ONU declara Ébola emergência mundial de saúde

usarmyafrica / Flickr

-

A Organização Mundial de Saúde (OMS) declarou esta sexta-feira a epidemia de Ébola, registada na África Ocidental, onde já matou perto de mil pessoas, “emergência de saúde pública de carácter mundial”.

A comissão de emergência da OMS, que se reuniu quarta e quinta-feira em Genebra, foi “unânime ao considerar verificarem-se as condições de uma emergência de saúde pública de carácter mundial”.

“Uma resposta internacional coordenada é essencial para travar e fazer recuar a propagação mundial” do vírus do Ébola, sublinhou a comissão.

Pedido de ajuda internacional

A diretora-geral da Organização Mundial de Saúde (OMS), Margaret Chan, pediu à comunidade internacional que ajude os países afetados a combater a epidemia de Ébola, a pior em quatro décadas.

Em conferência de imprensa, Chan afirmou que os países da África Ocidental mais atingidos pela epidemia – Libéria, Serra Leoa, Guiné-Conacri e Nigéria – “não têm meios para responderem sozinhos” à doença e pediu “à comunidade internacional que forneça o apoio necessário“.

“Uma resposta internacional coordenada é essencial para travar e fazer recuar a propagação mundial” do vírus do Ébola, sublinhou a comissão de emergência sanitária da organização.

A comissão alertou que “os Estados devem estar preparados para detetar e tratar casos de Ébola” e “facilitar a retirada de cidadãos, em particular pessoal médico, que estiveram expostos ao vírus” da febre hemorrágica.

DGS divulga medidas

A diretora-adjunta da Direção Geral de Saúde disse esta sexta-feira à Lusa que a entidade vai divulgar esta tarde uma posição concertada com os parceiros europeus sobre a declaração de estado de emergência mundial de saúde pública.

“Estamos a concertar posições com os países que são nossos parceiros europeus, estamos a analisar bem o documento [divulgado hoje de manhã pela Organização Mundial da Saúde] e iremos emitir um comunicado às 16h”, garantiu Graça Freitas.

Escusando-se a adiantar que medidas poderão ser tomadas por Portugal ou pela Europa, a diretora adjunta da DGS referiu que os responsáveis da DGS estiveram “nos últimos dois dias em audioconferência com os parceiros europeus” para concertar uma posição.

O vírus do Ébola transmite-se por contacto direto com o sangue, líquidos ou tecidos de pessoas ou animais infetados.

A febre manifesta-se através de hemorragias, vómitos e diarreias. A taxa de mortalidade varia entre os 25 e 90% e não é conhecida uma vacina contra a doença.

ZAP / Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Terceiro estado de emergência? "É preciso em abril preparar um maio, maduro maio"

O Presidente da Assembleia da República já deixou antever que o Parlamento irá ter de debater, na próxima semana, uma segunda renovação do estado de emergência. Em declarações ao semanário Expresso, Eduardo Ferro Rodrigues cita uma música do …

Mourinho e jogadores do Tottenham apanhados a quebrar regras de isolamento

O técnico português José Mourinho e três jogadores do Tottenham foram apanhados a quebrar as regras de isolamento social decretadas no Reino Unido, segundo avança o diário britânico The Guardian. De acordo com fotografias e vídeos …

Infetados que furem quarentena podem arriscar prisão preventiva

Em Portugal, o crime de propagação de doença tem uma moldura penal que pode ir até oito anos de prisão, admitindo ainda medidas de coação privativas da liberdade, como é o caso da prisão preventiva. Assim, …

Conquistadores espanhóis usaram técnicas indígenas para construir as suas armas

Um novo estudo concluiu que os invasores espanhóis foram obrigados a aprender com os indígenas da Mesoamérica sobre a produção de cobre. Descobertas arqueológicas em El Manchón, no México, apoiam a ideia de que invasores espanhóis, desesperados …

Açambarcamento de medicamentos por Portugal? "É um total absurdo", diz Infarmed

O Infarmed - Autoridade Nacional do Medicamento e Produtos de Saúde reagiu à acusação feita por uma organização belga, que dizia que Portugal está a fazer um armazenamento excessivo de medicamentos essenciais para o tratamento …

Descoberto âmbar com 40 milhões de anos com duas moscas a acasalar

Há 40 milhões de anos, no supercontinente Gonduana, duas moscas que se encontravam a acasalar viram-se, inesperadamente, numa situação complicada. De alguma forma, este par de moscas de pernas longas (Dolichopodidae) ficou preso na seiva pegajosa …

40 marinheiros do porta-aviões Charles de Gaulle com sintomas de covid-19

Quarenta marinheiros do porta-aviões francês Charles de Gaulle apresentaram recentemente "sintomas compatíveis" com os da infeção pelo novo coronavírus e estão sob "observação médica reforçada", anunciou o Ministério da Defesa. "A partir de hoje, uma equipa …

Medidas para as prisões, apoios às empresas, suspensão de tarifas. Parlamento discute mais de 100 iniciativas

Medidas excecionais para prisões e banca, mais apoios às empresas ou à cultura ou a suspensão de propinas e das tarifas de gás e luz são alguns dos temas que vão passar esta quarta-feira pelo …

Trump tem "interesse financeiro" em farmacêutica que produz hidroxicloroquina (a sua "cura" para a Covid-19)

Donald Trump falou da hidroxicloroquina como uma potencial "cura milagrosa" para a Covid-19, apesar das recomendações contrárias de especialistas e da falta de estudos científicos válidos que confirmem os benefícios da substância. O The New …

Restos de bombas atómicas revelam longa vida dos tubarões-baleia

Cientistas estão a determinar a esperança de vida do maior peixe dos oceanos com a ajuda de testes de bombas atómicas realizados durante a Guerra Fria, entre os anos 50 e 60. Em perigo de extinção, …