ONU alerta que bloqueio de fronteiras europeias vai provocar caos e confusão

O “encerramento crescente” de fronteiras europeias vai provocar “mais caos e confusão”, advertiu esta terça-feira o alto-comissário da ONU para os Refugiados.

“Estou muito preocupado com as notícias sobre um encerramento crescente de fronteiras europeias ao longo da rota dos Balcãs porque isso vai criar mais caos e confusão” e “muito provavelmente aumentar os fluxos irregulares”, disse Filippo Grandi durante uma visita ao hotspot (centro de registo) da ilha grega de Lesbos, principal porta de entrada de migrantes na Europa.

Andrew Wheeler / OECD

Filippo Grandi, Alto-Comissário das Nações Unidas para os Refugiados

O responsável reagia à decisão anunciada no domingo pela Macedónia de recusar aos afegãos a passagem na sua fronteira com a Grécia, bloqueando do lado grego milhares de pessoas que pretendem seguir para a Europa central e do norte.

O tráfego naquela fronteira foi igualmente dificultado pela introdução de um controlo de documentos mais apertado para sírios e iraquianos.

“Isso vai aumentar o fardo da Grécia, que já assume uma responsabilidade muito pesada”, e “criar desordem nos países que recebem migrantes e refugiados” numa altura em que “ainda não há alternativas” para a gestão dos fluxos migratórios, acrescentou Grandi.

“O programa europeu de relocalização ainda é muito limitado e o programa de reinstalação na Turquia ainda não começou”, explicou o alto-comissário.

“Assim, fechar fronteiras ou geri-las de forma apertada na ausência de alternativas legais e seguras para os refugiados vai aumentar o caos e muito provavelmente aumentar os movimentos irregulares que põem as pessoas em risco”, afirmou.

Mais de 100 mil refugiados desde o início do ano

Segundo números divulgados hoje pela Organização Internacional das Migrações (OIM), mais de 100 mil pessoas chegaram à Europa através do Mediterrâneo apenas este ano, a esmagadora maioria das quais – 102 mil -, à Grécia.

Desde 1 de janeiro, 102 mil pessoas chegaram à Grécia e 7.507 a Itália através do Mediterrâneo, e 413 morreram a tentá-lo.

“Atingimos este número em dois meses”, disse um porta-voz da OIM, Itayi Viriri, sublinhando que, em 2015, a marca dos 100 mil só foi atingida em junho.

Em 2015, 1.046.599 migrantes, incluindo refugiados em busca de asilo, chegaram à Europa.

Das 413 pessoas que morreram durante a travessia, a maioria, 312, afogou-se na rota do Mediterrâneo oriental, entre a costa da Turquia e as ilhas gregas.

À Grécia chegaram, só em fevereiro, mais de 35 mil refugiados e migrantes, 48% dos quais oriundos da Síria, 25% do Afeganistão, 17% do Iraque, 3% do Irão e 2% do Paquistão.

Os restantes 5% provêm de Marrocos, Bangladesh e Somália, entre outros países.

Em Itália, em contrapartida, durante fevereiro “foram reportados vários dias sem chegadas, devido às duras condições do mar”. No entanto, apenas na segunda-feira passada, 940 pessoas foram resgatadas no Canal da Sicília.

A maioria dos migrantes que chega a Itália é proveniente de África – Marrocos, Guiné-Conacri, Senegal, Gâmbia, Nigéria ou Somália, entre outros países.

“Continuamos a registar a chegada de muitos imigrantes vulneráveis, geralmente em más condições e que foram vítimas de violência por parte dos traficantes. Também há muitas mulheres vítimas de tráfico, uma tendência alarmante que já observávamos em 2015″, explicou um porta-voz da OIM em Itália, Flavio Di Giacomo.

Agência Brasil

PARTILHAR

RESPONDER

Há verba de contas "abandonadas a favor do Estado" que não são divulgadas

Quando uma conta bancária não regista qualquer movimento durante 15 anos, os montantes depositados são considerados “abandonados a favor do Estado”, o que acontece em contas de pessoas que morreram que não são encerradas. Porém, de …

Deputado do PSD chama “besta” a António Costa (e compara-o a Trump e a Bolsonaro)

O deputado do PSD Duarte Marques chamou “besta” ao primeiro-ministro, António Costa, e comparou-o aos presidentes dos Estados Unidos e do Brasil, Donald Trump e Jair Bolsonaro. Numa publicação na sua página pessoal do Facebook, o …

Poema na Estátua da Liberdade sobre migrantes, "refere-se a pessoas vindas da Europa"

Após a publicação de uma lei sobre a migração no país, o poema "The New Colossus", escrito em 1883 por Emma Lazarus, está agora a provocar um debate sobre o seu verdadeiro significado. Ao longo do …

Três municípios multados pelo Governo por falta de Plano de Defesa contra incêndios

O Governo determinou esta sexta-feira a retenção de 20% do duodécimo das transferências do Fundo de Equilíbrio Financeiro a Odivelas, Paços de Ferreira e Peniche por não terem ainda aprovado os Planos Municipais de Defesa …

Encontrada uma aldeia perdida no local do mais infame massacre de clãs

Arqueólogos que escavaram a cena do mais infame massacre de clãs na história escocesa desenterraram partes de uma "aldeia perdida" no vale das Terras Altas de Glencoe. O assentamento apareceu no massacre de 1692 do clã …

Autópsia confirma causa da morte. Jeffrey Epstein enforcou-se com os lençóis

O relatório oficial da autópsia ao corpo de Jeffrey Epstein revelou, nesta sexta-feira, que o multimilionário norte-americano se suicidou, enforcando-se com os lençóis da sua cela na prisão de Manhattan. Epstein estava preso a aguardar pelo …

Depois de 10 horas de reunião, não há acordo. Greve mantêm-se

Foram mais de dez horas de reunião entre os representantes do Sindicato Nacional dos Motoristas de Matérias Perigosas e o ministro das Infraestruturas, Pedro Nuno Santos, que terminaram na madrugada deste sábado sem acordo. A …

Descoberto novo órgão sensorial no corpo humano

Uma equipa de investigadores do Instituto Karolinska, na Suécia, descobriu um novo órgão sensorial na pele capaz de detetar estímulos mecânicos dolorosos, tal como picadas ou impactos. A descoberta do Instituto Karolinska, uma das maiores e …

"Mundo Jurássico" de vulcões encontrado sob a Austrália

Uma equipa de cientistas acaba de descobrir um "Mundo Jurássico" com cerca de 100 vulcões antigos enterrados sob as bacias de Cooper-Eromanga, na Austrália, noticia esta semana a Europa Press. Segundo a agência noticiosa, está …

Cientistas "recrutam" bactérias para mineração extraterrestre

Uma equipa de astrobiólogos da Agência Internacional Europeia enviou 18 estripes diferentes de bactérias para a Estação Espacial Internacional (EEI), visando determinar se é viável avançar para a bio-mineração extraterrestre num ambiente sem gravidade. De acordo …