Buraco negro apanhado a engolir uma estrela de neutrões

M. Kornmesser / ESO

Um buraco negro que engole uma estrela de neutrões terá sido detetado pela primeira vez devido a ondas gravitacionais, anunciaram esta segunda-feira cientistas.

Segundo a investigadora Susan Scott, da Universidade Nacional da Austrália, que participou no trabalho, o buraco negro “comeu” há 900 milhões de anos uma “estrela muito densa”, conhecida como estrela de neutrões, “possivelmente apagando a estrela de forma imediata”.

O evento, que ocorreu à distância astronómica de 8.550 milhões de biliões de quilómetros da Terra, gerou ondas gravitacionais (ondulações na curvatura espaço-tempo) captadas na quarta-feira.

Da Austrália, o telescópio SkyMapper examinou toda a região do espaço onde o fenómeno poderia ter-se produzido, mas a equipa de astrónomos não obteve nenhuma “confirmação visual”. Apesar das reticências, os primeiros resultados sugerem “a grande possibilidade” de se tratar de um buraco negro a envolver uma estrela de neutrões, o tipo de estrelas mais pequeno e denso do Universo que se conhece.

De acordo com Susan Scott, os cientistas nunca detetaram um buraco negro mais pequeno do que cinco massas solares nem uma estrela de neutrões com mais de 2,5 vezes a massa do Sol. “Com base nesta experiência, estamos muito seguros de que o que acabámos de detetar é um buraco negro a engolir uma estrela de neutrões”, afirmou, citada pela agência noticiosa espanhola Efe.

A investigadora e docente da Universidade Nacional da Austrália ressalvou que “existe a pequena mas intrigante possibilidade” de o corpo celeste engolido ser um buraco negro mais pequeno do que qualquer outro que se conhece, o que, ainda assim, seria “um prémio de consolação incrível”.

Os buracos negros, localizados no centro das galáxias, são regiões do Universo com uma força gravitacional tão grande que nada deixa escapar, nem mesmo a luz. Tanto as estrelas de neutrões como os buracos negros são resquícios muito densos de estrelas mortas, assinala a Universidade Nacional da Austrália em comunicado.

As ondas gravitacionais, detetadas pela primeira vez em 2016, cem anos depois do físico Albert Einstein as ter previsto, acontecem devido a fenómenos de grande violência que geram grandes quantidades de energia, como a explosão de uma estrela ou a colisão de dois buracos negros.

// Lusa

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

RESPONDER

Arqueólogos descobrem esqueleto que acreditam pertencer a guerreiro anglo-saxão

Uma equipa de arqueólogos desenterrou um esqueleto que parece ter pertencido a um guerreiro anglo-saxão. Os especialistas dizem que a descoberta lança uma nova luz sobre a ascensão e queda das tribos locais. O esqueleto foi …

Ana Rita Cavaco ataca plano de inverno (e duvida que Marcelo "tenha ficado mais sossegado")

Ana Rita Cavaco reuniu-se com Marcelo Rebelo de Sousa, mas duvida que o Presidente tenha ficado mais tranquilo após ter ouvido os representantes do setor da Saúde, no Palácio de Belém. Ana Rita Cavaco, presidente da …

Nuno Mendes, "hábil como Ronaldinho"

  Portal conceituado destaca o jovem lateral do Sporting e cita Cristiano Ronaldo... várias vezes. Gigantes europeus atentos à evolução do jogador. Nuno Mendes é o foco de um artigo do portal Goal, embora Ronaldo (e Ronaldinho) …

Irão e Rússia estarão a tentar interferir nas presidenciais dos EUA

O diretor nacional dos serviços de informação dos Estados Unidos disse na quarta-feira que Irão e Rússia obtiveram informações dos eleitores norte-americanos e que estão a tentar interferir nas eleições presidenciais de 3 de novembro. "Queremos …

Cientistas revertem a doença de Parkinson em ratos

Uma equipa de cientistas conseguiu reverter totalmente a doença de Parkinson em ratos. Os animais deixaram de apresentar sintomas e recuperaram neurónios. A doença de Parkinson resulta da redução dos níveis de uma substância que funciona …

Entrevista a Carlos Cueva, autor de estudo inédito sobre os jogos à porta fechada

Carlos Cueva, 34 anos e professor na Universidade de Alicante há seis anos. Estudou em Inglaterra, onde completou um doutoramento em Economia. O ensino e a investigação ocupam o seu tempo. É especialista em investigação …

Ministro da Saúde do Brasil infetado com covid-19

Eduardo Pazuello, ministro da Saúde brasileiro, está infetado. Também esta quarta-feira, o governante foi admoestado por Jair Bolsonaro, que negou haver intenção do Brasil comprar 46 milhões de doses de vacina chinesa. O ministro da Saúde …

PSD vai votar contra o OE2021. PS acusa Rio de abandonar defesa do "interesse nacional"

O secretário-geral adjunto socialista disse esta quarta-feira que não surpreende o voto contra do PSD à proposta de Orçamento do Estado para 2021 (OE2021), considerando, no entanto, que Rui Rio “deixou cair” o valor do …

As vacas preferem interagir cara a cara com as pessoas. Ficam mais relaxadas

Um novo estudo descobriu que as vacas preferem interagir com os seres humanos cara a cara e que ficam os animais ficam mais relaxados com este tipo de interação do que quando ouvem uma voz …

Marcelo promulga diploma que reduz debates europeus para dois por semestre

O Presidente da República promulgou o diploma aprovado por PS e PSD que reduz os debates europeus no parlamento para dois por semestre, depois de ter vetado uma primeira versão que previa apenas um por …