Olimpíadas de Tóquio terão robôs a ajudar pessoas em cadeira de rodas

As Olimpíadas de Tóquio, que decorrem em 2020, podem vir a ficar conhecidas como os “Jogos dos Robôs”, devido aos robôs que serão usados ​​no novo Estádio Nacional para ajudar os apoiantes em cadeiras de rodas. Os dispositivos foram apresentados na passada semana pelos organizadores.

De acordo com a Time, para o oficial olímpico de Tóquio, Masaaki Komiya, o Japão é há muito conhecido pela tecnologia associada a robôs, sendo os Jogos Olímpicos de 2020 um bom lugar para mostrar essa inovação.

“Os robôs não devem sobrecarregar as pessoas”, disse Masaaki Komiya, vice-diretor geral da Olimpíada de Tóquio, numa entrevista coletiva. “Têm um relacionamento amigável com os seres humanos e podem trabalhar juntos. Esse é o tipo de robôs que imaginamos”.

Os robôs que serão utilizados nas Olimpíadas de Tóquio são fabricados pela Toyota Motor, o principal patrocinador olímpico. Segundo os responsáveis da marca, serão usados ​​16 robôs de apoio humano, juntamente com outros cinco de suporte.

Para não ficar para trás, a Panasonic – também uma importante patrocinadora olímpica – mostrou o seu “uniforme auxiliar de força”. Quando usada, a roupa oferece apoio para as costas e para a zona do quadril, permitindo que objetos pesados ​​sejam levantados com menos esforço. A empresa informou que 20 desses uniformes serão usados ​​nas Olimpíadas e poderão ajudar os hóspedes com as suas bagagens e com outras tarefas de elevação.

“Através desta ocasião, as pessoas no mundo serão capazes de perceber o quão avançado o Japão é em termos de tecnologia de robôs”, disse Hideyo Hirata, diretor de serviços de tecnologia para as Olimpíadas de Tóquio.

Para Minoru Yamauchi, da Toyota Motor, a empresa está a ramificar-se e a tornar-se uma “empresa de mobilidade”.

“Temos analisado como podemos apoiar as pessoas e desenvolver robôs que possam ser parceiros da vida quotidiana”, disse. “Nas Olimpíadas de Tóquio, haverá muitos convidados em cadeiras de rodas e gostaríamos que os mesmos aproveitassem os jogos sem se preocupar com a sua mobilidade”, salientou.

Já Yoshifumi Uchida, do departamento paraolímpico da Panasonic, disse que a tecnologia de ação assistida da marca foi desenvolvida, em parte, devido ao envelhecimento da população japonesa. “Gostaríamos de ter uma sociedade onde as pessoas possam trabalhar sem se preocupar com diferenças de género ou de idade”, sublinhou.

“Quando carregamos uma mala ou uma caixa pesada, é aí que a roupa auxiliar de energia torna-se valiosa”. O uniforme criado pela empresa melhora a eficiência em cerca de 20%, permitindo que o utilizador levante mais peso, por mais tempo.

A duração da bateria é de cerca de quatro horas e o uniforme dá ao utilizador a capacidade de elevar cerca de 10 quilogramas a mais, com a mesma energia gasta.

Taísa Pagno TP, ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Sporting bate recorde histórico, mas até o do 6-3 era melhor (quando Amorim não estava "do lado certo")

O Sporting não perde há 22 jogos e bateu o recorde de invencibilidade dos leões em jogos do campeonato que pertencia à equipa de 1981/1982. Um dado que deixa Ruben Amorim orgulhoso, mas o treinador …

"Estou a morrer." Constança luta por um medicamento para se salvar, Infarmed diz que não recebeu pedido do Hospital

Constança Bradell fez um apelo nas redes sociais, numa publicação em que descreve a luta que está a travar contra a fibrose quística. A jovem, de 24 anos, pede a aprovação do medicamento que lhe …

Um século de luta comunista comemorado com 100 ações pelo país

O mais antigo partido político comemora, esta sábado, 100 anos de existência. PCP vai festejar o aniversário com 100 ações pelo país. O PCP assinala, este sábado, os seus 100 anos com 100 ações, em mais …

Relações esfriadas. Moedas consultou Marcelo, mas dispensou conselhos de Passos

Antes de anunciar a sua candidatura a Lisboa, Carlos Moedas consultou Marcelo Rebelo de Sousa e falou com Paulo Portas. Com Pedro Passos Coelho só falou um dia depois de o seu nome ter sido …

Portugal não pode perder o comboio da Europa. Para Marcelo, é hora de aproveitar o novo ciclo

A crise que assolou o nosso país tem de ser aproveitada para "olhar para os problemas estruturais". A mensagem foi deixada pelo Presidente da República, nesta sexta-feira, na conferência de abertura do Festival P, com …

Santana não desiste e admite candidatar-se à Figueira (mesmo à revelia do PSD local)

Pedro Santana Lopes não fecha totalmente a porta e admite vir a candidatar-se à Figueira da Foz como independente. Mesmo que a concelhia do PSD já tenha tomado uma decisão e avance com Pedro Machado, Pedro …

Um Papa na "Terra de Abraão" pela primeira vez na História. Francisco em viagem inédita ao Iraque

Depois de 15 meses em Itália, o Papa Francisco regressou às viagens pastorais com uma visita de quatro dias ao Iraque, uma viagem inédita de um líder da Igreja Católica ao Iraque.  O Papa Francisco desafiou …

Jesus não "perdoa" Vlachodimos pelo erro no dérbi. Vieira já definiu preço para o guardião

O jornal O Jogo escreve este sábado que o treinador do Benfica, Jorge Jesus, ainda não esqueceu o erro do guardião Odysseas Vlachodimos frente ao Sporting, numa partida para o campeonato que acabou com a …

Abandonar Aeroporto do Montijo e apostar em Alcochete custará ao Estado tanto como "15 hospitais"

O Aeroporto do Montijo está, de novo, em águas de bacalhau, mas se o Governo tiver mesmo de abandonar o projecto, o Estado terá de desembolsar uma indemnização de 10 mil milhões de euros. Além …

Equipas móveis vão percorrer o país para testarem alunos, professores e funcionários de escolas públicas

Equipas móveis - compostas por enfermeiros, técnicos e administrativos - vão percorrer o país para testarem todas as escolas públicas do continente. Numa primeira fase, o universo de testados rondará as 500 mil pessoas. O Público …