O Comité dos Direitos da Criança (CRC, na sigla em inglês) da Organização das Nações Unidas convocou esta quarta-feira os representantes da Coreia do Norte para discutir a proteção de menores no país.

O CRC deve desmentir a afirmação de que não existem abusos sexuais e exigir que Pyongyang tome medidas imediatas para assegurar que protegem as vítimas de maneira real e sustentável”, afirmou o vice-diretor da organização humanitária para a Ásia, Phil Robertson.

Apoiada em várias entrevistas com norte-coreanos que conseguiram sair do país, a HRW afirma que “é completamente normal que as mulheres e meninas da Coreia do Norte testem ou experimentem violência de género” e que as vítimas geralmente não denunciam casos de abuso às autoridades.

Esta não denúncia acontece porque as vítimas têm medo de ser estigmatizadas e desconfiam das forças de segurança do Estado, que não consideram os abusos contra as mulheres como um crime grave.

“Embora o número de entrevistados não seja suficientemente grande para poder tirar conclusões sobre as condições em todo o país, proporciona um panorama dos abusos com base nas experiências pessoais dos entrevistados”, acrescentou o comunicado da HRW.

O documento conclui garantindo que o testemunho dos entrevistados “fornece relatos preocupantes de assédio sexual, violação infantil e falta de proteção infantil“.

Um relatório da ONU de 2014 já tinha sublinhado o abuso generalizado de direitos humanos de que diariamente sofrem os habitantes da Coreia do Norte.

// Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Falta de meios dificulta marcação de testes à Covid-19

Os utentes do Norte referenciados pelas autoridades de saúde para fazerem o teste à Covid-19 estão a ter grandes dificuldades na marcação nos laboratórios recomendados, devido ao disparo na procura e ao facto de a …

"Impõe-se manter as medidas de contenção", diz Marcelo

O Presidente da República afirmou esta terça-feira que se impõe manter as medidas de contenção que vigoram em Portugal, referindo que essa foi uma opinião unânime na segunda reunião técnica sobre a situação da covid-19 …

Crise poderá levar a Juve a vender Ronaldo por 70 milhões

A crise financeira causada pela pandemia de covid-19 poderá "obrigar" a Juventus a vender Cristiano Ronaldo por 70 milhões de euros, avança a imprensa italiana, frisando que existem mais dois cenários em cima da mesa. O …

Pavilhão Rosa Mota transformado em "Hospital de Missão" com 300 camas

O Pavilhão Rosa Mota, no Porto, entrará, na próxima semana, em funcionamento como “Hospital de Missão” e, com 300 camas, servirá para acolher doentes com poucos sintomas de covid-19 ou até assintomáticos sem “retaguarda familiar”. “Trata-se …

Maduro acusa EUA de provocarem "perigoso momento de tensão" no continente

O Presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, enviou na segunda-feira uma carta aos governantes internacionais, alertando que os Estados Unidos (EUA), ao oferecerem uma recompensa por informações que levem à sua detenção, conduzem a "um perigoso …

Prestações ao banco vão subir para quem recorrer à moratória

As prestações dos créditos à habitação vão subir para empresas e clientes particulares que pedirem a sua suspensão no âmbito da moratória criada pelo Governo. Os juros vencidos durante os seis meses da moratória serão …

BE e PCP querem isenção do pagamento de propinas durante estado de emergência

O Bloco de Esquerda e o Partido Comunista Português consideram que os alunos do Ensino Superior devem ficar isentos do pagamento de propinas durante o estado de emergência. Tanto o BE como o PCP sempre defenderam …

Menina de 12 anos morre na Bélgica vítima da covid-19

Uma menina de 12 anos morreu esta segunda-feira na Bélgica devido à pandemia de covid-19, anunciaram esta terça-feira as autoridades de saúde deste país. "É um caso muito raro, mas que nos afeta muito, é um …

"Bomba" de Graça Freitas rebentou-lhe nas mãos. Governo rejeita cerco sanitário ao Porto

O Secretário de Estado da Saúde, António Sales, rejeitou, nesta terça-feira, a possibilidade de impor um cerco sanitário ao Porto. Esta hipótese foi avançada pela directora-geral da Saúde, Graça Freitas, e foi fortemente criticada por …

Novo máximo diário. Covid-19 mata mais 849 pessoas em Espanha

Espanha registou, nas últimas 24 horas, 849 mortos com o novo coronavírus, um novo recorde de falecidos num só dia, elevando o balanço total para 8189. Os números do Ministério da Saúde espanhol revelam ainda um …