Os nossos olhos não enganam (nem mesmo a Inteligência Artificial)

Os nossos olhos podem-nos trair. A forma como se movem revela uma quantidade assustadora de informação sobre o que estamos a sentir, a ponto de a Inteligência Artificial conseguir prever o nosso tipo de personalidade observando, apenas, os nossos olhos.

Investigações anteriores sugerem que os nossos movimentos oculares sinalizam características da nossa forma de pensar ou até os nossos próprios sentimentos, algo que os humanos percebem, consciente ou inconscientemente, durante as suas relações interpessoais.

Mas serão esses movimentos oculares, e o que eles representam, demasiado pronunciados ao ponto de ser notados e interpretados por algo que não é humano? Foi a esta pergunta que Tobias Loetscher, da University of South Australia, e a sua equipa tentaram dar resposta.

Para isso, convidaram 50 pessoas para participar na experiência e pediram aos voluntários que preenchessem um questionário que indicaria onde cada participante se encaixava nos chamados cinco grandes traços de personalidade (“Big Five”): abertura, conscienciosidade, neuroticismo, afabilidade e extroversão.

Cada um dos participantes usava também um dispositivo de movimento ocular que registava cada movimento do olhar enquanto os participantes visitavam uma loja e compravam um item. Quando a equipa analisou os dados, percebeu que era possível isolar os padrões de movimentos oculares e combiná-los com os perfis psicológicos básicos.

“Demonstramos, pela primeira vez, que o nível de neuroticismo, extroversão, afabilidade, conscienciosidade e curiosidade percetiva de um indivíduo (um outro tipo de personalidade) pode ser previsto apenas a partir dos movimentos oculares registados durante uma tarefa do quotidiano”, escreveram os autores do artigo científico, publicado na Frontiers in Human Neuroscience.

Embora a Inteligência Artificial tenha sido capaz de prever esses tipos de personalidade, não foi capaz de fazê-lo com uma precisão particularmente alta. Ainda assim, os investigadores dizem que é confiável, até 15% melhor do que o acaso.

No entanto, o aperfeiçoamento desta tecnologia poderia mudar drasticamente as nossas interações com as máquinas, fazendo com que os assistentes virtuais fossem capazes de ler a nossa personalidade e o nosso humor. “O nosso trabalho oferece uma oportunidade para desenvolver robôs e computadores mais naturais capazes de interpretar mais eficazmente os sinais sociais humanos”, diz Loetscher.

Mas, como em tudo na vida, há um lado negativo. Se as câmaras fossem capazes de “espiar” a nossa mente usando apenas sensores óticos, poderia haver implicações perturbadoras no que diz respeito à nossa privacidade, especialmente se as pessoas não quisessem que uma máquina adivinhasse como se estão a sentir naquele momento.

Além disso, caso a informação pudesse ser obtida a partir de gravações oculares ou da própria frequência da fala, poderia ser facilmente usada sem o consentimento das pessoas. Este é um problema que os cientistas terão de resolver no futuro, enquanto este tipo de sistemas continua a evoluir.

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Christine Lagarde foi conselheira de duas empresas sediadas em paraísos fiscais

Christine Lagarde, presidente do Banco Central Europeu (BCE) desde outubro, foi conselheira de duas filiais da empresa de advocacia Baker & McKenzie (BM) entre 2003 e 2005, ambas sediadas em países considerados à data paraísos …

Provas contra Trump "são claras". "Ele usou o cargo para fins pessoais", diz Nancy Pelosi

A presidente da Câmara dos Representantes e líder da maioria democrata na câmara norte-americana, Nancy Pelosi, declarou na quinta-feira que considera já haver provas suficientes para afirmar que o Presidente deve ser destituído. Contudo, segundo avançou …

Benfica tem seis jogadores de malas feitas. Um deles chegou em julho

Há seis jogadores que poderão estar de saída do emblema da Luz, sendo que um deles, Caio Lucas, chegou em julho ao clube. O agente de Samaris já veio negar a saída do seu cliente. Bruno …

"Poderia juntar-se a Mourinho". Bale criticado por comportamento "infantil"

A atitude do internacional galês Gareth Bale continua a render críticas. Desta vez foi o antigo presidente do Real Madrdi Rámon Calderón, que considerou o comportamento do futebolista infantil. Em causa esta a atitude do …

Norte quer fundos de Bruxelas para ligação ao TGV espanhol

Pela primeira vez, a região norte do país antecipou a lista de prioridades para os fundos europeus, escreve o Jornal de Notícias, que dá conta uma das propostas passa por usar os fundos de Bruxelas …

Falta de médicos leva IPO de Lisboa a adiar consulta de paciente com 90 anos para 2021

O Instituto Português de Oncologia (IPO) de Lisboa adiou a consulta de um paciente nonagenário que estava marcada para janeiro de 2020 para o ano seguinte, isto é, para janeiro de 2021 devido à falta …

Eis a Cybertruck, a "pickup" elétrica da Tesla que já tem bilhete para Marte

A Tesla lançou o seu modelo de carrinha "pickup" elétrica, Cybertruck, com uma autonomia máxima de 800 quilómetros. Musk diz que vai haver uma versão especial que será a carrinha oficial de Marte. Após uma longa …

Rio não responde a críticas de adversário. "Estou na Croácia, não estou no Montenegro"

O presidente do PSD seguiu a regra de não falar de política interna fora do país e só abriu uma exceção para falar da manifestação dos polícias. Depois do discurso que tinha feito no Congresso do …

Hospitais públicos têm mais de 650 milhões de euros de dívidas em atraso

As dívidas em atraso dos hospitais pertencentes ao Serviço Nacional de Saúde têm vindo a crescer desde o início do ano. Em setembro, o valor fixava-se nos 650 milhões de euros. Hospitais públicos acumulam 651,6 milhões …

Bolsonaro quer isentar polícias de punições por crimes cometidos em serviço

O Presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, disse na quinta-feira que enviou ao Congresso Nacional um projeto de lei para isentar agentes das forças armadas e das polícias de eventuais punições criminais durante operações de segurança. De …