Operação Lex. Vieira mencionado em relatório do Departamento de Estado dos EUA

Tiago Petinga / Lusa

O presidente do Benfica, Luís Filipe Vieira

O presidente do Benfica, Luís Filipe Vieira, tal como outros arguidos da Operação Lex, consta num relatório sobre práticas de direitos humanos em Portugal em 2020.

A secção 4 do “Relatório sobre Direitos Humanos em Portugal”, dado a conhecer publicamente esta quarta-feira pelo Departamento de Estado dos Estados Unidos, faz alusão a casos sobre “Corrupção e Falta de Transparência na governação“. A Operação Lex surge logo no início da nona de 19 páginas do documento.

“A 18 de setembro, o Ministério Público acusou 17 réus pela prática de corrupção ativa e passiva, abuso de poder e de funções, recebimento de vantagem indevida, falsificação de documentos, fraude fiscal e lavagem de dinheiro. Entre os acusados estão Rui Rangel, antigo juiz do Tribunal da Relação de Lisboa (…) e Luís Filipe Vieira, presidente do Benfica, clube de futebol. O caso está sob investigação há quatro anos”, lê-se no documento.

“A lei [portuguesa] prevê penalizações criminais para a corrupção de funcionários e, em geral, o Governo implementou a lei de maneira eficaz“, acrescenta a secção 4, que faz também referência à Operação Zeus.

De acordo com o Observador, Francisco J. Marques, diretor de comunicação do FC Porto, comentou a referência no Twitter.

“Foi esta manhã publicado o relatório sobre práticas de direitos humanos relativo a Portugal do Departamento de Estado dos EUA. Só para o caso de escapar aos media e sem a certeza se isto pode ser considerado parte da internacionalização da marca, cá fica uma pequena truncagem”, escreveu.

ZAP ZAP //

PARTILHAR

7 COMENTÁRIOS

  1. Mais uma pouca vergonha da justiça na república das bananas.
    Juízes, funcionários judiciais, presidentes de clubes…quantos estão presos?!
    Pois.

    • Falas dos EUA ou de Portugal?!
      “The United States is a banana republic”
      And former Special Counsel Robert Mueller’s hearing in Congress made that crystal clear.
      aljazeera.com/opinions/2019/7/29/the-united-states-is-a-banana-republic

  2. Não consigo imaginar qual a importância desta”referência” como demonstração da corrupção em Portugal, mais parece uma “notificação” com “porte pago pelos destinatários”. Qual a importância da “operação Lex” como demonstração de violação dos direitos do homem e corrupção governamental? Lixo americano e para quem não saiba o “Departamento de Estado” é o equivalente a Ministério dos Negócios Estrangeiros e como tal não faz qualquer referência à corrupção e sistemática violação dos direitos humanos no interior dos USA. Daí, pergunto: qual a credibilidade deste lixo? Para mim são os anos e anos de investigação e instrução judicial que suportam a corrupção em Portugal, a independência de um poder judicial que não presta contas a ninguém e isso não é culpa de um governo cuja função é pagar a esses incompetentes e inúteis “independentes” judiciais. Para mim, é absolutamente inaceitável que quatro anos depois, os “corruptos” da “Lex” não tenham, sequer, sido julgados. À excepção da praça pública, isto sim, é corrupção e violação dos direitos humanos.

  3. Este lambe botas do Pinto da Gosta cada vez está mais grosseiro. Falta-lhe talvez tomar um chá de marmeleiro
    É mais um nojento por este Portugal fora.

RESPONDER

Cavaco Silva volta a estar ausente das cerimónias do 25 de Abril

O ex-Presidente da República já informou que não vai marcar presença na cerimónia comemorativa dos 47 anos do 25 de Abril, este domingo, no Parlamento, por continuar "a respeitar as regras sanitárias". Fonte oficial do gabinete …

No dia da Terra, os líderes mundiais juntaram-se para "passar à ação"

A Casa Branca organizou uma Cimeira de Líderes sobre o Clima, que decorre de forma virtual e durante dois dias. Começou esta quinta-feira, dia em que se comemora o Dia da Terra, e junta cerca …

Detido em Itália homem que terá fornecido arma ao autor do atentado de Nice em 2016

Um homem que teria fornecido uma arma ao autor do atentado com um caminhão na cidade francesa de Nice, em 14 de julho de 2016, foi detido na Itália, anunciaram na quarta-feira vários veículos de …

"Invisibilidade" do LGBTI nos Censos é alvo de críticas

A Associação ILGA Portugal - Intervenção Lésbica, Gay, Bissexual, Trans e Intersexo e o Bloco de Esquerda estão a criticar os Censos 2021 devido à ausência de perguntas relacionadas com identidade de género, o que …

Rússia vai dar início à retirada de tropas perto da fronteira com a Ucrânia

A Rússia anunciou que vai iniciar, esta sexta-feira, a retirada das suas tropas concentradas perto da fronteira com a Ucrânia e na Crimeia anexada, referindo que os exercícios foram concluídos. "As tropas demonstraram a sua capacidade …

KPMG desconhecia problemas no BESA que justificassem reserva às contas

A KPMG Portugal afirmou, numa carta enviada à comissão de inquérito do Novo Banco, que desconhecia factos no BES Angola que pudessem levar a uma opinião com reservas às contas do BES. A KPMG Portugal desconhecia …

Ferro Rodrigues está "perfeitamente de acordo" com Marcelo sobre enriquecimento ilícito

O presidente da Assembleia da República (AR) concorda com o Presidente quanto à urgência de melhorar a lei contra o enriquecimento ilícito e diz que isso pode ser feito sem pôr em causa princípios constitucionais. Numa …

Índia regista subida drástica de infeções e mortes. EUA com 200 milhões de vacinas tomadas

O número de novas infeções pelo coronavírus dispararam na Índia, com a falta de preparação do Governo e a forma como a pandemia tem sido gerida apontadas como causas para a subida dos casos e …

Técnicos de diagnóstico. Depois de mais uma coligação da oposição, Executivo avalia o que fazer

Depois de mais uma coligação da oposição, o Governo "está a avaliar" o que irá fazer em relação à aprovação das mudanças na carreira de Técnico Superior de Diagnóstico e Terapêutica.  De acordo com o semanário …

Diretor de Finanças de Lisboa está em substituição desde 2015. Já ultrapassa tempo de comissão de serviço

Fernando Lopes, a maior estrutura regional da Autoridade Tributária e Aduaneira (AT), é diretor da Direção de Finanças de Lisboa em regime de substituição desde março de 2015. Quando a então diretora regional, Helena Borges, foi …