Os nossos olhos não enganam (nem mesmo a Inteligência Artificial)

Os nossos olhos podem-nos trair. A forma como se movem revela uma quantidade assustadora de informação sobre o que estamos a sentir, a ponto de a Inteligência Artificial conseguir prever o nosso tipo de personalidade observando, apenas, os nossos olhos.

Investigações anteriores sugerem que os nossos movimentos oculares sinalizam características da nossa forma de pensar ou até os nossos próprios sentimentos, algo que os humanos percebem, consciente ou inconscientemente, durante as suas relações interpessoais.

Mas serão esses movimentos oculares, e o que eles representam, demasiado pronunciados ao ponto de ser notados e interpretados por algo que não é humano? Foi a esta pergunta que Tobias Loetscher, da University of South Australia, e a sua equipa tentaram dar resposta.

Para isso, convidaram 50 pessoas para participar na experiência e pediram aos voluntários que preenchessem um questionário que indicaria onde cada participante se encaixava nos chamados cinco grandes traços de personalidade (“Big Five”): abertura, conscienciosidade, neuroticismo, afabilidade e extroversão.

Cada um dos participantes usava também um dispositivo de movimento ocular que registava cada movimento do olhar enquanto os participantes visitavam uma loja e compravam um item. Quando a equipa analisou os dados, percebeu que era possível isolar os padrões de movimentos oculares e combiná-los com os perfis psicológicos básicos.

“Demonstramos, pela primeira vez, que o nível de neuroticismo, extroversão, afabilidade, conscienciosidade e curiosidade percetiva de um indivíduo (um outro tipo de personalidade) pode ser previsto apenas a partir dos movimentos oculares registados durante uma tarefa do quotidiano”, escreveram os autores do artigo científico, publicado na Frontiers in Human Neuroscience.

Embora a Inteligência Artificial tenha sido capaz de prever esses tipos de personalidade, não foi capaz de fazê-lo com uma precisão particularmente alta. Ainda assim, os investigadores dizem que é confiável, até 15% melhor do que o acaso.

No entanto, o aperfeiçoamento desta tecnologia poderia mudar drasticamente as nossas interações com as máquinas, fazendo com que os assistentes virtuais fossem capazes de ler a nossa personalidade e o nosso humor. “O nosso trabalho oferece uma oportunidade para desenvolver robôs e computadores mais naturais capazes de interpretar mais eficazmente os sinais sociais humanos”, diz Loetscher.

Mas, como em tudo na vida, há um lado negativo. Se as câmaras fossem capazes de “espiar” a nossa mente usando apenas sensores óticos, poderia haver implicações perturbadoras no que diz respeito à nossa privacidade, especialmente se as pessoas não quisessem que uma máquina adivinhasse como se estão a sentir naquele momento.

Além disso, caso a informação pudesse ser obtida a partir de gravações oculares ou da própria frequência da fala, poderia ser facilmente usada sem o consentimento das pessoas. Este é um problema que os cientistas terão de resolver no futuro, enquanto este tipo de sistemas continua a evoluir.

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Japão vai ter robôs "inteligentes" nas salas de aula para ensinar inglês

O Governo do Japão vai introduzir robôs com inteligência artificial capazes de falar inglês nas salas de aula para ajudar as crianças a melhorar as suas competências orais. De acordo com a emissora pública nipónica NHK, …

Sismo de 7,2 volta a atingir a Indonésia, o 5.º em menos de um mês

Um novo sismo de magnitude 7,2 atingiu este domingo a ilha Lombok, na Indonésia, o quinto em menos de um mês, informaram os Serviços Geológicos dos Estados Unidos. O abalo foi registado a 124 quilómetros a …

Belenenses vs FC Porto | Golo nos descontos salva dragão

O FC Porto sofreu a bom sofrer para somar três pontos no Estádio do Jamor, nova “casa” do Belenenses. Os “dragões estiveram a ganhar por 2-0, deixaram-se empatar, e somente em período de descontos, de …

Onda de calor no Reino Unido revela magicamente ruínas pré-históricas

A onda de calor que assolou a Europa durante este verão continua a revelar a vestígios arqueológicos do passado do Reino Unido - entre as quais, um monumento cerimonial do Período Neolítico. Imagens aéreas mostraram pela …

Restaurante alemão proíbe entrada de crianças

Chamado "cozinha da avó" em alemão, um restaurante decidiu proibir a entrada a menores de 14 anos após as 17h. O proprietário diz querer proporcionar um "oásis de paz" aos seus clientes. Um restaurante na estância …

Franceses "pescam" bomba alemã da II Guerra Mundial com 860 quilos

Pescadores franceses encontraram na costa da Normandia, região francesa próxima de Paris, algo realmente grande na sua rede de pesca - uma bomba da Segunda Guerra Mundial com 860 quilos de explosivos. A rede capturou uma …

Sul da Índia "afoga-se" nas piores inundações em 100 anos

O estado indiano de Kerala vive há dez dias as piores inundações em um século, causadas pelas torrenciais chuvas de monção, que já provocaram cerca de 200 mortos e mais de 220 mil refugiados em …

200 mil bombas de Hiroshima, o poder do supervulcão de Santorini

Um novo estudo realizado com base em análises de anéis de árvores, pode definir com mais precisão o momento em que o supervulcão de Santorini, na Grécia, entrou em erupção. A nova pesquisa ajudou a …

"Bola de fogo" 40 vezes mais brilhante do que Lua cheia sobrevoou os EUA

Uma bola de fogo cruzou o céu do estado norte-americano do Alabama durante a noite desta sexta-feira. A NASA divulgou um vídeo, no qual mostra o objeto a sobrevoar a cidade, com um feixe de …

Segredo para uma vida mais longa está no consumo moderado de hidratos de carbono

Um estudo recente concluiu que o consumo moderado de hidratos de carbono é a solução para ter uma esperança média de vida maior. O consumo moderado de hidratos de carbono favorece uma vida mais saudável e …